Bárbara Paz : Um rosto do SBT na Globo em “Viver a Vida”

barbara paz viver a vida

Os pinguços costumam dar personagens marcantes nas novelas de Manoel Carlos. Foi assim com Orestes (Paulo José), de Por Amor, e Santana (Vera Holtz), de Mulheres Apaixonadas. Em Viver a Vida, Renata, interpretada por Bárbara Paz, também anda sempre abraçada à garrafa. Trata-se, porém, de uma nova categoria de alcoólatra: aspirante a atriz e modelo com problemas de autoestima, Renata sofre de drunkorexia, ou anorexia alcoólica, distúrbio alimentar que leva as pessoas a substituir a comida por bebidas alcoólicas. Na cena mais pesada da personagem até agora, Renata aparece na casa de amigas com machucados no rosto e no braço. Fora pisoteada em uma festa, na qual desabou depois de umas talagadas. A atriz de 35 anos está estreando na Globo. Cotada para papéis em folhetins anteriores da emissora, não emplacou porque tinha uma certa “cara de SBT”. Bárbara, afinal, foi a vencedora do prêmio de 300 000 reais do reality show Casa dos Artistas, sucesso na emissora de Silvio Santos em 2001.

Matheus Solano faz par romântico com Bárbara Paz em Viver a Vida

Ao menos três produções – foi sondada para Páginas da Vida, Mulheres Apaixonadas e até para viver a drogada Mel em O Clone – poderiam ter contado com a atriz, mas a decisão final batia na trave por causa do passado. “Queria ter escrito uma personagem para ela em outras novelas, mas não foi possível. Sua imagem estava totalmente ligada a Casa dos Artistas”, diz Manoel Carlos. No SBT, ela esteve ainda em três novelas, Marisol, Cristal e Maria Esperança. “Aprendi a fazer TV lá’’, diz a atriz – que, diga-se, carregou uma certa “interpretação mexicana” para a Globo. Nascida em Campo Bom, cidadezinha do Rio Grande do Sul, Bárbara perdeu o pai com 6 anos de idade, vítima de cirrose (“Só pode ser ironia do destino’’, comenta). Para ajudar com as despesas da família, fez um pouco de tudo: vendeu artesanato, animou festas infantis, foi balconista. Quando tinha 17 anos, sua mãe morreu. Ela então foi estudar teatro em São Paulo, com o dinheiro que ganhava como modelo (na época, era contratada da Ford Models). Em 1992, um acidente de carro deixou a atriz com 500 pontos no rosto. As duas cicatrizes que até hoje tem na face enterraram sua carreira de modelo. “Mas não quero vender a história da órfã que deu certo”, diz a atriz, hoje casada com o cineasta Hector Babenco.

Para interpretar Renata, Bárbara emagreceu 4 quilos e buscou inspiração na doidona Amy Winehouse. Nas próximas semanas, a personagem vai chegar ainda mais perto da sarjeta – entrará em depressão quando seu namorado, Miguel (Mateus Solano), romper com ela. Os espectadores com quem a atriz cruza já andam preocupados. “No avião, se eu não aceito um lanche da aeromoça, pedem para eu me alimentar direito. E, quando vou ao restaurante, todo mundo diz para tirar a bebida da minha frente’’, conta Bárbara.

Publicado em outubro 31, 2009, em Globo, Novelas, Sbt. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: