Arquivo da categoria: Destaque Mundial

Destaque Mundial – Fim de Temporada: Snoop Dogg pode participar de confinamento com celebridades!

Snoop Dogg faz show no festival Lollapalooza (Foto: AP)
Snoop Dogg pode participar de ‘Big Brother’ de celebridades
Rapper está em negociação com reality show exibido na TV inglesa.
Segundo site, ele não comentou se deve ou não aceitar o convite.
O rapper americano Snoop Dogg está em negociações para participar da próxima edição do programa “Celebrity Big Brother”, exibido pelo Channel 5, emissora inglesa.
De acordo com o site Gigwise, Dogg ainda não comentou se aceitará o convite. A edição deste ano do programa será exibida na Inglaterra e pela internet entre agosto e setembro.
O último projeto do rapper é uma música gravada com Charlie Sheen.

Nossa temporada se encerra agora. O “Destaque Mundial” tem hoje o prazer de encerrar com grande sucesso essa 2ª temporada. 
Em 2012, a coluna será renovada e terá novo formato, novo logotipo, entre outras novidades. Fique ligado no UHTV!

Destaque Mundial: Mais pesado, ‘Se beber, não case’ recorre ao repeteco!

Cena do novo 'Se beber, não case!', dirigido por Todd Phillips (Foto: Divulgação)Continuação da comédia de Todd Phillips chegou ao Brasil na última sexta-feira de maio.

Faz dois anos que os amigos Phil (interpretado por Bradley Cooper), Stu (Ed Helms) e Alan (Zach Galifianakis) acordaram num quarto de hotel em Las Vegas, desmemoriados, junto com um tigre roubado – às vésperas do casamento de Doug (Justin Bartha), desaparecido durante a noite de bebedeira.O sucesso inesperado da comédia “Se beber, não case!” (2009) projetou o nome do diretor Todd Phillips. E também garantiu esta continuação, lançada em cinemas brasileiros dia 27 do mês passado.

O quarteto (ou a “alcateia”, como eles se chamam) está de volta, desta vez para o casamento de Stu. Dentista pacato de Los Angeles, ele se casará num resort na Tailândia com a mulher de seus sonhos. E os colegas da “amnésia” anterior também viajarão para a cerimônia: Phil continua o galã irresponsável, Alan um paranóico infantilizado e Doug o contraponto pé-no-chão.

Mas eles colocam tudo a perder quando um inofensivo luau na praia se transforma num pesadelo etílico do qual eles não lembram nem um trecho.

Todo o roteiro de “Se beber, não case! Parte 2” encontra paralelo com o primeiro filme: a alcateia tem que seguir pistas insólitas (um dedo mutilado ou um monge sequestrado) para, aos poucos, remontar a madrugada absurda pela qual passaram. O animal misterioso desta vez é um carismático macaquinho (que também faz o papel do mascote) e quem desaparece é o irmão caçula da noiva, Teddy (Mason Lee), estudante de medicina que procura um pouco de liberdade.

Stu e companheiros em cena do novo 'Se beber, não case!' (Foto: Divulgação)
Para justificar o repeteco, o diretor torna a aventura mais devastadora (e perigosa). Las Vegas parece um playground acolhedor perto do novo cenário do esquecimento: a caótica Bangcoc, onde os protagonistas despertam antes de cruzar com todo tipo de figura sinistra. Assim, as piadas sarcásticas de Phillips continuam funcionando, apesar da sensação de “já vi isto”.
O novo filme, aliás, reforça o talento que o diretor tem para tratar com cautela o conteúdo “pesado demais”. “Se beber, não case! Parte 2” lembra uma versão light de “Medo e delírio” (de 1998, baseado na obra de Hunter S. Thompson e estrelado por Johnny Depp). Nenhum dos protagonistas encosta em drogas ilícitas, e a parte impublicável da madrugada fica apenas na imaginação do espectador, provocada pelos resquícios que aos poucos vão aparecendo.
No fim, resta uma sensação reconfortante de que mesmo as figuras mais banais e desinteressantes podem ter uma noite de aventura descontrolada (e em certa medida inofensiva) em algum ponto da vida.
Antes do primeiro filme, Todd Phillips não acumulava muitos sucessos. Havia dirigido “Dias incríveis” (2003), “Starsky & Hutch – justiça em dobro” (2004) e “Escola de idiotas” (2006), além de algumas produções para a TV e documentários. Desde “Se beber, não case!”, tornou-se nome requisitado em Hollywood, dirigiu Robert Downey Jr. em “Um parto de viagem” (2010) e, com esta continuação, deve se manter ocupado como um dos novos nomes da comédia blockbuster americana.

Que pena. Essa é a penúltima edição do “Destaque Mundial”. Essa 2ª temporada desse grande sucesso chega ao fim na próxima semana.

Destaque Mundial: Mais pesado, ‘Se beber, não case’ recorre ao repeteco!

Cena do novo 'Se beber, não case!', dirigido por Todd Phillips (Foto: Divulgação)Continuação da comédia de Todd Phillips chegou ao Brasil na última sexta-feira de maio.

Faz dois anos que os amigos Phil (interpretado por Bradley Cooper), Stu (Ed Helms) e Alan (Zach Galifianakis) acordaram num quarto de hotel em Las Vegas, desmemoriados, junto com um tigre roubado – às vésperas do casamento de Doug (Justin Bartha), desaparecido durante a noite de bebedeira.O sucesso inesperado da comédia “Se beber, não case!” (2009) projetou o nome do diretor Todd Phillips. E também garantiu esta continuação, lançada em cinemas brasileiros dia 27 do mês passado.

O quarteto (ou a “alcateia”, como eles se chamam) está de volta, desta vez para o casamento de Stu. Dentista pacato de Los Angeles, ele se casará num resort na Tailândia com a mulher de seus sonhos. E os colegas da “amnésia” anterior também viajarão para a cerimônia: Phil continua o galã irresponsável, Alan um paranóico infantilizado e Doug o contraponto pé-no-chão.

Mas eles colocam tudo a perder quando um inofensivo luau na praia se transforma num pesadelo etílico do qual eles não lembram nem um trecho.

Todo o roteiro de “Se beber, não case! Parte 2” encontra paralelo com o primeiro filme: a alcateia tem que seguir pistas insólitas (um dedo mutilado ou um monge sequestrado) para, aos poucos, remontar a madrugada absurda pela qual passaram. O animal misterioso desta vez é um carismático macaquinho (que também faz o papel do mascote) e quem desaparece é o irmão caçula da noiva, Teddy (Mason Lee), estudante de medicina que procura um pouco de liberdade.

Stu e companheiros em cena do novo 'Se beber, não case!' (Foto: Divulgação)
Para justificar o repeteco, o diretor torna a aventura mais devastadora (e perigosa). Las Vegas parece um playground acolhedor perto do novo cenário do esquecimento: a caótica Bangcoc, onde os protagonistas despertam antes de cruzar com todo tipo de figura sinistra. Assim, as piadas sarcásticas de Phillips continuam funcionando, apesar da sensação de “já vi isto”.
O novo filme, aliás, reforça o talento que o diretor tem para tratar com cautela o conteúdo “pesado demais”. “Se beber, não case! Parte 2” lembra uma versão light de “Medo e delírio” (de 1998, baseado na obra de Hunter S. Thompson e estrelado por Johnny Depp). Nenhum dos protagonistas encosta em drogas ilícitas, e a parte impublicável da madrugada fica apenas na imaginação do espectador, provocada pelos resquícios que aos poucos vão aparecendo.
No fim, resta uma sensação reconfortante de que mesmo as figuras mais banais e desinteressantes podem ter uma noite de aventura descontrolada (e em certa medida inofensiva) em algum ponto da vida.
Antes do primeiro filme, Todd Phillips não acumulava muitos sucessos. Havia dirigido “Dias incríveis” (2003), “Starsky & Hutch – justiça em dobro” (2004) e “Escola de idiotas” (2006), além de algumas produções para a TV e documentários. Desde “Se beber, não case!”, tornou-se nome requisitado em Hollywood, dirigiu Robert Downey Jr. em “Um parto de viagem” (2010) e, com esta continuação, deve se manter ocupado como um dos novos nomes da comédia blockbuster americana.

Que pena. Essa é a penúltima edição do “Destaque Mundial”. Essa 2ª temporada desse grande sucesso chega ao fim na próxima semana.

Destaque Mundial: Fergie afirma que Black Eyed Peas fará uma pausa!

Black Eyed Peas (Foto: Daigo Oliva/G1)

‘Vamos nos dedicar mais à vida pessoal’, disse cantora da banda.

No ano passado, grupo lançou o CD ‘The beginning’ e tocou no Brasil.

Fergie, cantora do grupo americano Black Eyed Peas, afirmou que o quarteto pensa em se separar por um tempo antes de começar a trabalhar em seu próximo disco.

“Vamos fazer uma pausa para nos dedicarmos mais à vida pessoal”, justificou a popstar, que é casada com o ator Josh Duhamel, em declaração publicada nesta terça-feira (24) pelo site Gigwise. “Josh e eu estamos passando muito mais tempo juntos neste ano do que nos outros, o que é ótimo.”

No ano passado, o Black Eyed Peas lançou o disco “The beginning”. A banda fez oito shows no Brasil em 2010, entre outubro e novembro.

Destaque Mundial: Fergie afirma que Black Eyed Peas fará uma pausa!

Black Eyed Peas (Foto: Daigo Oliva/G1)

‘Vamos nos dedicar mais à vida pessoal’, disse cantora da banda.

No ano passado, grupo lançou o CD ‘The beginning’ e tocou no Brasil.

Fergie, cantora do grupo americano Black Eyed Peas, afirmou que o quarteto pensa em se separar por um tempo antes de começar a trabalhar em seu próximo disco.

“Vamos fazer uma pausa para nos dedicarmos mais à vida pessoal”, justificou a popstar, que é casada com o ator Josh Duhamel, em declaração publicada nesta terça-feira (24) pelo site Gigwise. “Josh e eu estamos passando muito mais tempo juntos neste ano do que nos outros, o que é ótimo.”

No ano passado, o Black Eyed Peas lançou o disco “The beginning”. A banda fez oito shows no Brasil em 2010, entre outubro e novembro.

Destaque Mundial: ‘Estar no Rio foi fantástico desde o minuto que pousamos’, diz McCartney!

Paul McCartney em momento do show no Engenhão na segunda-feira (23).  (Foto: AP)

Paul McCartney escreveu um depoimento sobre seus shows no Rio de Janeiro divulgado na terça-feira (24). Segundo os organizadores da turnê Up & Coming no país, a mensagem foi escrita pelo cantor na noite de segunda (23), antes da segunda apresentação no ex-beatle na cidade.
No texto, o ex-beatle comenta a empolgação dos fãs em frente ao hotel Copacabana Palace, onde ficou hospedado, e as reações do público durante suas apresentações. 

McCartney deixou o Rio de Janeiro na noite de segunda (23), logo após sua apresentação no Estádio João Havelange, o Engenhão.

Confira a íntegra da mensagem escrita pelo ex-beatle: 
Fãs de todas as idades estavam nos shows. Tinha um enorme grupo de fãs jovens, que eu amo, e também tinha seus pais e até seus avós. Então era uma enorme variação de idade. O entusiasmo pela minha música era simplesmente sensacional. Todos nós da banda curtimos esse momento maravilhoso e nós agradecemos aos fãs por tornarem tudo tão excitante.“Estar no Rio foi fantástico desde o minuto que pousamos. A multidão em volta do hotel era ‘bananas’ [expressão em inglês que significa maluco, louco]. Eles eram loucos e a atmosfera foi crescendo até fazermos os shows. Eu amo o Brasil. Eu amo o fato que eles amam música, é uma nação muito musical. Eu se eu amo música e eles amam música, então é uma conexão natural.
Quando tocamos ‘Hey Jude’ e pedi a plateia para cantar “na na na na’s”, de repente todos mostraram cartazes. Foi uma coisa muito visual. Foi muito emocionante porque os fãs tiveram todo este trabalho. Ele poderiam ter apenas vindo ao show e assistido, mas eles se falaram antes para criar este momento tão especial. Ele se conectaram uns com os outros, depois conectaram-se conosco e com a equipe inteira. Todos se sentiram unidos. Foi muito excitante e emocionante ver que as pessoas se importam tanto.”
Semana que vem tem mais. NÃO PERCA!

Destaque Mundial: ‘Estar no Rio foi fantástico desde o minuto que pousamos’, diz McCartney!

Paul McCartney em momento do show no Engenhão na segunda-feira (23).  (Foto: AP)

Paul McCartney escreveu um depoimento sobre seus shows no Rio de Janeiro divulgado na terça-feira (24). Segundo os organizadores da turnê Up & Coming no país, a mensagem foi escrita pelo cantor na noite de segunda (23), antes da segunda apresentação no ex-beatle na cidade.
No texto, o ex-beatle comenta a empolgação dos fãs em frente ao hotel Copacabana Palace, onde ficou hospedado, e as reações do público durante suas apresentações. 

McCartney deixou o Rio de Janeiro na noite de segunda (23), logo após sua apresentação no Estádio João Havelange, o Engenhão.

Confira a íntegra da mensagem escrita pelo ex-beatle: 
Fãs de todas as idades estavam nos shows. Tinha um enorme grupo de fãs jovens, que eu amo, e também tinha seus pais e até seus avós. Então era uma enorme variação de idade. O entusiasmo pela minha música era simplesmente sensacional. Todos nós da banda curtimos esse momento maravilhoso e nós agradecemos aos fãs por tornarem tudo tão excitante.“Estar no Rio foi fantástico desde o minuto que pousamos. A multidão em volta do hotel era ‘bananas’ [expressão em inglês que significa maluco, louco]. Eles eram loucos e a atmosfera foi crescendo até fazermos os shows. Eu amo o Brasil. Eu amo o fato que eles amam música, é uma nação muito musical. Eu se eu amo música e eles amam música, então é uma conexão natural.
Quando tocamos ‘Hey Jude’ e pedi a plateia para cantar “na na na na’s”, de repente todos mostraram cartazes. Foi uma coisa muito visual. Foi muito emocionante porque os fãs tiveram todo este trabalho. Ele poderiam ter apenas vindo ao show e assistido, mas eles se falaram antes para criar este momento tão especial. Ele se conectaram uns com os outros, depois conectaram-se conosco e com a equipe inteira. Todos se sentiram unidos. Foi muito excitante e emocionante ver que as pessoas se importam tanto.”
Semana que vem tem mais. NÃO PERCA!

Destaque Mundial: ‘Estar no Rio foi fantástico desde o minuto que pousamos’, diz McCartney!

Paul McCartney em momento do show no Engenhão na segunda-feira (23).  (Foto: AP)

Paul McCartney escreveu um depoimento sobre seus shows no Rio de Janeiro divulgado na terça-feira (24). Segundo os organizadores da turnê Up & Coming no país, a mensagem foi escrita pelo cantor na noite de segunda (23), antes da segunda apresentação no ex-beatle na cidade.
No texto, o ex-beatle comenta a empolgação dos fãs em frente ao hotel Copacabana Palace, onde ficou hospedado, e as reações do público durante suas apresentações. 

McCartney deixou o Rio de Janeiro na noite de segunda (23), logo após sua apresentação no Estádio João Havelange, o Engenhão.

Confira a íntegra da mensagem escrita pelo ex-beatle: 
Fãs de todas as idades estavam nos shows. Tinha um enorme grupo de fãs jovens, que eu amo, e também tinha seus pais e até seus avós. Então era uma enorme variação de idade. O entusiasmo pela minha música era simplesmente sensacional. Todos nós da banda curtimos esse momento maravilhoso e nós agradecemos aos fãs por tornarem tudo tão excitante.“Estar no Rio foi fantástico desde o minuto que pousamos. A multidão em volta do hotel era ‘bananas’ [expressão em inglês que significa maluco, louco]. Eles eram loucos e a atmosfera foi crescendo até fazermos os shows. Eu amo o Brasil. Eu amo o fato que eles amam música, é uma nação muito musical. Eu se eu amo música e eles amam música, então é uma conexão natural.
Quando tocamos ‘Hey Jude’ e pedi a plateia para cantar “na na na na’s”, de repente todos mostraram cartazes. Foi uma coisa muito visual. Foi muito emocionante porque os fãs tiveram todo este trabalho. Ele poderiam ter apenas vindo ao show e assistido, mas eles se falaram antes para criar este momento tão especial. Ele se conectaram uns com os outros, depois conectaram-se conosco e com a equipe inteira. Todos se sentiram unidos. Foi muito excitante e emocionante ver que as pessoas se importam tanto.”
Semana que vem tem mais. NÃO PERCA!

Destaque Mundial: Entrevista com Miley Cyrus!

Miley foi entrevistada pela revista chilena “COSAS”. Miley fala um pouco sobre suas amizades, suas influências, etc. Confira:

Nossos amigos geralmente saem da escola, ou universidade. De onde vem os seus amigos?
Meu pai sempre foi um cantor, eu cresci numa turnê. Quando eu consegui o papel pra Hannah Montana eu estava na 6ª série e vivia em Nashville; então eu estava acostumada com isso. Quando eu entrei na indústria do entretenimento.

Mas, onde você encontra seus amigos?
Nashville é a capital da musica county, muitos dos meus amigos são cantores ou tocam alguns instrumentos.. O fato de eles serem músicos são honestos, e é por isso que eu gosto que meus amigos sejam ligados a música.


Como é crescer nos holofotes?

Eu acho que essa é a pior parte de estar na indústria, ter sua vida privada tão pública. Se houvesse algo que eu mudaria, seria isso. É por isso que eu gosto de ser tão honesta com a minha música, e é isso que eu quero mostrar para os meus fãs. Minha vida privada não é da conta de ninguém, e menos ainda quando envolve minha família.


Você acha que você perdeu alguma coisa?
Não, eu viajo bastante e faço o que eu quero.

Você já ouviu falar nas histórias de Britney Spears? Muitas pessoas esperam que você seja a nova Britney?
Quando você é parte da indústria, todos ficam esperando ver você cair. Eu tenho certeza que há outros jornalistas, que são seus colegas de trabalho, esperando ver você cair porque eles tem inveja! E é por isso que você tem que separar, quando é trabalho, é trabalho; quando é sua vida privada, deixe apenas pessoas com o coração puro entrar nela.


O que você acha da Britney Spears?

Eu adoro ela, ela é incrível. Eu entendo que ela teve aqueles momentos difíceis em sua vida, mas no final, ela é puro talento. Ela define a música pop.


Quem são suas influências na indústria?
Minha Madrinha, Dolly Parton.


Dolly Parton? Não é a Lady Gaga, Madonna?
Como eu posso admirar alguém que eu não conheço pessoalmente? Elas são incríveis no palco, mas eu não conheço o coração delas.. Eu não sei quem elas são.

Destaque Mundial: Turnê de Dulce Maria começa amanhã, no Brasil!

https://i2.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20110408120324.jpg

A cantora mexicana Dulce Maria vai iniciar a sua turnê mundial do disco “Extranjera” no Brasil. O primeiro show, que acontece no dia 24 de maio no Clube do Rocha em Brasília, só será realizado devido a mobilização dos fãs.
Com o intuito de reunir um grande número de fãs no show, os brasilienses vão se reunir neste sábado (9), às 13h30, em frente à Torre de TV, para discutir as estratégias de divulgação do show da cantora. O trabalho realizado por eles está sendo filmado e fotografado para chamar a atenção da imprensa local.
Os fã-clubes “Dulce Sueño” e “DulceM Brasília”, ambos reconhecidos pela própria cantora, estão à frente deste trabalho de divulgação da passagem da mexicana por Brasília.
Além de Brasília, a ex-RBD ainda passa por Fortaleza, Belo Horizonte, São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Em tempo
Dulce Maria visitou o Brasil no ano passado para fazer a divulgação do seu primeiro disco solo. Na ocasião, ela participou dos programas “Acesso MTV” e “Ídolos”, além de gravar entrevistas para o programa “Eliana”, do SBT, e “Ritmo Brasil”, da RedeTV!.

Semana que vem tem mais. Não perca!