ÚLTIMO CAPÍTULO: "Marcas & Vidas" chega ao fim!

17º Capítulo – Último Capítulo
Rafaela, Gustavo e a filha Clara passavam ótimos momentos juntos. Num certo dia a chegarem de um passeio eles recebem uma visita.
Ao abrir a porta Rafaela tem uma surpresa:
– Não acredito. Você por aqui? O que eu você quer? Quem mais você quer expulsar?
A visita era Laura, sabendo dos erros que havia cometido diz:
– Vim aqui pra esclarecer algumas coisas.
Rafaela em tom de ironia diz:
– Você pôs a Isa pra fora como fez comigo, realmente, não aprendeu com os erros. Você é uma pessoa que não merece nada.
Laura sem entender o porquê de a filha dizer aquilo diz:
– O que eu fiz para que não mereça nada? Fiz o que tinha que ser feito.
Rafaela inconformada diz:
– Matar sua filha é o que tinha que ser feito? Você não estava lá quando ela fez o parto, quando teve Clara, que agora está comigo.
Laura chorando responde:
– Matar? Porque a filha dela está com você? Não me diga que…
Rafaela diz:
– Isa morreu devido a não ter se cuidado e não ter nenhum apoio familiar. A filha dela você rejeitou, então eu a adotei, ela é minha filha.
Laura se culpando diz:
– Estou muito arrependida, essa morte foi provocada por mim.
Laura com lágrimas nos olhos diz:
– Se eu tivesse apoiado a Isa ela teria se cuidado melhor e nada disso teria acontecido. Vou dar toda a assistência a essa criança e dar a ela o que deixei de dar à Isa: uma educação melhor.
Rafaela otimista diz:
Eu permito que nos ajude e que faça algo por sua neta, mas não irá mimá-la como fez com Isa.
Com todos esses acontecimentos, Juliana inicia uma ONG que conscientiza as pessoas sobre o uso de preservativos e dá apoio para mulheres que assim como Isa foram expulsas de casa e não tem como terem todos os cuidados necessários para receber uma criança.
E em certo dia, ao voltar para casa, Juliana encontra Fred, o pai de Clara. Ele não sabia da existência de Clara, achava que ela havia morrido junto com a mãe e acreditando nisso ele entra para a ONG. E em um dia normal de trabalho ele se beija com Juliana. Eles decidem namorar e construir uma família.
Laura largou seu marido que até aquele dia não havia feito nada pela família e não sabia de nada do ocorrido.
Certo dia ela vai à casa de Rafaela:
– Filha, eu larguei seu pai. Poderia vim viver com você pra sempre?
Rafaela emocionada diz:
– Claro! Eu não te desprezaria num momento desses.
A família estava completa. Clara era a alegria da casa, completava o vazio deixado por Isa, e ao contrário da verdadeira mãe, Clara era uma menina especial e totalmente voltada a fazer o bem.
Ser uma pessoa do bem, seguindo as regras muitas vezes nos traz marcas, muitas marcas.
Andar na irresponsabilidade nos levará à um triste fim.

Marcas? Com o tempo elas se cicatrizam!
Não perca! Próxima segunda, às 18h, no lugar de “Marcas & Vidas”, não perca a estreia de “Genética Mortal”. Só aqui, no UHTV!
Mais uma web para por fogo nos fins de tarde do UHTV!

AMANHÃ, NÃO PERCA, TEM A REAPRESENTAÇÃO DO ÚLTIMO CAPÍTULO DE “MARCAS & VIDAS”!

Publicado em março 29, 2011, em Genética Mortal, Marcas e Vidas. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: