Arquivo da categoria: Dossie

Dossiê – Edição 99: 2ª parte da vida de Gugu encerra temporada da coluna!


Família
Gugu Liberato é filho de Maria do Céu e Claudino Augusto, ambos portugueses, e tem dois irmãos, a numeróloga Aparecida Liberato e o administrador de empresas Amândio Liberato, ambos mais velhos. Tem cinco sobrinhos: Rodrigo, Alice, Amanda, André e Alexandre, sendo dois filhos de Aparecida Liberato (Rodrigo e Alice) e três de Amândio Liberato (Alexandre, André e Amanda). No dia 10 de novembro de 2001, nasceu seu primeiro filho, João Augusto. Em 25 de dezembro de 2003, nasceram as gêmeas Sofia e Marina, filhos que teve com a médica Rose Miriam Di Matteo.
Investimentos em mídia

Televisão
Em 1997, Gugu associou-se a empresários de Cuiabá (Mato Grosso) para formar uma rede de televisão, sediada naquela cidade. De acordo com levantamento da repórter Elvira Lobato da Folha de São Paulo, o animador ficou com 49% das ações da Pantanal Som e Imagem. O caso veio a público durante a campanha presidencial de 2002, quando Gugu apresentava o programa de TV do então candidato do PSDB, José Serra.
A concessão do canal chegou a ser anulada pelo então ministro das Comunicações, Juarez Quadros. Mas, em fevereiro de 2007, após uma longa disputa judicial, Gugu conseguiu ter de volta a concessão da TV Pantanal. Pelos planos do apresentador, a emissora se tornaria um canal de notícias, segundo os moldes da emissora americana Cable News Network (CNN).

O negócio com a TVJB
Um mês após reaver a concessão da Pantanal Som e Imagem, Gugu fechou um acordo de cessão dos estúdios da produtora GGP para a produção paulista da programação da Rede JB (antiga CNT). O site O Fuxico, filiado ao portal Terra Networks e do qual o animador é parceiro, continua a funcionar na sede da produtora, no bairro de Alphaville (Barueri).

Saída do SBT e entrada na Rede Record
No dia 25 de junho de 2009, Gugu deixa o SBT e assina um contrato de oito anos com a Rede Record. Com um salário mensal de R$ 3 milhões, Gugu iria comandar um programa dominical na emissora paulista. Também estão previstos um programa de entrevistas no canal de notícias Record News e um programa na Record Internacional.
Sua estreia na emissora se deu no dia 30 de agosto de 2009, com a estreia de seu programa, intitulado apenas Programa do Gugu e exibido às 20h, após o jornalístico Domingo Espetacular.Em maio de 2010,seu programa passou a ser exibido as 16:00,após o Tudo é possivel.
Em seu primeiro programa, além de erros técnicos, Gugu anunciou a presença do grupo internacional Blue Man Group e chamou seu programa erradamente, como Domingo Legal, antigo programa que o mesmo apresentava no SBT. No bloco seguinte, Gugu desculpou-se pelo erro.
No primeiro semestre de 2010, Gugu sofreu com baixos índices de audiência, sendo muitas vezes derrotado pelo programa de Silvio Santos, do SBT, seu antigo patrão. Em 16 de maio de 2010, Gugu amargou um dos piores resultados da sua carreira, 8 pontos de média, ficando em 4° no ranking dominical do horário, atrás de Globo (21), Rede TV! (11) e SBT (10). Essa, porém, não foi a primeira vez que o apresentador viu seu programa fechar em 4°.Mais depois que seu programa mudou de horario,e inverteu com odomingo espetacular sua audiencia subiu novamente,e, hoje mantém a vice liderança absoluta no horario,e,as vezes a total liderança isolada,vencendo do domingão do faustão e do Eliana.

Banheira do Gugu
A Banheira do Gugu era uma competição entre duas equipes, uma masculina e outra feminina, composta basicamente de celebridades da época. A prova era realizada em uma banheira cheia d´água e espuma, onde o apresentador Gugu Liberato jogava 10 sabonetes, cada integrante entrava na banheira vestindo trajes de banho com o objetivo de tentar pegar o maior número de sabonetes possível no tempo de 1 minuto, ao mesmo tempo que era impedido por uma modelo trajando biquíni. Este papel foi executado pelas modelos Luiza Ambiel, Nana Gouvêa, Solange Gomes e Helen Ganzarolli durante vários anos. A ex-dançarina do É o Tchan, Carla Perez, também participou diversas vezes do quadro, que rendeu grandes índices de audiência a Gugu.
O quadro foi extinto do programa, pois o Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação do Ministério da Justiça, considerou que o quadro não era adequado para o horário por apresentar cenas de nudez parcial. Foi ao ar pela última vez no dia 15 de Outubro de 2000.

Encerramos essa temporada de seis meses ao seu lado. A coluna “Dossiê” entra de férias. No início de 2012, o “Dossiê” estará de volta. Aguardem novas informações. Até mais, quem viver verá!

Anúncios

Dossiê – Edição 99: 2ª parte da vida de Gugu encerra temporada da coluna!


Família
Gugu Liberato é filho de Maria do Céu e Claudino Augusto, ambos portugueses, e tem dois irmãos, a numeróloga Aparecida Liberato e o administrador de empresas Amândio Liberato, ambos mais velhos. Tem cinco sobrinhos: Rodrigo, Alice, Amanda, André e Alexandre, sendo dois filhos de Aparecida Liberato (Rodrigo e Alice) e três de Amândio Liberato (Alexandre, André e Amanda). No dia 10 de novembro de 2001, nasceu seu primeiro filho, João Augusto. Em 25 de dezembro de 2003, nasceram as gêmeas Sofia e Marina, filhos que teve com a médica Rose Miriam Di Matteo.
Investimentos em mídia

Televisão
Em 1997, Gugu associou-se a empresários de Cuiabá (Mato Grosso) para formar uma rede de televisão, sediada naquela cidade. De acordo com levantamento da repórter Elvira Lobato da Folha de São Paulo, o animador ficou com 49% das ações da Pantanal Som e Imagem. O caso veio a público durante a campanha presidencial de 2002, quando Gugu apresentava o programa de TV do então candidato do PSDB, José Serra.
A concessão do canal chegou a ser anulada pelo então ministro das Comunicações, Juarez Quadros. Mas, em fevereiro de 2007, após uma longa disputa judicial, Gugu conseguiu ter de volta a concessão da TV Pantanal. Pelos planos do apresentador, a emissora se tornaria um canal de notícias, segundo os moldes da emissora americana Cable News Network (CNN).

O negócio com a TVJB
Um mês após reaver a concessão da Pantanal Som e Imagem, Gugu fechou um acordo de cessão dos estúdios da produtora GGP para a produção paulista da programação da Rede JB (antiga CNT). O site O Fuxico, filiado ao portal Terra Networks e do qual o animador é parceiro, continua a funcionar na sede da produtora, no bairro de Alphaville (Barueri).

Saída do SBT e entrada na Rede Record
No dia 25 de junho de 2009, Gugu deixa o SBT e assina um contrato de oito anos com a Rede Record. Com um salário mensal de R$ 3 milhões, Gugu iria comandar um programa dominical na emissora paulista. Também estão previstos um programa de entrevistas no canal de notícias Record News e um programa na Record Internacional.
Sua estreia na emissora se deu no dia 30 de agosto de 2009, com a estreia de seu programa, intitulado apenas Programa do Gugu e exibido às 20h, após o jornalístico Domingo Espetacular.Em maio de 2010,seu programa passou a ser exibido as 16:00,após o Tudo é possivel.
Em seu primeiro programa, além de erros técnicos, Gugu anunciou a presença do grupo internacional Blue Man Group e chamou seu programa erradamente, como Domingo Legal, antigo programa que o mesmo apresentava no SBT. No bloco seguinte, Gugu desculpou-se pelo erro.
No primeiro semestre de 2010, Gugu sofreu com baixos índices de audiência, sendo muitas vezes derrotado pelo programa de Silvio Santos, do SBT, seu antigo patrão. Em 16 de maio de 2010, Gugu amargou um dos piores resultados da sua carreira, 8 pontos de média, ficando em 4° no ranking dominical do horário, atrás de Globo (21), Rede TV! (11) e SBT (10). Essa, porém, não foi a primeira vez que o apresentador viu seu programa fechar em 4°.Mais depois que seu programa mudou de horario,e inverteu com odomingo espetacular sua audiencia subiu novamente,e, hoje mantém a vice liderança absoluta no horario,e,as vezes a total liderança isolada,vencendo do domingão do faustão e do Eliana.

Banheira do Gugu
A Banheira do Gugu era uma competição entre duas equipes, uma masculina e outra feminina, composta basicamente de celebridades da época. A prova era realizada em uma banheira cheia d´água e espuma, onde o apresentador Gugu Liberato jogava 10 sabonetes, cada integrante entrava na banheira vestindo trajes de banho com o objetivo de tentar pegar o maior número de sabonetes possível no tempo de 1 minuto, ao mesmo tempo que era impedido por uma modelo trajando biquíni. Este papel foi executado pelas modelos Luiza Ambiel, Nana Gouvêa, Solange Gomes e Helen Ganzarolli durante vários anos. A ex-dançarina do É o Tchan, Carla Perez, também participou diversas vezes do quadro, que rendeu grandes índices de audiência a Gugu.
O quadro foi extinto do programa, pois o Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação do Ministério da Justiça, considerou que o quadro não era adequado para o horário por apresentar cenas de nudez parcial. Foi ao ar pela última vez no dia 15 de Outubro de 2000.

Encerramos essa temporada de seis meses ao seu lado. A coluna “Dossiê” entra de férias. No início de 2012, o “Dossiê” estará de volta. Aguardem novas informações. Até mais, quem viver verá!

Dossiê – Edição 99: 2ª parte da vida de Gugu encerra temporada da coluna!


Família
Gugu Liberato é filho de Maria do Céu e Claudino Augusto, ambos portugueses, e tem dois irmãos, a numeróloga Aparecida Liberato e o administrador de empresas Amândio Liberato, ambos mais velhos. Tem cinco sobrinhos: Rodrigo, Alice, Amanda, André e Alexandre, sendo dois filhos de Aparecida Liberato (Rodrigo e Alice) e três de Amândio Liberato (Alexandre, André e Amanda). No dia 10 de novembro de 2001, nasceu seu primeiro filho, João Augusto. Em 25 de dezembro de 2003, nasceram as gêmeas Sofia e Marina, filhos que teve com a médica Rose Miriam Di Matteo.
Investimentos em mídia

Televisão
Em 1997, Gugu associou-se a empresários de Cuiabá (Mato Grosso) para formar uma rede de televisão, sediada naquela cidade. De acordo com levantamento da repórter Elvira Lobato da Folha de São Paulo, o animador ficou com 49% das ações da Pantanal Som e Imagem. O caso veio a público durante a campanha presidencial de 2002, quando Gugu apresentava o programa de TV do então candidato do PSDB, José Serra.
A concessão do canal chegou a ser anulada pelo então ministro das Comunicações, Juarez Quadros. Mas, em fevereiro de 2007, após uma longa disputa judicial, Gugu conseguiu ter de volta a concessão da TV Pantanal. Pelos planos do apresentador, a emissora se tornaria um canal de notícias, segundo os moldes da emissora americana Cable News Network (CNN).

O negócio com a TVJB
Um mês após reaver a concessão da Pantanal Som e Imagem, Gugu fechou um acordo de cessão dos estúdios da produtora GGP para a produção paulista da programação da Rede JB (antiga CNT). O site O Fuxico, filiado ao portal Terra Networks e do qual o animador é parceiro, continua a funcionar na sede da produtora, no bairro de Alphaville (Barueri).

Saída do SBT e entrada na Rede Record
No dia 25 de junho de 2009, Gugu deixa o SBT e assina um contrato de oito anos com a Rede Record. Com um salário mensal de R$ 3 milhões, Gugu iria comandar um programa dominical na emissora paulista. Também estão previstos um programa de entrevistas no canal de notícias Record News e um programa na Record Internacional.
Sua estreia na emissora se deu no dia 30 de agosto de 2009, com a estreia de seu programa, intitulado apenas Programa do Gugu e exibido às 20h, após o jornalístico Domingo Espetacular.Em maio de 2010,seu programa passou a ser exibido as 16:00,após o Tudo é possivel.
Em seu primeiro programa, além de erros técnicos, Gugu anunciou a presença do grupo internacional Blue Man Group e chamou seu programa erradamente, como Domingo Legal, antigo programa que o mesmo apresentava no SBT. No bloco seguinte, Gugu desculpou-se pelo erro.
No primeiro semestre de 2010, Gugu sofreu com baixos índices de audiência, sendo muitas vezes derrotado pelo programa de Silvio Santos, do SBT, seu antigo patrão. Em 16 de maio de 2010, Gugu amargou um dos piores resultados da sua carreira, 8 pontos de média, ficando em 4° no ranking dominical do horário, atrás de Globo (21), Rede TV! (11) e SBT (10). Essa, porém, não foi a primeira vez que o apresentador viu seu programa fechar em 4°.Mais depois que seu programa mudou de horario,e inverteu com odomingo espetacular sua audiencia subiu novamente,e, hoje mantém a vice liderança absoluta no horario,e,as vezes a total liderança isolada,vencendo do domingão do faustão e do Eliana.

Banheira do Gugu
A Banheira do Gugu era uma competição entre duas equipes, uma masculina e outra feminina, composta basicamente de celebridades da época. A prova era realizada em uma banheira cheia d´água e espuma, onde o apresentador Gugu Liberato jogava 10 sabonetes, cada integrante entrava na banheira vestindo trajes de banho com o objetivo de tentar pegar o maior número de sabonetes possível no tempo de 1 minuto, ao mesmo tempo que era impedido por uma modelo trajando biquíni. Este papel foi executado pelas modelos Luiza Ambiel, Nana Gouvêa, Solange Gomes e Helen Ganzarolli durante vários anos. A ex-dançarina do É o Tchan, Carla Perez, também participou diversas vezes do quadro, que rendeu grandes índices de audiência a Gugu.
O quadro foi extinto do programa, pois o Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação do Ministério da Justiça, considerou que o quadro não era adequado para o horário por apresentar cenas de nudez parcial. Foi ao ar pela última vez no dia 15 de Outubro de 2000.

Encerramos essa temporada de seis meses ao seu lado. A coluna “Dossiê” entra de férias. No início de 2012, o “Dossiê” estará de volta. Aguardem novas informações. Até mais, quem viver verá!

Dossiê ESPECIAL>>> Eliana Michaelichen Bezerra

Eliana Teleton 2009 cropped.jpg
Eliana Michaelichen Bezerra (São Paulo, 22 de novembro de 1973) é uma apresentadora, atriz, empresária e cantora brasileira. Atualmente é contratada do SBT, onde ainda não tem programa definido. É a segunda maior personalidade em licenciamento de marcas do Brasil, perdendo apenas para a apresentadora Xuxa Meneghel, já comercializou mais de dez milhões de brinquedos desde o ano de 1994. Na carreira como cantora vendeu mais de 3,5 milhões de álbuns, suas músicas mais famosas são: ‘Os Dedinhos’ e ‘Pop Pop’. Eliana conquistou o sucesso na TV, na música e nos negócios, uma das trajetórias mais sólidas e bem conduzidas do meio artístico nacional. Depois de 10 anos na Record, Eliana retorna ao SBT,no dia 22 de junho de 2009.

Biografia

Seu pai, José Bezerra, cearense nascido no município de Solonópole, foi para São Paulo e conheceu dona Eva Michaelichen, paranaense, nascida em Irati. Seu José e dona Eva, se conheceram em uma casa de família, onde os dois trabalhavam, se casaram e tiveram a primeira filha Helena Duarte. Nessa época José já trabalhava como zelador de um prédio residencial no Jardim Paulista em São Paulo (profissão que exerce até hoje) e dona Eva ajudava no orçamento de casa trabalhando como arrumadeira do prédio. No dia 22 de novembro de 1973 as 6h10min da manhã, nasceu a segunda filha, Eliana Michaelichen Bezerra. Ela foi estudante do colégio Vila-Lobos no Ibirapuera, sempre participava das festas do colégio. Seu primeiro baile carnavalesco foi aos nove anos em Curitiba.

Início da carreira artística (1982 a 1990)

Aos oito anos de idade depois de tanto insistir, sua mãe resolveu atender a

o pedido da filha e á matriculou em uma agência de modelos Joyce Manequim. Sua primeira aparição na televisão, foi em uma campanha publicitária, “meu primeiro sutiã”, onde Eliana aparecia apenas como figurante. Aos 13 anos depois de participar de um teste, Eliana foi escolhida para integrar o grupo As Patotinhas, no ano de 1986. Ficou no grupo durante quatro anos, onde fez muito sucesso com a canção Baile dos Passarinhos. No ano de 1989, aos 16 anos, foi convidada por Gugu Liberato para integrar o grupo Banana Split, grande sucesso da época. Com seu 1,62 de altura Eliana era a menor do grupo. Eliana era destaque em todo programa que participava, inclusive do programa Qual é a música, apresentado por Silvio Santos.

O início no SBT de 1990 a 1993

Na emissora do SBT a carreira de Eliana teve um grande impulso, pois aos poucos foi se destacando e suas aparições no programa Qual é a Música. Silvio Santos ao avaliar o seu talento a convidou em pleno o programa “Qual é a Música”, para fazer um teste de apresentadora. O ano era de 1991 e Eliana aos dezoito anos comandava o seu primeiro programa Festolândia, nessa época cursava faculdade de psicologia na FMU.

Anos de 1993 a 1998

Com seu segundo programa no ar denominado Sessão Desenho, Eliana aparecia apenas 20 minutos, mas foi o suficiente para ela angariar simpatias. Foi aí que surgiu o grande sucesso, a canção Os Dedinhos, fez tanto sucesso que Eliana ficou conhecida como Eliana dos Dedinhos. Nessa época Eliana cursava o terceiro ano de Psicologia na faculdade FMU. Teve então que parar de cursar a faculdade para seguir a carreira artística. Em 1993 aos 20 anos de idade, obteve o seu terceiro programa de televisão denominado Bom Dia & Cia, que mais tarde passou a se chamar “Eliana & Cia”. O programa tinha vários atrativos para crianças, desenhos, o boneco Melocotom (melocotón, na grafia em espanhol, significa “pêssego”)e o robô Flitz, Eliana já era um sucesso entre as crianças. Em 1996 com a saída da Angélica, Eliana que tinha 23 anos passou a comandar também o TV Animal, onde conheceu o biólogo Sérgio Rangel.

Depois de sete anos Eliana deixa o SBT

No ano de 1998 e o programa de Eliana obtinha sucesso absoluto, já estava consolidada como apresentadora infantil. Nessa época várias emissoras estavam interessadas em Eliana, e finalmente, depois de sete anos no SBT,e envolvida numa polêmica. Foi usada como fator de troca já que o SBT fez uma proposta ao apresentador Ratinho e uma das condições da troca de Eliana foi a multa contratual muito alta e assim a apresentadora assinou contrato com a Rede Record, aonde passou a comandar um programa aos domingos.

Ano de 1998: Eliana na Rede Record

Desde 12 de outubro de 1998, junto com uma equipe que fez do “Eliana e Alegria” um grande sucesso, e com o desenho Pokémon chegou a liderança no ibope, com 10 pontos de média contra media de 6 do SBT e 5 da TV Globo e constantemente chegava a marcar 15 pontos de pico. Nesse programa, Eliana e sua equipe eram produtores de um programa infanto-juvenil. Aos poucos o programa começou a conquistar o seu espaço e passou a ser o preferido entre as crianças e o primeiro lugar na audiência. Em 1999 Eliana estreou outro programa, o Eliana no Parque que era exibido aos domingos, com várias competições entre colégios. Em 2000 o programa saiu do ar, com a promessa de Eliana ganhar um novo programa. O Eliana e Alegria continuava, mudando os cenários e personagens e Eliana acabou deixando os bonecos e contou com a participação muito especial de Chiquinho (Edílson Oliveira da Silva) e Pitoco (Hélio Afonso) e com o biólogo Sérgio Rangel divertindo a garotada. Com o desgaste do anime Pokémon o programa automaticamente saiu do ar dando lugar ao seu próximo programa. Eliana na Fábrica Maluca foi o segundo programa infantil apresentado por Eliana na Rede Record. Estreou em 2003, após o cancelamento da produção de Eliana & Alegria, sendo basicamente, uma versão reformulada e mais lúdica deste último. O cenário foi inspirado no filme A Fantástica Fábrica de Chocolate, e os personagens mais importantes deste programa eram Chiquinho e Pitoco. O público infantil foi crescendo e Eliana começou a apresentar para adolecentes. O cenário não combinava mais com gênero da platéia então em 2004 Eliana apareceu com outro programa Programa Eliana com um visual moderno e notícias, quadros e jogos. Em novembro, do mesmo ano o programa saiu do ar porque Eliana estrelaria em agosto de 2005

Tudo é Possível

Lançado em 7 de agosto de 2005, o prograna Tudo é Possível passou a ser visto por um público maior em plena tarde de domingo. Chegou, recentemente, a picos de 19 pontos, apresentando o quadro do Mister M, o mágico mascarado que desvenda segredos de mágica e que ficou famoso no Fantástico. Mas, com o tempo, o programa de Eliana caiu na audiência, tendo atualmente picos de 10 pontos e minimas de 6 pontos. Mesmo assim, o programa é considerado pela Record como um sucesso.
Com sua estreia nas tardes de domingo da Record, Eliana passou a ser a 2ª mulher brasileira a comandar um programa na grade vespertina dos domingos da TV Brasileira, seguindo os passos de Xuxa Meneghel. O programa chegou a ganhar várias vezes do SBT e não era raro Eliana estar na frente de Silvio Santos e Gugu Liberato na audiência. Em 5 de julho de 2009, foi exibido o último “Tudo é Possível”, apresentado por Eliana, pois a mesma estava retornando ao SBT.

Depois de 10 anos, Eliana deixa a Record
Eliana retorna ao SBT, e novamente envolvida em polêmicas, já que sua volta é considerada uma revanche contra o assédio feito pela Rede Record a Gugu Liberato e que na mesma semana é anunciada a contratação de Roberto Justus que também era da Rede Record e assinou com o SBT pelo mesmo motivo.

Empresária e cantora

Além de apresentadora e comunicadora, Eliana é empresária. Junto com seu sócio e empresário Marcos Quintela, comanda a “EMB Produções”, empresa de entretenimento que cuida não só dos seus produtos, como o de outros artistas, faz campanhas publicitárias, negocia o merchandising do seu programa, etc. Eliana tem mais de 160 produtos licenciados.Já como cantora, além de se apresentar com banda ao vivo e uma produção em grandes casas de espetáculos, Eliana tem um bloco carnavalesco, “Happy” que se apresenta por todo Brasil nos carnavais fora de época. Já arrastou mais de 5 mil foliões em uma única apresentação no carnaval de Salvador, no qual faz parte há 5 anos. No ano de 2007 cantou seus maiores sucessos de 15 anos de carreira, animando a galera na avenida. Ainda no ano de 2007 regravou a canção Essa Ternura para a trilha sonora da novela Luz do Sol, da Rede Record. Em 2008 o bloco “Happy” em Salvador divertiu os foliões com a participação especial de Toni Garrido cantando com Eliana.

Vida pessoal

Eliana sempre tentou manter sua vida pessoal longe da midia, porem o interesse das pessoas em sua vida gera controversias e polemicas,seu primeiro namorado foi Marcos Quintela, ex-integrante do grupo Dominó, com quem se relacionou durante seis anos. Posteriormente Eliana namorou o apresentador Luciano Huck. Foi ele que a presenteou com o cãozinho Snow, que aparece na capa de seu sexto CD. Mas em 1999, após quase dois anos de namoro, Luciano foi visto com a cantora Ivete Sangalo, o que levou ao rompimento da relação . Ainda em 1999, Eliana iniciou um romance com o publicitário paulista Roberto Justus. Os dois se conheceram num jantar na casa do apresentador Otávio Mesquita. A relação, que chegou a transformar-se em noivado, chegou ao fim após um ano e meio. Edu Guedes e Eliana, amigos há mais de nove anos, se casaram no dia 11 de dezembro de 2004 na residência do casal. Seu casamento, entretanto, chegou ao fim no dia 17 de abril de 2007. A Revista Istoé Gente de 25 de abril de 2007 publicou declarações de amigos do casal que afirmavam que o motivo da separação seria o ciúmes excessivo de Edu Guedes. Atualmente, Eliana é noiva do músico e empresário João Marcelo Bôscoli, filho de Elis Regina.
Em fevereiro de 2011, Eliana anunciou estar grávida de um menino, filho do namorado, o músico e empresário João Marcelo Bôscoli .

Indicação ao Grammy

Em 1999 foi indicada ao Grammy Latino concorrendo como melhor álbum infantil “Primavera”. Contudo não ganhou o prêmio.

Cinema e carreira literária

Em 14 janeiro de 2005 estreou “Eliana em o Segredo dos Golfinhos“, o qual também produziu. O filme levou cerca de 325 mil pessoas aos cinemas. A temática ecológica, recorrente em seu trabalho televisivo, ganhou tratamento cinematográfico nas mãos da diretora Eliana Fonseca (“Ilha Rá-Tim-Bum – O Martelo de Vulcano”). No elenco, Fúlvio Stefanini, Daniel Del Sarto, João Paulo Bienemann, Ângela Dip, Fernanda Souza, Jackson Antunes, além das participações de Karin Rodrigues, Elias Andreato, Supla, Rouge e Netinho de Paula. Filme que, com mensagem de preservação ao meio-ambiente, se colocou entre as 10 maiores bilheterias obtidas por produções nacionais em 2005 com cerca de 370 mil espectadores.Eliana também já lançou 2 livros infantis “Os Segredos dos Golfinhos” (2005) e “Os Segredos do Pantanal” (2006)sendo que, fazem parte do PNLD 2006 (Programa Nacional do Livro Didático).

Discografia

Álbuns

Os Dedinhos – 1993 – 300 mil cópias
Eliana – 1994 – 250 mil cópias
Eliana – 1995 – 1,5 milhão de cópias
Eliana – 1996 – 350 mil cópias
Eliana – 1997 – 70 mil cópias
Eliana – 1998  – 150 mil cópias
Primavera – 1999 – 150 mil cópias
Eliana – 2000 – 150 mil cópias
Eliana – 2001 – 130 mil cópias
Eliana é Dez! – 2002 – 600 mil cópias
Festa – 2003 – 200 mil cópias
Diga Sim! – 2004 – 100 mil cópias
Eliana 15 anos – 2006 – 150 mil cópias

Coletâneas

  • Eliana “Os maiores Sucessos” – 1999
  • Eliana Focus “O Essencial de Eliana”
  • Eliana 100 anos de música (duplo) – 2001
  • Eliana Maxximun – 2006

Singles

  • Os Dedinhos – 1993
  • Amiga – 1993
  • Pop Pop – 1994
  • Olha o Passarinho – 1995
  • A Dança dos bichos – 1996
  • Frutanimais – 1996
  • Xô Preguiça – 1997
  • Beijomania- 1997
  • Amigo Cão – 1998
  • Dia De Alegria – 1998
  • Um Calendário Do Amor – 1998
  • Primavera – 1999
  • Macarronada – 1999
  • Algazarra No Meu Coração – 2000
  • A Força do Mestre – 2000
  • A Força do Raio – 2000
  • Brincar Com Chiquinho – 2000
  • A Galinha Magricela – 2001
  • O Elefante E A Formiguinha – 2001
  • Um Mundo Ideal (participação Alexandre Pires) – 2001
  • Dona Felicidade – 2002
  • Pula Corda – 2002
  • Ai Meu Nariz – 2002
  • É Tão Lindo – 2003
  • Meu Cachorrinho (Chihuahua) – 2003
  • Fábrica Maluca – 2003
  • Tudo Pode Mudar -2004
  • Um,Dois,três – 2004
  • Diga Sim – 2005
  • Muvuca – 2006
  • Essa Ternura – 2007 (Para a novela Luz do Sol)


Programas de televisão

No SBT

  • Festolândia – (1991-1992/1999-2005)
  • Sessão Desenho – (1992-1995)
  • Bom Dia & Cia – (1993-1998)
  • Eliana & Cia – (1998)
  • TV Animal – (1996)
  • Eliana Total – (2009)
  • Eliana e Kids – (2009)

Na Record

  • Eliana & Alegria – (1998-2003)
  • Eliana no Parque – (1999-2001)
  • Eliana na Fábrica Maluca – (2003-2005)
  • Programa Eliana – (2004)
  • Tudo é Possível – (2005-2009)

Indicações

  • Grammy Latino 1999 – Prêmio de Melhor álbum Infantil: Primavera.
  • Prêmio Tim de Música Brasileira 2003 – Prêmio de melhor álbum Infantil: É Dez.
  • Troféu Imprensa 2004 – Melhor programa Infantil: Fábrica Maluca.
  • Troféu Internet 2009 – Melhor apresentadora/animadora do ano de 2008 (ganhou o prêmio TROFÉU INTERNET, recebendo mais de 7.000 votos onde concorria com Angélica e Hebe Camargo).
  • Troféu Imprensa 2010 – Melhor apresentadora/animadora do ano de 2010

Dossiê ESPECIAL>>> Eliana Michaelichen Bezerra

Eliana Teleton 2009 cropped.jpg
Eliana Michaelichen Bezerra (São Paulo, 22 de novembro de 1973) é uma apresentadora, atriz, empresária e cantora brasileira. Atualmente é contratada do SBT, onde ainda não tem programa definido. É a segunda maior personalidade em licenciamento de marcas do Brasil, perdendo apenas para a apresentadora Xuxa Meneghel, já comercializou mais de dez milhões de brinquedos desde o ano de 1994. Na carreira como cantora vendeu mais de 3,5 milhões de álbuns, suas músicas mais famosas são: ‘Os Dedinhos’ e ‘Pop Pop’. Eliana conquistou o sucesso na TV, na música e nos negócios, uma das trajetórias mais sólidas e bem conduzidas do meio artístico nacional. Depois de 10 anos na Record, Eliana retorna ao SBT,no dia 22 de junho de 2009.

Biografia

Seu pai, José Bezerra, cearense nascido no município de Solonópole, foi para São Paulo e conheceu dona Eva Michaelichen, paranaense, nascida em Irati. Seu José e dona Eva, se conheceram em uma casa de família, onde os dois trabalhavam, se casaram e tiveram a primeira filha Helena Duarte. Nessa época José já trabalhava como zelador de um prédio residencial no Jardim Paulista em São Paulo (profissão que exerce até hoje) e dona Eva ajudava no orçamento de casa trabalhando como arrumadeira do prédio. No dia 22 de novembro de 1973 as 6h10min da manhã, nasceu a segunda filha, Eliana Michaelichen Bezerra. Ela foi estudante do colégio Vila-Lobos no Ibirapuera, sempre participava das festas do colégio. Seu primeiro baile carnavalesco foi aos nove anos em Curitiba.

Início da carreira artística (1982 a 1990)

Aos oito anos de idade depois de tanto insistir, sua mãe resolveu atender a

o pedido da filha e á matriculou em uma agência de modelos Joyce Manequim. Sua primeira aparição na televisão, foi em uma campanha publicitária, “meu primeiro sutiã”, onde Eliana aparecia apenas como figurante. Aos 13 anos depois de participar de um teste, Eliana foi escolhida para integrar o grupo As Patotinhas, no ano de 1986. Ficou no grupo durante quatro anos, onde fez muito sucesso com a canção Baile dos Passarinhos. No ano de 1989, aos 16 anos, foi convidada por Gugu Liberato para integrar o grupo Banana Split, grande sucesso da época. Com seu 1,62 de altura Eliana era a menor do grupo. Eliana era destaque em todo programa que participava, inclusive do programa Qual é a música, apresentado por Silvio Santos.

O início no SBT de 1990 a 1993

Na emissora do SBT a carreira de Eliana teve um grande impulso, pois aos poucos foi se destacando e suas aparições no programa Qual é a Música. Silvio Santos ao avaliar o seu talento a convidou em pleno o programa “Qual é a Música”, para fazer um teste de apresentadora. O ano era de 1991 e Eliana aos dezoito anos comandava o seu primeiro programa Festolândia, nessa época cursava faculdade de psicologia na FMU.

Anos de 1993 a 1998

Com seu segundo programa no ar denominado Sessão Desenho, Eliana aparecia apenas 20 minutos, mas foi o suficiente para ela angariar simpatias. Foi aí que surgiu o grande sucesso, a canção Os Dedinhos, fez tanto sucesso que Eliana ficou conhecida como Eliana dos Dedinhos. Nessa época Eliana cursava o terceiro ano de Psicologia na faculdade FMU. Teve então que parar de cursar a faculdade para seguir a carreira artística. Em 1993 aos 20 anos de idade, obteve o seu terceiro programa de televisão denominado Bom Dia & Cia, que mais tarde passou a se chamar “Eliana & Cia”. O programa tinha vários atrativos para crianças, desenhos, o boneco Melocotom (melocotón, na grafia em espanhol, significa “pêssego”)e o robô Flitz, Eliana já era um sucesso entre as crianças. Em 1996 com a saída da Angélica, Eliana que tinha 23 anos passou a comandar também o TV Animal, onde conheceu o biólogo Sérgio Rangel.

Depois de sete anos Eliana deixa o SBT

No ano de 1998 e o programa de Eliana obtinha sucesso absoluto, já estava consolidada como apresentadora infantil. Nessa época várias emissoras estavam interessadas em Eliana, e finalmente, depois de sete anos no SBT,e envolvida numa polêmica. Foi usada como fator de troca já que o SBT fez uma proposta ao apresentador Ratinho e uma das condições da troca de Eliana foi a multa contratual muito alta e assim a apresentadora assinou contrato com a Rede Record, aonde passou a comandar um programa aos domingos.

Ano de 1998: Eliana na Rede Record

Desde 12 de outubro de 1998, junto com uma equipe que fez do “Eliana e Alegria” um grande sucesso, e com o desenho Pokémon chegou a liderança no ibope, com 10 pontos de média contra media de 6 do SBT e 5 da TV Globo e constantemente chegava a marcar 15 pontos de pico. Nesse programa, Eliana e sua equipe eram produtores de um programa infanto-juvenil. Aos poucos o programa começou a conquistar o seu espaço e passou a ser o preferido entre as crianças e o primeiro lugar na audiência. Em 1999 Eliana estreou outro programa, o Eliana no Parque que era exibido aos domingos, com várias competições entre colégios. Em 2000 o programa saiu do ar, com a promessa de Eliana ganhar um novo programa. O Eliana e Alegria continuava, mudando os cenários e personagens e Eliana acabou deixando os bonecos e contou com a participação muito especial de Chiquinho (Edílson Oliveira da Silva) e Pitoco (Hélio Afonso) e com o biólogo Sérgio Rangel divertindo a garotada. Com o desgaste do anime Pokémon o programa automaticamente saiu do ar dando lugar ao seu próximo programa. Eliana na Fábrica Maluca foi o segundo programa infantil apresentado por Eliana na Rede Record. Estreou em 2003, após o cancelamento da produção de Eliana & Alegria, sendo basicamente, uma versão reformulada e mais lúdica deste último. O cenário foi inspirado no filme A Fantástica Fábrica de Chocolate, e os personagens mais importantes deste programa eram Chiquinho e Pitoco. O público infantil foi crescendo e Eliana começou a apresentar para adolecentes. O cenário não combinava mais com gênero da platéia então em 2004 Eliana apareceu com outro programa Programa Eliana com um visual moderno e notícias, quadros e jogos. Em novembro, do mesmo ano o programa saiu do ar porque Eliana estrelaria em agosto de 2005

Tudo é Possível

Lançado em 7 de agosto de 2005, o prograna Tudo é Possível passou a ser visto por um público maior em plena tarde de domingo. Chegou, recentemente, a picos de 19 pontos, apresentando o quadro do Mister M, o mágico mascarado que desvenda segredos de mágica e que ficou famoso no Fantástico. Mas, com o tempo, o programa de Eliana caiu na audiência, tendo atualmente picos de 10 pontos e minimas de 6 pontos. Mesmo assim, o programa é considerado pela Record como um sucesso.
Com sua estreia nas tardes de domingo da Record, Eliana passou a ser a 2ª mulher brasileira a comandar um programa na grade vespertina dos domingos da TV Brasileira, seguindo os passos de Xuxa Meneghel. O programa chegou a ganhar várias vezes do SBT e não era raro Eliana estar na frente de Silvio Santos e Gugu Liberato na audiência. Em 5 de julho de 2009, foi exibido o último “Tudo é Possível”, apresentado por Eliana, pois a mesma estava retornando ao SBT.

Depois de 10 anos, Eliana deixa a Record
Eliana retorna ao SBT, e novamente envolvida em polêmicas, já que sua volta é considerada uma revanche contra o assédio feito pela Rede Record a Gugu Liberato e que na mesma semana é anunciada a contratação de Roberto Justus que também era da Rede Record e assinou com o SBT pelo mesmo motivo.

Empresária e cantora

Além de apresentadora e comunicadora, Eliana é empresária. Junto com seu sócio e empresário Marcos Quintela, comanda a “EMB Produções”, empresa de entretenimento que cuida não só dos seus produtos, como o de outros artistas, faz campanhas publicitárias, negocia o merchandising do seu programa, etc. Eliana tem mais de 160 produtos licenciados.Já como cantora, além de se apresentar com banda ao vivo e uma produção em grandes casas de espetáculos, Eliana tem um bloco carnavalesco, “Happy” que se apresenta por todo Brasil nos carnavais fora de época. Já arrastou mais de 5 mil foliões em uma única apresentação no carnaval de Salvador, no qual faz parte há 5 anos. No ano de 2007 cantou seus maiores sucessos de 15 anos de carreira, animando a galera na avenida. Ainda no ano de 2007 regravou a canção Essa Ternura para a trilha sonora da novela Luz do Sol, da Rede Record. Em 2008 o bloco “Happy” em Salvador divertiu os foliões com a participação especial de Toni Garrido cantando com Eliana.

Vida pessoal

Eliana sempre tentou manter sua vida pessoal longe da midia, porem o interesse das pessoas em sua vida gera controversias e polemicas,seu primeiro namorado foi Marcos Quintela, ex-integrante do grupo Dominó, com quem se relacionou durante seis anos. Posteriormente Eliana namorou o apresentador Luciano Huck. Foi ele que a presenteou com o cãozinho Snow, que aparece na capa de seu sexto CD. Mas em 1999, após quase dois anos de namoro, Luciano foi visto com a cantora Ivete Sangalo, o que levou ao rompimento da relação . Ainda em 1999, Eliana iniciou um romance com o publicitário paulista Roberto Justus. Os dois se conheceram num jantar na casa do apresentador Otávio Mesquita. A relação, que chegou a transformar-se em noivado, chegou ao fim após um ano e meio. Edu Guedes e Eliana, amigos há mais de nove anos, se casaram no dia 11 de dezembro de 2004 na residência do casal. Seu casamento, entretanto, chegou ao fim no dia 17 de abril de 2007. A Revista Istoé Gente de 25 de abril de 2007 publicou declarações de amigos do casal que afirmavam que o motivo da separação seria o ciúmes excessivo de Edu Guedes. Atualmente, Eliana é noiva do músico e empresário João Marcelo Bôscoli, filho de Elis Regina.
Em fevereiro de 2011, Eliana anunciou estar grávida de um menino, filho do namorado, o músico e empresário João Marcelo Bôscoli .

Indicação ao Grammy

Em 1999 foi indicada ao Grammy Latino concorrendo como melhor álbum infantil “Primavera”. Contudo não ganhou o prêmio.

Cinema e carreira literária

Em 14 janeiro de 2005 estreou “Eliana em o Segredo dos Golfinhos“, o qual também produziu. O filme levou cerca de 325 mil pessoas aos cinemas. A temática ecológica, recorrente em seu trabalho televisivo, ganhou tratamento cinematográfico nas mãos da diretora Eliana Fonseca (“Ilha Rá-Tim-Bum – O Martelo de Vulcano”). No elenco, Fúlvio Stefanini, Daniel Del Sarto, João Paulo Bienemann, Ângela Dip, Fernanda Souza, Jackson Antunes, além das participações de Karin Rodrigues, Elias Andreato, Supla, Rouge e Netinho de Paula. Filme que, com mensagem de preservação ao meio-ambiente, se colocou entre as 10 maiores bilheterias obtidas por produções nacionais em 2005 com cerca de 370 mil espectadores.Eliana também já lançou 2 livros infantis “Os Segredos dos Golfinhos” (2005) e “Os Segredos do Pantanal” (2006)sendo que, fazem parte do PNLD 2006 (Programa Nacional do Livro Didático).

Discografia

Álbuns

Os Dedinhos – 1993 – 300 mil cópias
Eliana – 1994 – 250 mil cópias
Eliana – 1995 – 1,5 milhão de cópias
Eliana – 1996 – 350 mil cópias
Eliana – 1997 – 70 mil cópias
Eliana – 1998  – 150 mil cópias
Primavera – 1999 – 150 mil cópias
Eliana – 2000 – 150 mil cópias
Eliana – 2001 – 130 mil cópias
Eliana é Dez! – 2002 – 600 mil cópias
Festa – 2003 – 200 mil cópias
Diga Sim! – 2004 – 100 mil cópias
Eliana 15 anos – 2006 – 150 mil cópias

Coletâneas

  • Eliana “Os maiores Sucessos” – 1999
  • Eliana Focus “O Essencial de Eliana”
  • Eliana 100 anos de música (duplo) – 2001
  • Eliana Maxximun – 2006

Singles

  • Os Dedinhos – 1993
  • Amiga – 1993
  • Pop Pop – 1994
  • Olha o Passarinho – 1995
  • A Dança dos bichos – 1996
  • Frutanimais – 1996
  • Xô Preguiça – 1997
  • Beijomania- 1997
  • Amigo Cão – 1998
  • Dia De Alegria – 1998
  • Um Calendário Do Amor – 1998
  • Primavera – 1999
  • Macarronada – 1999
  • Algazarra No Meu Coração – 2000
  • A Força do Mestre – 2000
  • A Força do Raio – 2000
  • Brincar Com Chiquinho – 2000
  • A Galinha Magricela – 2001
  • O Elefante E A Formiguinha – 2001
  • Um Mundo Ideal (participação Alexandre Pires) – 2001
  • Dona Felicidade – 2002
  • Pula Corda – 2002
  • Ai Meu Nariz – 2002
  • É Tão Lindo – 2003
  • Meu Cachorrinho (Chihuahua) – 2003
  • Fábrica Maluca – 2003
  • Tudo Pode Mudar -2004
  • Um,Dois,três – 2004
  • Diga Sim – 2005
  • Muvuca – 2006
  • Essa Ternura – 2007 (Para a novela Luz do Sol)


Programas de televisão

No SBT

  • Festolândia – (1991-1992/1999-2005)
  • Sessão Desenho – (1992-1995)
  • Bom Dia & Cia – (1993-1998)
  • Eliana & Cia – (1998)
  • TV Animal – (1996)
  • Eliana Total – (2009)
  • Eliana e Kids – (2009)

Na Record

  • Eliana & Alegria – (1998-2003)
  • Eliana no Parque – (1999-2001)
  • Eliana na Fábrica Maluca – (2003-2005)
  • Programa Eliana – (2004)
  • Tudo é Possível – (2005-2009)

Indicações

  • Grammy Latino 1999 – Prêmio de Melhor álbum Infantil: Primavera.
  • Prêmio Tim de Música Brasileira 2003 – Prêmio de melhor álbum Infantil: É Dez.
  • Troféu Imprensa 2004 – Melhor programa Infantil: Fábrica Maluca.
  • Troféu Internet 2009 – Melhor apresentadora/animadora do ano de 2008 (ganhou o prêmio TROFÉU INTERNET, recebendo mais de 7.000 votos onde concorria com Angélica e Hebe Camargo).
  • Troféu Imprensa 2010 – Melhor apresentadora/animadora do ano de 2010

Dossiê: Confira a 1ª parte da vida de Gugu!

Antônio Augusto de Moraes “Gugu” Liberato (São Paulo, 10 de abril de 1959), é um apresentador de televisão, empresário e cantor brasileiro.
Descendente de portugueses, Gugu escrevia cartas para Sílvio Santos sugerindo programas, que o contratou. Começou na televisão aos quatorze anos como assistente de produção do programa Domingo no Parque, apresentado por Sílvio Santos no SBT.
É considerado um dos maiores e mais bem sucedidos apresentadores da televisão brasileira de todos os tempos. Também é blogueiro do R7.
O apresentador é dono de uma fortuna de aproximadamente 1 bilhão de reais (500 milhões de dólares), construída ao longo de uma carreira iniciada como office-boy, Gugu montou um império no qual figuram uma produtora de vídeo e tevê, 16 lojas que levam seu nome, um parque aquático e uma rede de postos de combustíveis.

Carreira
Gugu cursou Odontologia, porém, desistiu do curso após desentendimentos com um professor, que chegaram a agressões físicas que geraram um processo judicial, e com isso tentou a carreira de seminarista. Um ano após sua entrada no seminário, percebeu possuir talento para comunicação devido a vários elogios que recebia de seus professores padres por sua eloquência ao ler suas redações e fazer apresentações no seminário. Sua criatividade e empenho levaram Gugu a deixar o seminário e assumir um posto em frente às câmeras. Um de seus primeiros programas, em 1981, foi a Sessão Premiada paulista – a versão carioca era apresentada por Paulo Barboza. Em 1982 Sílvio Santos pediu que Nelly Raymond, uma importante diretora argentina, criasse um programa para os sábados a noite. Era o Viva a Noite, que no início era dividido em várias partes, e apresentado também por nomes como Ademar Dutra e Jair de Ogum. Depois de algumas mudanças de formato, Gugu permaneceu sozinho no comando do programa, posteriormente dirigido por Homero Salles.
Depois do sucesso do grupo Menudo, que foi exaustivamente promovido pelo Viva a Noite em 1984, lançou grupos musicais brasileiros do mesmo formato, como Dominó e Polegar, se tornando um empresário de sucesso. Sua produtora, a GGP, é responsável pela gravação de comerciais, programas e séries.
Em agosto de 1987, no auge do sucesso do Viva a Noite, Gugu assina um contrato com a Rede Globo. Porém, no sábado de Carnaval de 1988, Sílvio Santos foi pessoalmente à sala do dono da emissora carioca, Roberto Marinho, no jornal O Globo, pedir a liberação do apresentador para permanecer no SBT. Sílvio iria se submeter a uma delicada cirurgia e fez uma proposta milionária a Gugu, oferecendo grande parte da programação dominical. Para se ter uma ideia, o salário do apresentador aumentou em dez vezes, fora os ganhos com publicidade. Gugu estreou nos domingos do SBT em 10 de abril de 1988, apresentando sozinho os programas: Passa ou Repassa e Cidade Contra Cidade. Gugu também dividiu com Sílvio Santos a apresentação do Roletrando.
Mesmo apresentando parte da programação dominical, Gugu manteve-se à frente de atrações no sábado à noite, principalmente com programas musicais como o Sabadão Sertanejo’. O maior sucesso, porém, veio com o Domingo Legal, programa de auditório criado para concorrer com o Domingão do Faustão, comandado por Fausto Silva na Rede Globo. A concorrência, em fins dos anos 1990, foi durante muito tempo favorável a Gugu, que encerrou a década com picos acima de 40 pontos de audiência.
Também atuou no cinema, ao lado das apresentadoras infantis Xuxa Meneghel e Angélica, do grupo Os Trapalhões e na música, Gugu lançou vários LPs e CDs, incluindo um álbum de estúdio nomeada de Gugu Para Crianças já vendeu mais de 100 mil cópias no Brasil, e sendo premiado com Disco de Ouro pela ABPD.
Em 6 de Setembro de 2009,já na Rede Record, com o Programa do Gugu, no seu segundo programa, o Brasil e alguns países que assistiram o quadro Sonhar Mais um Sonho, se emocionaram com a história do jovem garoto chamado, Erick Vinicius de Queiroz, que escreveu um e-mail ao programa contando a história de sua família, pedindo para que o Gugu reformasse o comércio de carnes, que a família possuía, que até então éra o ganha pão de toda família. Gugu surpreendeu à todos com a reforma, de um mero açougue chamado Açougue Dois Irmãos, passou para uma grande e sofisticada Boutique de Carnes, hoje chamada Boutique de Carnes Dois Irmãos. Passado algum tempo Gugu, volto para visitar a família, onde ele elogiou à todos, por zelarem muito bem do comércio onde postou em seu Blog, um vídeo de sua visita.
Gugu recebeu 11 estatuetas do Troféu Imprensa’. Os quais: revelação de 1982, animador de 1995 a 2000 e 2002, programa de auditório de 2008 e programa sertanejo de 1991 e 1992. Venceu também o Troféu Internet de programa de auditório em 2005.Gugu também lançou duas séries de revistas em quadrinhos. A última leva entre 1988 a 1990, com 20 gibis e quatro almanaques.

Semana que vem tem a 2ª e última parte da vida do Gugu!

Dossiê: Confira a 1ª parte da vida de Gugu!

Antônio Augusto de Moraes “Gugu” Liberato (São Paulo, 10 de abril de 1959), é um apresentador de televisão, empresário e cantor brasileiro.
Descendente de portugueses, Gugu escrevia cartas para Sílvio Santos sugerindo programas, que o contratou. Começou na televisão aos quatorze anos como assistente de produção do programa Domingo no Parque, apresentado por Sílvio Santos no SBT.
É considerado um dos maiores e mais bem sucedidos apresentadores da televisão brasileira de todos os tempos. Também é blogueiro do R7.
O apresentador é dono de uma fortuna de aproximadamente 1 bilhão de reais (500 milhões de dólares), construída ao longo de uma carreira iniciada como office-boy, Gugu montou um império no qual figuram uma produtora de vídeo e tevê, 16 lojas que levam seu nome, um parque aquático e uma rede de postos de combustíveis.

Carreira
Gugu cursou Odontologia, porém, desistiu do curso após desentendimentos com um professor, que chegaram a agressões físicas que geraram um processo judicial, e com isso tentou a carreira de seminarista. Um ano após sua entrada no seminário, percebeu possuir talento para comunicação devido a vários elogios que recebia de seus professores padres por sua eloquência ao ler suas redações e fazer apresentações no seminário. Sua criatividade e empenho levaram Gugu a deixar o seminário e assumir um posto em frente às câmeras. Um de seus primeiros programas, em 1981, foi a Sessão Premiada paulista – a versão carioca era apresentada por Paulo Barboza. Em 1982 Sílvio Santos pediu que Nelly Raymond, uma importante diretora argentina, criasse um programa para os sábados a noite. Era o Viva a Noite, que no início era dividido em várias partes, e apresentado também por nomes como Ademar Dutra e Jair de Ogum. Depois de algumas mudanças de formato, Gugu permaneceu sozinho no comando do programa, posteriormente dirigido por Homero Salles.
Depois do sucesso do grupo Menudo, que foi exaustivamente promovido pelo Viva a Noite em 1984, lançou grupos musicais brasileiros do mesmo formato, como Dominó e Polegar, se tornando um empresário de sucesso. Sua produtora, a GGP, é responsável pela gravação de comerciais, programas e séries.
Em agosto de 1987, no auge do sucesso do Viva a Noite, Gugu assina um contrato com a Rede Globo. Porém, no sábado de Carnaval de 1988, Sílvio Santos foi pessoalmente à sala do dono da emissora carioca, Roberto Marinho, no jornal O Globo, pedir a liberação do apresentador para permanecer no SBT. Sílvio iria se submeter a uma delicada cirurgia e fez uma proposta milionária a Gugu, oferecendo grande parte da programação dominical. Para se ter uma ideia, o salário do apresentador aumentou em dez vezes, fora os ganhos com publicidade. Gugu estreou nos domingos do SBT em 10 de abril de 1988, apresentando sozinho os programas: Passa ou Repassa e Cidade Contra Cidade. Gugu também dividiu com Sílvio Santos a apresentação do Roletrando.
Mesmo apresentando parte da programação dominical, Gugu manteve-se à frente de atrações no sábado à noite, principalmente com programas musicais como o Sabadão Sertanejo’. O maior sucesso, porém, veio com o Domingo Legal, programa de auditório criado para concorrer com o Domingão do Faustão, comandado por Fausto Silva na Rede Globo. A concorrência, em fins dos anos 1990, foi durante muito tempo favorável a Gugu, que encerrou a década com picos acima de 40 pontos de audiência.
Também atuou no cinema, ao lado das apresentadoras infantis Xuxa Meneghel e Angélica, do grupo Os Trapalhões e na música, Gugu lançou vários LPs e CDs, incluindo um álbum de estúdio nomeada de Gugu Para Crianças já vendeu mais de 100 mil cópias no Brasil, e sendo premiado com Disco de Ouro pela ABPD.
Em 6 de Setembro de 2009,já na Rede Record, com o Programa do Gugu, no seu segundo programa, o Brasil e alguns países que assistiram o quadro Sonhar Mais um Sonho, se emocionaram com a história do jovem garoto chamado, Erick Vinicius de Queiroz, que escreveu um e-mail ao programa contando a história de sua família, pedindo para que o Gugu reformasse o comércio de carnes, que a família possuía, que até então éra o ganha pão de toda família. Gugu surpreendeu à todos com a reforma, de um mero açougue chamado Açougue Dois Irmãos, passou para uma grande e sofisticada Boutique de Carnes, hoje chamada Boutique de Carnes Dois Irmãos. Passado algum tempo Gugu, volto para visitar a família, onde ele elogiou à todos, por zelarem muito bem do comércio onde postou em seu Blog, um vídeo de sua visita.
Gugu recebeu 11 estatuetas do Troféu Imprensa’. Os quais: revelação de 1982, animador de 1995 a 2000 e 2002, programa de auditório de 2008 e programa sertanejo de 1991 e 1992. Venceu também o Troféu Internet de programa de auditório em 2005.Gugu também lançou duas séries de revistas em quadrinhos. A última leva entre 1988 a 1990, com 20 gibis e quatro almanaques.

Semana que vem tem a 2ª e última parte da vida do Gugu!

Dossiê: Confira a 1ª parte da vida de Gugu!

Antônio Augusto de Moraes “Gugu” Liberato (São Paulo, 10 de abril de 1959), é um apresentador de televisão, empresário e cantor brasileiro.
Descendente de portugueses, Gugu escrevia cartas para Sílvio Santos sugerindo programas, que o contratou. Começou na televisão aos quatorze anos como assistente de produção do programa Domingo no Parque, apresentado por Sílvio Santos no SBT.
É considerado um dos maiores e mais bem sucedidos apresentadores da televisão brasileira de todos os tempos. Também é blogueiro do R7.
O apresentador é dono de uma fortuna de aproximadamente 1 bilhão de reais (500 milhões de dólares), construída ao longo de uma carreira iniciada como office-boy, Gugu montou um império no qual figuram uma produtora de vídeo e tevê, 16 lojas que levam seu nome, um parque aquático e uma rede de postos de combustíveis.

Carreira
Gugu cursou Odontologia, porém, desistiu do curso após desentendimentos com um professor, que chegaram a agressões físicas que geraram um processo judicial, e com isso tentou a carreira de seminarista. Um ano após sua entrada no seminário, percebeu possuir talento para comunicação devido a vários elogios que recebia de seus professores padres por sua eloquência ao ler suas redações e fazer apresentações no seminário. Sua criatividade e empenho levaram Gugu a deixar o seminário e assumir um posto em frente às câmeras. Um de seus primeiros programas, em 1981, foi a Sessão Premiada paulista – a versão carioca era apresentada por Paulo Barboza. Em 1982 Sílvio Santos pediu que Nelly Raymond, uma importante diretora argentina, criasse um programa para os sábados a noite. Era o Viva a Noite, que no início era dividido em várias partes, e apresentado também por nomes como Ademar Dutra e Jair de Ogum. Depois de algumas mudanças de formato, Gugu permaneceu sozinho no comando do programa, posteriormente dirigido por Homero Salles.
Depois do sucesso do grupo Menudo, que foi exaustivamente promovido pelo Viva a Noite em 1984, lançou grupos musicais brasileiros do mesmo formato, como Dominó e Polegar, se tornando um empresário de sucesso. Sua produtora, a GGP, é responsável pela gravação de comerciais, programas e séries.
Em agosto de 1987, no auge do sucesso do Viva a Noite, Gugu assina um contrato com a Rede Globo. Porém, no sábado de Carnaval de 1988, Sílvio Santos foi pessoalmente à sala do dono da emissora carioca, Roberto Marinho, no jornal O Globo, pedir a liberação do apresentador para permanecer no SBT. Sílvio iria se submeter a uma delicada cirurgia e fez uma proposta milionária a Gugu, oferecendo grande parte da programação dominical. Para se ter uma ideia, o salário do apresentador aumentou em dez vezes, fora os ganhos com publicidade. Gugu estreou nos domingos do SBT em 10 de abril de 1988, apresentando sozinho os programas: Passa ou Repassa e Cidade Contra Cidade. Gugu também dividiu com Sílvio Santos a apresentação do Roletrando.
Mesmo apresentando parte da programação dominical, Gugu manteve-se à frente de atrações no sábado à noite, principalmente com programas musicais como o Sabadão Sertanejo’. O maior sucesso, porém, veio com o Domingo Legal, programa de auditório criado para concorrer com o Domingão do Faustão, comandado por Fausto Silva na Rede Globo. A concorrência, em fins dos anos 1990, foi durante muito tempo favorável a Gugu, que encerrou a década com picos acima de 40 pontos de audiência.
Também atuou no cinema, ao lado das apresentadoras infantis Xuxa Meneghel e Angélica, do grupo Os Trapalhões e na música, Gugu lançou vários LPs e CDs, incluindo um álbum de estúdio nomeada de Gugu Para Crianças já vendeu mais de 100 mil cópias no Brasil, e sendo premiado com Disco de Ouro pela ABPD.
Em 6 de Setembro de 2009,já na Rede Record, com o Programa do Gugu, no seu segundo programa, o Brasil e alguns países que assistiram o quadro Sonhar Mais um Sonho, se emocionaram com a história do jovem garoto chamado, Erick Vinicius de Queiroz, que escreveu um e-mail ao programa contando a história de sua família, pedindo para que o Gugu reformasse o comércio de carnes, que a família possuía, que até então éra o ganha pão de toda família. Gugu surpreendeu à todos com a reforma, de um mero açougue chamado Açougue Dois Irmãos, passou para uma grande e sofisticada Boutique de Carnes, hoje chamada Boutique de Carnes Dois Irmãos. Passado algum tempo Gugu, volto para visitar a família, onde ele elogiou à todos, por zelarem muito bem do comércio onde postou em seu Blog, um vídeo de sua visita.
Gugu recebeu 11 estatuetas do Troféu Imprensa’. Os quais: revelação de 1982, animador de 1995 a 2000 e 2002, programa de auditório de 2008 e programa sertanejo de 1991 e 1992. Venceu também o Troféu Internet de programa de auditório em 2005.Gugu também lançou duas séries de revistas em quadrinhos. A última leva entre 1988 a 1990, com 20 gibis e quatro almanaques.

Semana que vem tem a 2ª e última parte da vida do Gugu!

Dossiê: Confira a 1ª parte da vida de Gugu!

Antônio Augusto de Moraes “Gugu” Liberato (São Paulo, 10 de abril de 1959), é um apresentador de televisão, empresário e cantor brasileiro.
Descendente de portugueses, Gugu escrevia cartas para Sílvio Santos sugerindo programas, que o contratou. Começou na televisão aos quatorze anos como assistente de produção do programa Domingo no Parque, apresentado por Sílvio Santos no SBT.
É considerado um dos maiores e mais bem sucedidos apresentadores da televisão brasileira de todos os tempos. Também é blogueiro do R7.
O apresentador é dono de uma fortuna de aproximadamente 1 bilhão de reais (500 milhões de dólares), construída ao longo de uma carreira iniciada como office-boy, Gugu montou um império no qual figuram uma produtora de vídeo e tevê, 16 lojas que levam seu nome, um parque aquático e uma rede de postos de combustíveis.

Carreira
Gugu cursou Odontologia, porém, desistiu do curso após desentendimentos com um professor, que chegaram a agressões físicas que geraram um processo judicial, e com isso tentou a carreira de seminarista. Um ano após sua entrada no seminário, percebeu possuir talento para comunicação devido a vários elogios que recebia de seus professores padres por sua eloquência ao ler suas redações e fazer apresentações no seminário. Sua criatividade e empenho levaram Gugu a deixar o seminário e assumir um posto em frente às câmeras. Um de seus primeiros programas, em 1981, foi a Sessão Premiada paulista – a versão carioca era apresentada por Paulo Barboza. Em 1982 Sílvio Santos pediu que Nelly Raymond, uma importante diretora argentina, criasse um programa para os sábados a noite. Era o Viva a Noite, que no início era dividido em várias partes, e apresentado também por nomes como Ademar Dutra e Jair de Ogum. Depois de algumas mudanças de formato, Gugu permaneceu sozinho no comando do programa, posteriormente dirigido por Homero Salles.
Depois do sucesso do grupo Menudo, que foi exaustivamente promovido pelo Viva a Noite em 1984, lançou grupos musicais brasileiros do mesmo formato, como Dominó e Polegar, se tornando um empresário de sucesso. Sua produtora, a GGP, é responsável pela gravação de comerciais, programas e séries.
Em agosto de 1987, no auge do sucesso do Viva a Noite, Gugu assina um contrato com a Rede Globo. Porém, no sábado de Carnaval de 1988, Sílvio Santos foi pessoalmente à sala do dono da emissora carioca, Roberto Marinho, no jornal O Globo, pedir a liberação do apresentador para permanecer no SBT. Sílvio iria se submeter a uma delicada cirurgia e fez uma proposta milionária a Gugu, oferecendo grande parte da programação dominical. Para se ter uma ideia, o salário do apresentador aumentou em dez vezes, fora os ganhos com publicidade. Gugu estreou nos domingos do SBT em 10 de abril de 1988, apresentando sozinho os programas: Passa ou Repassa e Cidade Contra Cidade. Gugu também dividiu com Sílvio Santos a apresentação do Roletrando.
Mesmo apresentando parte da programação dominical, Gugu manteve-se à frente de atrações no sábado à noite, principalmente com programas musicais como o Sabadão Sertanejo’. O maior sucesso, porém, veio com o Domingo Legal, programa de auditório criado para concorrer com o Domingão do Faustão, comandado por Fausto Silva na Rede Globo. A concorrência, em fins dos anos 1990, foi durante muito tempo favorável a Gugu, que encerrou a década com picos acima de 40 pontos de audiência.
Também atuou no cinema, ao lado das apresentadoras infantis Xuxa Meneghel e Angélica, do grupo Os Trapalhões e na música, Gugu lançou vários LPs e CDs, incluindo um álbum de estúdio nomeada de Gugu Para Crianças já vendeu mais de 100 mil cópias no Brasil, e sendo premiado com Disco de Ouro pela ABPD.
Em 6 de Setembro de 2009,já na Rede Record, com o Programa do Gugu, no seu segundo programa, o Brasil e alguns países que assistiram o quadro Sonhar Mais um Sonho, se emocionaram com a história do jovem garoto chamado, Erick Vinicius de Queiroz, que escreveu um e-mail ao programa contando a história de sua família, pedindo para que o Gugu reformasse o comércio de carnes, que a família possuía, que até então éra o ganha pão de toda família. Gugu surpreendeu à todos com a reforma, de um mero açougue chamado Açougue Dois Irmãos, passou para uma grande e sofisticada Boutique de Carnes, hoje chamada Boutique de Carnes Dois Irmãos. Passado algum tempo Gugu, volto para visitar a família, onde ele elogiou à todos, por zelarem muito bem do comércio onde postou em seu Blog, um vídeo de sua visita.
Gugu recebeu 11 estatuetas do Troféu Imprensa’. Os quais: revelação de 1982, animador de 1995 a 2000 e 2002, programa de auditório de 2008 e programa sertanejo de 1991 e 1992. Venceu também o Troféu Internet de programa de auditório em 2005.Gugu também lançou duas séries de revistas em quadrinhos. A última leva entre 1988 a 1990, com 20 gibis e quatro almanaques.

Semana que vem tem a 2ª e última parte da vida do Gugu!

Dossiê: A vida do competente Roberto Cabrini!


Francisco Roberto Cabrini (Piracicaba, 3 de outubro de 1960) é um jornalista de televisão brasileiro. Foi correspondente internacional da Rede Globo em Londres e Nova York, ganhou os principais prêmios como repórter investigativo (APCA, Líbero Badaró, Imprensa e Vladimir Herzog) e cobriu seis guerras.

Biografia
Roberto Cabrini iniciou sua carreira aos 16 anos de idade em uma rádio do interior de São Paulo e, aos 17, foi contratado pela TV Globo como o repórter mais jovem do telejornalismo de rede do país.
Em 28 anos de carreira, Roberto Cabrini cobriu seis guerras internacionais (Afeganistão, Iraque, Palestina, Camboja, Caxemira e Haiti); participou de cinco Olimpíadas e cinco Copas do Mundo; foi correspondente por oito anos – quatro deles em Londres e quatro em Nova York – além de realizar coberturas em mais de 50 países.
Em outubro de 1993,após sete meses de investigação descobriu o ex Secretario do Tesouro do governo Fernando Collor, Paulo César Farias, em Londres. Em setembro de 1997 após uma investigação de 5 meses localizou o paradero da fraudadora do INSS Jorgina de Freitas Fernandes na Costa Rica.
Também foi Roberto Cabrini quem noticiou, ao vivo, pela TV Globo, o óbito do piloto Ayrton Senna em maio de 1994. Cabrini cobria o GP de fórmula 1 de Ímola, na Itália, e foi a Bologna acompanhar a sequência dos fatos onde entrou em plantão ao vivo para noticiar o fato.
Em 2009, Roberto Cabrini retornou ao SBT, onde apresenta o programa Conexão Reporter, vencedor do Prêmio Esso 2010 de telejornalismo,além de ter rovocado 3 CPIs com suas reportagens.

Emissoras onde trabalhou
Globo (Reporter)
SBT (Reporter)
Band (Jornal da Noite, Brasil Urgente)
Record (Repórter Record)
Retorno ao SBT(Conexão Reporter)

Semana que vem tem mais “Dossiê” pra você!