Conexão África: Tudo da seleção brasileira!

Placar

Brasil 5 X 1 Tanzânia

Notícias da Seleção

De ônibus novo, Seleção é festejada por brasileiros Após 11 dias de treinos em território sul-africano, a Seleção Brasileira ganhou seu novo ônibus, personalizado pela Fifa, e recebeu apoio de um grupo de torcedores brasileiros, neste domingo, antes da atividade da tarde na Randburg High School, em Johannesburgo.
O veículo leva a inscrição na janela: “Lotado! O Brasil inteiro está aqui dentro!”. Cada seleção ganhou um ônibus temático.
No primeiro dia com o novo meio de transporte, enfim, a Seleção recebeu apoio de torcedores brasileiros na entrada do treinamento. Um grupo de dez paulistas, que formam a “Torcida Canarinho”, levaram bateria até a porta da escola e fizeram festa na chegada do ônibus.
O acesso ao campo de treinamento é vetado para torcedores, o que não tirou o ânimo dos brasileiros. Com bandeiras, cornetas e todos uniformizados, eles festejaram os atletas, que fazem o último treino antes do amistoso contra a Tânzania, nesta segunda-feira.
Foi a primeira manifestação de brasileiros em Johannesburgo. O clima dos treinamentos tem sido tranquilo, apenas com poucos sul-africanos curiosos tentando ver a Seleção Brasileira à distância. Somente a imprensa tem acesso ao local.
Os dez amigos saíram de São Paulo e já têm ingressos comprados até as quartas de final. Eles estão hospedados em Pretória, próxima a Johannesburgo.

Brasileiros apoiam Seleção após infernizarem Argentina
Um grupo de dez brasileiros compareceu a Randburg High School na tarde deste domingo e fez festa para a Seleção Brasileira antes do treinamento em Johannesburgo. Antes de procurar o Brasil, no entanto, os torcedores foram atração da concentração da Argentina, em Pretória.
Os dez paulistas estão hospedados na cidade dos “hermanos”. Um deles é sobrinho de portugueses, que vivem nas proximidades de Johannesburgo. No último sábado, eles realizaram uma pelada em frente à concentração argentina e foram alvo da imprensa do país.
– Eles me chamaram de Ronaldo – comentou Daniel Leon, de 30 anos, que vestia uma camisa do Fenômeno durante a pelada e foi entrevistado pelos argentinos.
Os brasileiros contaram que TVs argentinas fizeram links ao vivo para Buenos Aires para mostram a festa. O acesso aos treinos e hotel da Argentina tem sido restrito até para a imprensa do país.
Os dez brasileiros formam a “Torcida Canarinho”, fundada por Leon. E organizaram a “Bateria Canarinho” para ver a Copa do Mundo. Eles já têm ingressos comprados até as quartas de final e aproveitaram as férias para viajar em grupo. Cada um gastou cerca de R$ 6 mil para ir à África do Sul.
Os torcedores estão com carros alugados e ficarão hospedados em Pretória durante todo o Mundial. Os argentinos que se cuidem!

Dunga e Kaká são ovacionados na chegada à Tanzânia
A delegação da Seleção Brasileira chegou às 18h30 deste domingo no Hotel Movempick, no Centro de Dar es Salaam, onde ficará concentrada para o amistoso desta segunda-feira, às 12h, contra a Tanzânia. No hotel, cerca de 200 torcedores aguardavam a Seleção, mas nenhum era brasileiro.
Kaká foi o mais solicitado para fotos e autógrafos na chegada ao local. Porém, o que causou grande surpresa foi a recepção ao técnico Dunga. Ele teve o seu nome gritado pelos torcedores. Fisionomia fechada, ele não alterou sua trajetória, ao contrário de Kaká, que distribuiu sorrisos e apertou a mão de vários torcedores.

Extras

Portugal recebe 1.600 fanáticos em treino
Magaliesburgo tem cerca de dez mil habitantes. É quase um vilarejo perto da gigantesca e próxima Johannesburgo. Porém, o clima de Copa do Mundo jamais esteve tão intenso como na tarde deste domingo, na pequena cidade da província de Gauteng.
O treino da seleção portuguesa na Hoërskool Bekker enlouqueceu a população dos arredores. Foram liberados 1.600 ingressos para o público e houve confusão na entrada da arquibancada. Outras centenas de pessoas ficaram do lado de fora, sem conseguir um disputadíssimo lugar.
Durante todo o trajeto entre o hotel e o campo de treinamento, o ônibus da delegação foi saudado por torcedores. Ao som de vuvuzelas e gritos histéricos, e com 25 minutos de atraso, os jogadores entraram no gramado, para delírio dos sul-africanos e portugueses, maioria entre os presentes. A colônia do país europeu na região é uma das maiores do continente.
Apesar de rivais no Grupo G, os portugueses demonstraram enorme simpatia à presença da imprensa brasileira.
– O melhor cenário é nos enfrentarmos classificados na última rodada e acontecer um empate. Somos irmãos! Nenhum país tem tantos talentos individuais como o Brasil – afirmou Carlos Marinho, um dos portugueses à espera de sua seleção na arquibancada da escola.

Robben se machuca, e Holanda goleia antes de rumar para a África
Com direito a homenagem para o veterano goleiro Edwin Van der Sar, antes de a bola rolar – o arqueiro de 39 anos tem 130 jogos pela seleção -, a Holanda se inspirou no lendário ‘Carrossel’ de 1974 e goleou a Hungria por 6 a 1, de virada, neste sábado, na Amsterdam Arena, no último amistoso antes da viagem para a África do Sul.
Mas a festa laranja terminou em preocupação. Aos 41 minutos do segundo tempo, Arjen Robben tentou uma jogada de efeito e machucou, sozinho, a perna esquerda. Mancando, o jogador foi substituído e levado imediatamente a um hospital para verificar a gravidade da lesão. E não viaja junto com os demais jogadores da seleção para a África do Sul.
Dzsudzsak abriu o placar para os húngaros, mas Van Persie, Sneijder, Van Bommel, Elia e Robben (dois) marcaram para a seleção comandada por Bert van Marwijk.
Este foi o quarto amistoso seguido vencido pelos holandeses. Antes, já haviam derrotado Estados Unidos, México e Gana. A Holanda está no Grupo E da Copa do Mundo com Dinamarca, Japão e Camarões. A equipe estreia no próximo dia 16, contra os dinamarqueses, em Joanesburgo.

Susto na Amsterdam Arena
Quando a bola rolou, os holandeses partiram para cima, embalados pela torcida. No entanto, os visitantes surpreenderam ao abrir o placar logo aos cinco minutos. Dzsudzsak recebeu passe na ponta direita, arrancou e finalizou com efeito na entrada da área, no ângulo de Stekelemburg.
O empate parecia questão de tempo, pois os holandeses não se abateram e continuaram em cima. Aos 20, Van der Wiel tentou avançar pela direita, mas foi desarmado. Kuyt recuperou e rolou para a entrada da área. Van Persie dominou e bateu rasteiro, no canto, sem chance para o goleiro.

Robben se machuca sozinho
Na volta do intervalo, o técnico Bert van Marwijk sacou Kuyt para a entrada de Robben. Os holandeses mantiveram o ritmo. Aos dez, Van Persie apareceu na entrada da área e abriu na canhota para Van Bronckhorst. O lateral cruzou rasteiro e Sneijder completou, decretando a virada (2 a 1).
Aos 17, novamente Van Bronckhorst desceu pela esquerda e cruzou. O goleiro húngaro titubeou na saída, e Robben, no segundo pau, só completou, marcando o terceiro dos holandeses. Aos 25, o experiente Van Bommel recebeu de Robben e soltou a bomba, de fora da área, ampliando.
Entregues, os húngaros apenas se defendiam e torciam para o tempo passar logo. Mas o time da casa não tirou o pé do acelerador. Aos 27, Elia, que acabara de entrar, se livrou de três marcadores e chutou cruzado, marcando um golaço. Seis minutos depois, caindo pelo lado direito, Robben cortou para dentro, trouxe para o pé bom – o canhoto -, e chutou colocado, anotando o sexto gol. No entanto, aos 41, o meia tentou dar uma passe de calcanhar e se machucou sozinho, sendo substituído em seguida. E reduzindo a comemoração dos holandeses nas arquibancadas.

Atletas

Loco Abreu é o maior artilheiro entre os 736 jogadores da Copa do Mundo
Se o Uruguai não está no rol de favoritos da Copa do Mundo, ao menos tem um motivo para festejar antes mesmo de a bola rolar: entre os 736 jogadores inscritos para o Mundial, o atacante Sebástian Loco Abreu é o que tem mais gols na carreira. Aos 33 anos, o jogador do Botafogo já balançou as redes 305 vezes, superando por três Thierry Henry, que deve começar a Copa na reserva da França.
Pelas contas do atacante uruguaio, a marca é ainda mais expressiva, já que ele considera o número de 309 gols – quatro deles, no entanto, foram em partidas não consideradas oficiais.
No dia 26, o Uruguai goleou Israel por 4 a 1, e Abreu marcou duas vezes. Com isso, chegou a 30 gols com a camisa da Celeste e ficou a apenas um de Scarone, maior artilheiro da história da seleção.
Além de Abreu e Henry, a lista dos que têm mais de 200 gola na carreira se completa com o argentino Martin Palermo (288), o marfinense Didier Drogba (244), o camaronês Samuel Eto’o (217), o espanhol David Villa (207) e o alemão Miroslav Klose (204). Drogba sofreu uma grave lesão no braço nesta sexta-feira e ainda é dúvida para a Costa do Marfim. A pesquisa foi feita pelo site uruguaio “Ovación”.

Fciamos aqui com mais um “Conexão África”, lembre-se, a copa está aí. Dia 11!

Realização: UHTV + Esporte Jovem

Publicado em junho 8, 2010, em conexão áfrica. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: