Arquivo da categoria: CNT

Vejam o que rola Hoje em "Lei & Ordem" na Rede CNT (17/01)


A mãe leva o filho para o hospital depois que ele é baleado, porém, ela desaparece quando a polícia chega. Depois de investigrem um pouco, os detetives da SVU ficam sabendo que a mulher é namorada de um traficante. Quando eles finalmente conseguem chegar até à mulher e seu outro filho, ela confessa que tentou impedir que o traficante fosse descoberto pela polícia. Ela agora teme que o namorado vá tentar matá-la e à sua família, pois ele é a pessoa que atirou em seu filho. Os detetives SVU devem, então, convencer a mulher aterrorizada para entrar no programa de proteção a testemunhas e testemunhar contra o namorado criminoso.


Fonte: Rede CNT

Vejam o que rola Hoje em "Lei & Ordem" na Rede CNT (17/01)


A mãe leva o filho para o hospital depois que ele é baleado, porém, ela desaparece quando a polícia chega. Depois de investigrem um pouco, os detetives da SVU ficam sabendo que a mulher é namorada de um traficante. Quando eles finalmente conseguem chegar até à mulher e seu outro filho, ela confessa que tentou impedir que o traficante fosse descoberto pela polícia. Ela agora teme que o namorado vá tentar matá-la e à sua família, pois ele é a pessoa que atirou em seu filho. Os detetives SVU devem, então, convencer a mulher aterrorizada para entrar no programa de proteção a testemunhas e testemunhar contra o namorado criminoso.


Fonte: Rede CNT

Vejam o que rola Hoje no Programa Marcia Peltier Entrevista, na Rede CNT (17/01)

O Programa Marcia Peltier Entrevista desta terça-feira, dia  17 de janeiro, recebe um dos fundadores da Bossa Nova:  o compositor e produtor musical Roberto Menescal.
E tem muita gente que não sabe que ele nasceu em Vitória, capital do Espírito Santo. “Mas eu vim com 3 anos para o Rio.Sou carioquíssimo.Olha só o jeitinho dele andar…”,brinca.
Mas foi no Rio de Janeiro que despontou para o sucesso. Embora a família tivesse outra expectativa para ele.”Meu pai queria que eu fosse arquiteto. Até que um dia eu fui fazer um show com o Tom Jobim e depois saímos para jantar e o Tom  me disse: Menescal, pára com essa bobagem de estudar arquitetura e vá fazer o que você gosta”,revela.
E parece que o conselho deu certo. Ele é  considerado um dos maiores talentos da Bossa Nova, ao lado de nomes  como  o próprio Tom Jobim, Ronaldo Bôscoli e Carlinhos Lyra.
“Tudo começou nas reuniões no apartamento da Nara Leão na Avenida Atlântica, em Copacabana.A gente se reunia ali pra fazer música”,conta.
E como surgiu o termo Bossa Nova?
“A gente foi fazer um show com a Silvinha Telles, num clube em Laranjeiras e quando chegamos lá, tinha um cartaz na porta dizendo: Hoje, Sílvia Telles e um Grupo Bossa Nova. A gente brincou com o nome, mas o Ronaldo Bôscoli disse, sério,:Vocês estão brincando? Esse nome vai acompanhar a gente nessa vida e até depois da vida”,relembra.
E como surgiu a famosa batida de violão da Bossa Nova?
“O que ocorre é que a gente queria imitar o ritmo do samba no violão. E o João Gilberto disse: vocês estão querendo imitar a bateria toda dos sambistas. E ele começou a imitar só o tamborim  no violão. Surgiu aí a famosa batida Bossa Nova”,explica.

Menescal também participou do famoso concerto no Carnegie Hall nos Estados Unidos em 1962.
“O Tom me chamou para ir e eu disse: não posso, eu tenho uma pescaria em Cabo Frio.Ele falou: você tem que ir. Eu fui e de lá a Bossa Nova tomou o mundo.Mas quando voltei pro Brasil,o David Nasser tinha publicado no O Cruzeiro uma reportagem falando do fracasso no Carnegie Hall. Isso só foi resolvido depois que o Ricardo Amaral mostrou na tevê um filme onde nós éramos aplaudidos de pé pelos americanos”,conta.
Menescal já se apresentou também em países como Inglaterra, Holanda, Dinamarca,Austrália e Japão.
Tocou ao lado de nomes como Chico Buarque, Gal Costa, Fagner e Nara Leão.
Gravou até com o  guitarrista do The Police, Andy Summers.
“Eu fiz uma jam session com ele no apartamento que era da Nara,junto com o Marcos Valle,o Pery Ribeiro e a Leila Pinheiro.E também fui tocar com ele lá no alto da favela do Vidigal.Tudo isso está num dvd que fiz com o Andy”,fala.
Ele também produziu discos de Elis Regina, Maria Bethânia, MPB4, Leny Andrade e Wanda Sá.
É autor de canções imortais como “Rio”,“Nós e o Mar” e “O Barquinho”. Aliás,na entrevista ele conta que a inspiração para compor esta última, veio de um fim de semana, onde ele, Ronaldo Bôscoli e outros do grupo da Bossa Nova ficaram a deriva num barco, próximo a Arraial do Cabo, na Região dos Lagos no Rio de Janeiro.
E como este ícone deste movimento que mudou para sempre a MPB, se define?”Eu sou um funcionário da Bossa Nova”,diz rindo. 

Fonte: Rede CNT

Vejam o que rola Hoje no Programa Marcia Peltier Entrevista, na Rede CNT (17/01)

O Programa Marcia Peltier Entrevista desta terça-feira, dia  17 de janeiro, recebe um dos fundadores da Bossa Nova:  o compositor e produtor musical Roberto Menescal.
E tem muita gente que não sabe que ele nasceu em Vitória, capital do Espírito Santo. “Mas eu vim com 3 anos para o Rio.Sou carioquíssimo.Olha só o jeitinho dele andar…”,brinca.
Mas foi no Rio de Janeiro que despontou para o sucesso. Embora a família tivesse outra expectativa para ele.”Meu pai queria que eu fosse arquiteto. Até que um dia eu fui fazer um show com o Tom Jobim e depois saímos para jantar e o Tom  me disse: Menescal, pára com essa bobagem de estudar arquitetura e vá fazer o que você gosta”,revela.
E parece que o conselho deu certo. Ele é  considerado um dos maiores talentos da Bossa Nova, ao lado de nomes  como  o próprio Tom Jobim, Ronaldo Bôscoli e Carlinhos Lyra.
“Tudo começou nas reuniões no apartamento da Nara Leão na Avenida Atlântica, em Copacabana.A gente se reunia ali pra fazer música”,conta.
E como surgiu o termo Bossa Nova?
“A gente foi fazer um show com a Silvinha Telles, num clube em Laranjeiras e quando chegamos lá, tinha um cartaz na porta dizendo: Hoje, Sílvia Telles e um Grupo Bossa Nova. A gente brincou com o nome, mas o Ronaldo Bôscoli disse, sério,:Vocês estão brincando? Esse nome vai acompanhar a gente nessa vida e até depois da vida”,relembra.
E como surgiu a famosa batida de violão da Bossa Nova?
“O que ocorre é que a gente queria imitar o ritmo do samba no violão. E o João Gilberto disse: vocês estão querendo imitar a bateria toda dos sambistas. E ele começou a imitar só o tamborim  no violão. Surgiu aí a famosa batida Bossa Nova”,explica.

Menescal também participou do famoso concerto no Carnegie Hall nos Estados Unidos em 1962.
“O Tom me chamou para ir e eu disse: não posso, eu tenho uma pescaria em Cabo Frio.Ele falou: você tem que ir. Eu fui e de lá a Bossa Nova tomou o mundo.Mas quando voltei pro Brasil,o David Nasser tinha publicado no O Cruzeiro uma reportagem falando do fracasso no Carnegie Hall. Isso só foi resolvido depois que o Ricardo Amaral mostrou na tevê um filme onde nós éramos aplaudidos de pé pelos americanos”,conta.
Menescal já se apresentou também em países como Inglaterra, Holanda, Dinamarca,Austrália e Japão.
Tocou ao lado de nomes como Chico Buarque, Gal Costa, Fagner e Nara Leão.
Gravou até com o  guitarrista do The Police, Andy Summers.
“Eu fiz uma jam session com ele no apartamento que era da Nara,junto com o Marcos Valle,o Pery Ribeiro e a Leila Pinheiro.E também fui tocar com ele lá no alto da favela do Vidigal.Tudo isso está num dvd que fiz com o Andy”,fala.
Ele também produziu discos de Elis Regina, Maria Bethânia, MPB4, Leny Andrade e Wanda Sá.
É autor de canções imortais como “Rio”,“Nós e o Mar” e “O Barquinho”. Aliás,na entrevista ele conta que a inspiração para compor esta última, veio de um fim de semana, onde ele, Ronaldo Bôscoli e outros do grupo da Bossa Nova ficaram a deriva num barco, próximo a Arraial do Cabo, na Região dos Lagos no Rio de Janeiro.
E como este ícone deste movimento que mudou para sempre a MPB, se define?”Eu sou um funcionário da Bossa Nova”,diz rindo. 

Fonte: Rede CNT

Vejam o que rola Hoje no Programa Marcia Peltier Entrevista, na Rede CNT (17/01)

O Programa Marcia Peltier Entrevista desta terça-feira, dia  17 de janeiro, recebe um dos fundadores da Bossa Nova:  o compositor e produtor musical Roberto Menescal.
E tem muita gente que não sabe que ele nasceu em Vitória, capital do Espírito Santo. “Mas eu vim com 3 anos para o Rio.Sou carioquíssimo.Olha só o jeitinho dele andar…”,brinca.
Mas foi no Rio de Janeiro que despontou para o sucesso. Embora a família tivesse outra expectativa para ele.”Meu pai queria que eu fosse arquiteto. Até que um dia eu fui fazer um show com o Tom Jobim e depois saímos para jantar e o Tom  me disse: Menescal, pára com essa bobagem de estudar arquitetura e vá fazer o que você gosta”,revela.
E parece que o conselho deu certo. Ele é  considerado um dos maiores talentos da Bossa Nova, ao lado de nomes  como  o próprio Tom Jobim, Ronaldo Bôscoli e Carlinhos Lyra.
“Tudo começou nas reuniões no apartamento da Nara Leão na Avenida Atlântica, em Copacabana.A gente se reunia ali pra fazer música”,conta.
E como surgiu o termo Bossa Nova?
“A gente foi fazer um show com a Silvinha Telles, num clube em Laranjeiras e quando chegamos lá, tinha um cartaz na porta dizendo: Hoje, Sílvia Telles e um Grupo Bossa Nova. A gente brincou com o nome, mas o Ronaldo Bôscoli disse, sério,:Vocês estão brincando? Esse nome vai acompanhar a gente nessa vida e até depois da vida”,relembra.
E como surgiu a famosa batida de violão da Bossa Nova?
“O que ocorre é que a gente queria imitar o ritmo do samba no violão. E o João Gilberto disse: vocês estão querendo imitar a bateria toda dos sambistas. E ele começou a imitar só o tamborim  no violão. Surgiu aí a famosa batida Bossa Nova”,explica.

Menescal também participou do famoso concerto no Carnegie Hall nos Estados Unidos em 1962.
“O Tom me chamou para ir e eu disse: não posso, eu tenho uma pescaria em Cabo Frio.Ele falou: você tem que ir. Eu fui e de lá a Bossa Nova tomou o mundo.Mas quando voltei pro Brasil,o David Nasser tinha publicado no O Cruzeiro uma reportagem falando do fracasso no Carnegie Hall. Isso só foi resolvido depois que o Ricardo Amaral mostrou na tevê um filme onde nós éramos aplaudidos de pé pelos americanos”,conta.
Menescal já se apresentou também em países como Inglaterra, Holanda, Dinamarca,Austrália e Japão.
Tocou ao lado de nomes como Chico Buarque, Gal Costa, Fagner e Nara Leão.
Gravou até com o  guitarrista do The Police, Andy Summers.
“Eu fiz uma jam session com ele no apartamento que era da Nara,junto com o Marcos Valle,o Pery Ribeiro e a Leila Pinheiro.E também fui tocar com ele lá no alto da favela do Vidigal.Tudo isso está num dvd que fiz com o Andy”,fala.
Ele também produziu discos de Elis Regina, Maria Bethânia, MPB4, Leny Andrade e Wanda Sá.
É autor de canções imortais como “Rio”,“Nós e o Mar” e “O Barquinho”. Aliás,na entrevista ele conta que a inspiração para compor esta última, veio de um fim de semana, onde ele, Ronaldo Bôscoli e outros do grupo da Bossa Nova ficaram a deriva num barco, próximo a Arraial do Cabo, na Região dos Lagos no Rio de Janeiro.
E como este ícone deste movimento que mudou para sempre a MPB, se define?”Eu sou um funcionário da Bossa Nova”,diz rindo. 

Fonte: Rede CNT

Vejam o que rola Hoje em "Sexo Forte Sexo Frágil" na Rede CNT (17/01)


Tamara tenta explicar a Álvaro o motivo dos objetos sexuais mas ele se mostra irredutível em sua opinião e assim, ela aproveita para quebrar a discussão contando que encontrou maconha na mochila de Vitor. No centro de ajuda Maria diz para Pedro e Bruno que seguirá contando sua história nas reuniões para que assim, possa  ajudar a evitar que outras meninas caiam na mesma armadilha. Helena decide reunir os Camachos para discutir a situação de Benjamin e eles, a contragosto se fazem presentes. Tamara e Álvaro conversam com Vitor sobre a droga encontrada e ele afirma que não é dele e que não usa. Álvaro então pede que ele não mais ajude seu amigo viciado. Julian encontra Aida e os dois decidem ir para o hotel. Lá, ele falha de novo e vai embora decepcionado, mesmo com ela se mostrando bastante compreensiva. Helena e os Camachos discutem muito sobre a situação de Benjamin e não chegam a um consenso. A situação  piora quando Bruno, também presente, oferta sua opinião a respeito da sexualidade. Isto deixa Augustin muito nervoso. Finalmente Leonor  vai embora com seus pais, o que deixa Maria entristecida. Aida telefona para Julian e pede uma chance, um novo encontro. Os dois estão num restaurante quando Augustin liga para ela. Ela desconversa dizendo que não poderá se encontrar com ele porque está com uma amiga. Maximo, o espírito que agora atormenta Augustin diz para ele que ela está mentindo, que ele precisa ser mais durão. Os Camachos estão com problemas em casa e precisam de uma empregada. Marcam entrevista com três candidatas que, ao saber que são quatro homens separados e sem nenhuma mulher por lá, desistem da oferta de emprego. Augustin insisteem falar com Aidae para lhe infernizar a mente, Maximo diz que para ele, ela já encontrou alguém mais jovem.

Fonte: Rede CNT

Vejam o que rola Hoje em "Sexo Forte Sexo Frágil" na Rede CNT (17/01)


Tamara tenta explicar a Álvaro o motivo dos objetos sexuais mas ele se mostra irredutível em sua opinião e assim, ela aproveita para quebrar a discussão contando que encontrou maconha na mochila de Vitor. No centro de ajuda Maria diz para Pedro e Bruno que seguirá contando sua história nas reuniões para que assim, possa  ajudar a evitar que outras meninas caiam na mesma armadilha. Helena decide reunir os Camachos para discutir a situação de Benjamin e eles, a contragosto se fazem presentes. Tamara e Álvaro conversam com Vitor sobre a droga encontrada e ele afirma que não é dele e que não usa. Álvaro então pede que ele não mais ajude seu amigo viciado. Julian encontra Aida e os dois decidem ir para o hotel. Lá, ele falha de novo e vai embora decepcionado, mesmo com ela se mostrando bastante compreensiva. Helena e os Camachos discutem muito sobre a situação de Benjamin e não chegam a um consenso. A situação  piora quando Bruno, também presente, oferta sua opinião a respeito da sexualidade. Isto deixa Augustin muito nervoso. Finalmente Leonor  vai embora com seus pais, o que deixa Maria entristecida. Aida telefona para Julian e pede uma chance, um novo encontro. Os dois estão num restaurante quando Augustin liga para ela. Ela desconversa dizendo que não poderá se encontrar com ele porque está com uma amiga. Maximo, o espírito que agora atormenta Augustin diz para ele que ela está mentindo, que ele precisa ser mais durão. Os Camachos estão com problemas em casa e precisam de uma empregada. Marcam entrevista com três candidatas que, ao saber que são quatro homens separados e sem nenhuma mulher por lá, desistem da oferta de emprego. Augustin insisteem falar com Aidae para lhe infernizar a mente, Maximo diz que para ele, ela já encontrou alguém mais jovem.

Fonte: Rede CNT

Vejam o que rola Hoje em "Sexo Forte Sexo Frágil" na Rede CNT (17/01)


Tamara tenta explicar a Álvaro o motivo dos objetos sexuais mas ele se mostra irredutível em sua opinião e assim, ela aproveita para quebrar a discussão contando que encontrou maconha na mochila de Vitor. No centro de ajuda Maria diz para Pedro e Bruno que seguirá contando sua história nas reuniões para que assim, possa  ajudar a evitar que outras meninas caiam na mesma armadilha. Helena decide reunir os Camachos para discutir a situação de Benjamin e eles, a contragosto se fazem presentes. Tamara e Álvaro conversam com Vitor sobre a droga encontrada e ele afirma que não é dele e que não usa. Álvaro então pede que ele não mais ajude seu amigo viciado. Julian encontra Aida e os dois decidem ir para o hotel. Lá, ele falha de novo e vai embora decepcionado, mesmo com ela se mostrando bastante compreensiva. Helena e os Camachos discutem muito sobre a situação de Benjamin e não chegam a um consenso. A situação  piora quando Bruno, também presente, oferta sua opinião a respeito da sexualidade. Isto deixa Augustin muito nervoso. Finalmente Leonor  vai embora com seus pais, o que deixa Maria entristecida. Aida telefona para Julian e pede uma chance, um novo encontro. Os dois estão num restaurante quando Augustin liga para ela. Ela desconversa dizendo que não poderá se encontrar com ele porque está com uma amiga. Maximo, o espírito que agora atormenta Augustin diz para ele que ela está mentindo, que ele precisa ser mais durão. Os Camachos estão com problemas em casa e precisam de uma empregada. Marcam entrevista com três candidatas que, ao saber que são quatro homens separados e sem nenhuma mulher por lá, desistem da oferta de emprego. Augustin insisteem falar com Aidae para lhe infernizar a mente, Maximo diz que para ele, ela já encontrou alguém mais jovem.

Fonte: Rede CNT

Vejam o que ainda pode rolar na Rede CNT Hoje em São Paulo!


18:00 – O Poder sobrenatural da Fé 

21:00 – Novela “Sexo Forte Sexo Frágil”

22:00 – Missing – Desaparecidos 

23:00 – 1001 Noites

Redação UHTV! 

Dados da Rede CNT

Vejam o que ainda pode rolar na Rede CNT Hoje em São Paulo!


18:00 – O Poder sobrenatural da Fé 

21:00 – Novela “Sexo Forte Sexo Frágil”

22:00 – Missing – Desaparecidos 

23:00 – 1001 Noites

Redação UHTV! 

Dados da Rede CNT