Arquivo da categoria: Especiais UHTV

Sexta-Feira 13 – "Lendas Urbanas": A Lenda da Bruxa de Gwrach-y-rhibynpara!

O significado do nome Gwrach-y-rhibyn, literalmente é “Bruxa da Bruma” mas é mais comumente chamada de “Bruxa da Baba”.

Dizem que parece com uma velha horrenda, toda desgrenhada, de nariz adunco, olhos penetrantes e dentes semelhantes a presas. De braços compridos e dedos com longas garras, tem na corcunda duas asas negras escamosas, coriáceas como a de um morcego. Por mais diferente que ela seja da adorável banshee irlandesa, a Bruxa da Baba do País de Gales lamenta e chora quando cumpre funções semelhantes, prevendo a morte.
Acredita-se que a medonha aparição sirva de emissária principalmente às antigas famílias galesas. Alguns habitantes de Gales até dizem ter visto a cara dessa górgona; outros conhecem a velha agourenta apenas por marcas de garras nas janelas ou por um bater de asas, grandes demais para pertencer a um pássaro. Uma antiga família que teria sido assombrada pela Gwrach-y-rhibyn foi a dos Stardling, do sul de Gales. Por setecentos anos, até meados do século XVIII, os Stardling ocuparam o Castelo de São Donato, no litoral de Glamorgan. A família acabou por perder a propriedade, mas parece que a Bruxa da Baba continuou associando São Donato aos Stardling.
Uma noite, um hóspede do Castelo acordou com o som de uma mulher se lamuriando e gemendo abaixo de sua janela. Olhou para fora, mas a escuridão envolvia tudo. Em seguida ouviu o bater de asas imensas. Os misteriosos sons assustaram tanto o visitante que este voltou para cama, não sem antes acender uma lâmpada que ficaria acesa até o amanhecer. Na manhã seguinte, indagando se mais alguém havia ouvido tais barulhos, a sua anfitriã confirmou os sons e disse que seriam de uma Gwrach-y-rhibyn que estava avisando de uma morte na família Stardling. Mesmo sem haver um membro da família morando mais no casarão, a velha bruxa continuava a visitar a casa que um dia fora dos Stardling. Naquele mesmo dia, ficou-se sabendo que o último descendente direto da família estava morto.
Daqui a pouco, 8 da noite, tem mais “Lendas Urbanas” pra você!

Sexta-Feira 13: Várias "Lendas Urbanas" para você nessa noite!!!

A árvore das Almas

Essa é uma Lenda Urbana muito antiga, perdida no tempo que uma senhora me contou quando eu era pequeno, espero que gostem. Por volta de 1845 em uma cidadezinha do interior de Minas Gerais, havia essa Lenda Urbana sobre a árvore das almas. Tal árvore ficava em um bosque atrás da cidade, ela era enorme e oca. Tinha uma passagem imensa onde as pessoas podiam entrar dentro. Nessa época acreditava-se que a árvore era abrigo para centenas de almas de mulheres as quais a origem é desconhecida. Acreditava-se também que elas eram as guardiãs da cidade, mantinham os maus espíritos longe e ajudavam a cidade a prosperar. Uma vez por ano, na sexta-feira santa a meia noite, elas saiam da árvore para uma procissão pela cidade. Caminhavam por todas as ruas da cidade, cada uma com sua vela na mão dando sua benção. Os moradores por sua vez, em respeito às mulheres deveriam ficar dentro de casa, com as janelas e cortinas fechadas até que a procissão terminasse. Em uma dessas procissões, uma garota da cidade resolveu olhar pela janela. Ela ficou maravilhada, centenas de mulheres vestidas de branco, com uma vela grande na mão, recitando algo que não se podia ouvir. Ela notou que as mulheres não eram seres comuns, pois seus corpos eram meio transparentes e luminosos.
Maravilhada com o que vira, ela abriu sua janela, saltou e foi seguindo as mulheres. Quando a procissão terminou as mulheres voltaram para o bosque. A garota hesitou um pouco em segui-las, mas pensou, se já foi tão longe era melhor ir até a árvore. De longe e atrás de alguns arbustos ela avistou a árvore e as mulheres foram entrando dentro e desaparecendo. A última mulher da fila parou antes de entrar, virou-se para a garota e olhou-a nos olhos e começou a andar em sua direção. A garota por alguma razão não sentiu medo e esperou o fantasma se aproximar. A mulher lhe estendeu a vela. “Um presente por sua coragem.” – disse a fantasma sorrindo. “Obrigado.” – respondeu a garota sem reação. A mulher voltou para a árvore, antes de entrar olhou a garota novamente e desapareceu. Quando a garota olhou de novo para a vela, esta tinha se transformado em um fêmur. Assustada ela correu para casa e contou a seus pais o que havia ocorrido. Os pais muito preocupados a mandaram de volta ao bosque e disseram que ela deveria enterrar o fêmur de baixo da árvore, pois eles não queriam um osso humano em casa. A menina foi vista pela última vez entrando no bosque. Suas pegadas podiam ser vistas até a árvore, mas ali ela não estava. Diz à lenda que a garota pode ser vista durante a procissão, ela vai levando sua vela, no último lugar da fila das mulheres fantasmas.
Fique ligado. Daqui a pouco, 7 da noite, tem mais uma sinistra “Lenda Urbana”!

Sexta-Feira 13: Várias "Lendas Urbanas" para você nessa noite!!!

A árvore das Almas

Essa é uma Lenda Urbana muito antiga, perdida no tempo que uma senhora me contou quando eu era pequeno, espero que gostem. Por volta de 1845 em uma cidadezinha do interior de Minas Gerais, havia essa Lenda Urbana sobre a árvore das almas. Tal árvore ficava em um bosque atrás da cidade, ela era enorme e oca. Tinha uma passagem imensa onde as pessoas podiam entrar dentro. Nessa época acreditava-se que a árvore era abrigo para centenas de almas de mulheres as quais a origem é desconhecida. Acreditava-se também que elas eram as guardiãs da cidade, mantinham os maus espíritos longe e ajudavam a cidade a prosperar. Uma vez por ano, na sexta-feira santa a meia noite, elas saiam da árvore para uma procissão pela cidade. Caminhavam por todas as ruas da cidade, cada uma com sua vela na mão dando sua benção. Os moradores por sua vez, em respeito às mulheres deveriam ficar dentro de casa, com as janelas e cortinas fechadas até que a procissão terminasse. Em uma dessas procissões, uma garota da cidade resolveu olhar pela janela. Ela ficou maravilhada, centenas de mulheres vestidas de branco, com uma vela grande na mão, recitando algo que não se podia ouvir. Ela notou que as mulheres não eram seres comuns, pois seus corpos eram meio transparentes e luminosos.
Maravilhada com o que vira, ela abriu sua janela, saltou e foi seguindo as mulheres. Quando a procissão terminou as mulheres voltaram para o bosque. A garota hesitou um pouco em segui-las, mas pensou, se já foi tão longe era melhor ir até a árvore. De longe e atrás de alguns arbustos ela avistou a árvore e as mulheres foram entrando dentro e desaparecendo. A última mulher da fila parou antes de entrar, virou-se para a garota e olhou-a nos olhos e começou a andar em sua direção. A garota por alguma razão não sentiu medo e esperou o fantasma se aproximar. A mulher lhe estendeu a vela. “Um presente por sua coragem.” – disse a fantasma sorrindo. “Obrigado.” – respondeu a garota sem reação. A mulher voltou para a árvore, antes de entrar olhou a garota novamente e desapareceu. Quando a garota olhou de novo para a vela, esta tinha se transformado em um fêmur. Assustada ela correu para casa e contou a seus pais o que havia ocorrido. Os pais muito preocupados a mandaram de volta ao bosque e disseram que ela deveria enterrar o fêmur de baixo da árvore, pois eles não queriam um osso humano em casa. A menina foi vista pela última vez entrando no bosque. Suas pegadas podiam ser vistas até a árvore, mas ali ela não estava. Diz à lenda que a garota pode ser vista durante a procissão, ela vai levando sua vela, no último lugar da fila das mulheres fantasmas.
Fique ligado. Daqui a pouco, 7 da noite, tem mais uma sinistra “Lenda Urbana”!

Sexta-Feira 13: Várias "Lendas Urbanas" para você nessa noite!!!

A árvore das Almas

Essa é uma Lenda Urbana muito antiga, perdida no tempo que uma senhora me contou quando eu era pequeno, espero que gostem. Por volta de 1845 em uma cidadezinha do interior de Minas Gerais, havia essa Lenda Urbana sobre a árvore das almas. Tal árvore ficava em um bosque atrás da cidade, ela era enorme e oca. Tinha uma passagem imensa onde as pessoas podiam entrar dentro. Nessa época acreditava-se que a árvore era abrigo para centenas de almas de mulheres as quais a origem é desconhecida. Acreditava-se também que elas eram as guardiãs da cidade, mantinham os maus espíritos longe e ajudavam a cidade a prosperar. Uma vez por ano, na sexta-feira santa a meia noite, elas saiam da árvore para uma procissão pela cidade. Caminhavam por todas as ruas da cidade, cada uma com sua vela na mão dando sua benção. Os moradores por sua vez, em respeito às mulheres deveriam ficar dentro de casa, com as janelas e cortinas fechadas até que a procissão terminasse. Em uma dessas procissões, uma garota da cidade resolveu olhar pela janela. Ela ficou maravilhada, centenas de mulheres vestidas de branco, com uma vela grande na mão, recitando algo que não se podia ouvir. Ela notou que as mulheres não eram seres comuns, pois seus corpos eram meio transparentes e luminosos.
Maravilhada com o que vira, ela abriu sua janela, saltou e foi seguindo as mulheres. Quando a procissão terminou as mulheres voltaram para o bosque. A garota hesitou um pouco em segui-las, mas pensou, se já foi tão longe era melhor ir até a árvore. De longe e atrás de alguns arbustos ela avistou a árvore e as mulheres foram entrando dentro e desaparecendo. A última mulher da fila parou antes de entrar, virou-se para a garota e olhou-a nos olhos e começou a andar em sua direção. A garota por alguma razão não sentiu medo e esperou o fantasma se aproximar. A mulher lhe estendeu a vela. “Um presente por sua coragem.” – disse a fantasma sorrindo. “Obrigado.” – respondeu a garota sem reação. A mulher voltou para a árvore, antes de entrar olhou a garota novamente e desapareceu. Quando a garota olhou de novo para a vela, esta tinha se transformado em um fêmur. Assustada ela correu para casa e contou a seus pais o que havia ocorrido. Os pais muito preocupados a mandaram de volta ao bosque e disseram que ela deveria enterrar o fêmur de baixo da árvore, pois eles não queriam um osso humano em casa. A menina foi vista pela última vez entrando no bosque. Suas pegadas podiam ser vistas até a árvore, mas ali ela não estava. Diz à lenda que a garota pode ser vista durante a procissão, ela vai levando sua vela, no último lugar da fila das mulheres fantasmas.
Fique ligado. Daqui a pouco, 7 da noite, tem mais uma sinistra “Lenda Urbana”!

O UHTV! preparou uma surpresa para você nessa Sexta-Feira 13!

Você não pode perder.
O UHTV!, hoje, o dia inteiro, vai exibir as “Lendas Urbanas” mais sinistras.
Você que curtem um pouco de terror, não pode ficar de fora dessa aventura.
Serão 6 edições de puro suspense e medo!
As edições vão ao ar 18h, 19h, 20h, 21h 22h e 23hs.
Então, grave os horários e embarque nessa jornada com a gente.

O UHTV! preparou uma surpresa para você nessa Sexta-Feira 13!

Você não pode perder.
O UHTV!, hoje, o dia inteiro, vai exibir as “Lendas Urbanas” mais sinistras.
Você que curtem um pouco de terror, não pode ficar de fora dessa aventura.
Serão 6 edições de puro suspense e medo!
As edições vão ao ar 18h, 19h, 20h, 21h 22h e 23hs.
Então, grave os horários e embarque nessa jornada com a gente.

O UHTV! preparou uma surpresa para você nessa Sexta-Feira 13!

Você não pode perder.
O UHTV!, hoje, o dia inteiro, vai exibir as “Lendas Urbanas” mais sinistras.
Você que curtem um pouco de terror, não pode ficar de fora dessa aventura.
Serão 6 edições de puro suspense e medo!
As edições vão ao ar 18h, 19h, 20h, 21h 22h e 23hs.
Então, grave os horários e embarque nessa jornada com a gente.

Balanço Total: Descubra qual emissora teve a melhor programação!

MELHOR
PROGRAMAÇÃO DE 2011
Há meses atrás, colocamos em nosso blog uma enquete que questionava qual emissora teve a melhor programação de 2011.
Você votou, e o resultado você confere agora:
1. Record – 190 votos (47%)
 
A emissora dos bispos parece que caiu no gosto popular. Não entendi o raciocínio do leitor ao votar como melhor porogramação uma emissora que mudou constantemente sua grade nesse ano. Record
2. SBT – 94 votos (25%)
O SBT, da mesma forma, me surpreendeu ficando com o 2º lugar isolado nesse ranking. É uma emissora que apesar de ter mudado e parado de fazer troca-troca com seus programas, ainda não alcançou a excelência em sua programação.
3. Globo – 68 votos (19%)
A Globo nos impressiona com sua coerência em sua programação, mas esse ano deixou muito a desejar. Como de costume, cumpriu bem seu cronograma, mas a novela “O Astro” fez com que a Globo engavetasse novos projetos e voltar a exibir no fim de ano os mesmo mesmos programas que exibiu no 1º semestre.
4. MTV – 15 votos (3%)
A MTV surpreendeu ficando com o 4º lugar. É uma emissora jovem e que faz de tudo para dar à seu telespectador o melhor conteúdo. Todo jovem curte MTV e tem razão, pois essa emissora trata deles com exclusividade.
5. Band – 9 votos (2%)

A Band traça um caminho muito errado. Ela tem uma ótima programação à noite, mas não investe em suas manhãs e tardes. Quando algum de seus programas atinge o 3º lugar, eles comemoram, mas se for feita uma somatória geral, em qualidade, a Band fica atrás de muita emissora pequena que tem por aí.
6. Cultura – 8 votos (1%)
CNT – 7 votos (1%)
RedeTV! – 6 votos (1%)
  

Essas 3 emissoras empataram. Sei que a Cultura investe nas crianças, com muito entretenimento. A RedeTV! tem poucas atrações próprias e não se preocupa com seus telespectadores. A CNT eu não tenho oportunidade de ver, mas pelo que ouço, é uma emissora que tenta crescer a cada dia.

7. TV Brasil – 2 votos (0%)

Mix TV – 2 votos (0%)

Outras emissoras somaram 1%
Total de votos: 409
Enquete encerrada

UHTV! Interatividade com Qualidade pra Você! 

Balanço Total: Descubra qual emissora teve a melhor programação!

MELHOR
PROGRAMAÇÃO DE 2011
Há meses atrás, colocamos em nosso blog uma enquete que questionava qual emissora teve a melhor programação de 2011.
Você votou, e o resultado você confere agora:
1. Record – 190 votos (47%)
 
A emissora dos bispos parece que caiu no gosto popular. Não entendi o raciocínio do leitor ao votar como melhor porogramação uma emissora que mudou constantemente sua grade nesse ano. Record
2. SBT – 94 votos (25%)
O SBT, da mesma forma, me surpreendeu ficando com o 2º lugar isolado nesse ranking. É uma emissora que apesar de ter mudado e parado de fazer troca-troca com seus programas, ainda não alcançou a excelência em sua programação.
3. Globo – 68 votos (19%)
A Globo nos impressiona com sua coerência em sua programação, mas esse ano deixou muito a desejar. Como de costume, cumpriu bem seu cronograma, mas a novela “O Astro” fez com que a Globo engavetasse novos projetos e voltar a exibir no fim de ano os mesmo mesmos programas que exibiu no 1º semestre.
4. MTV – 15 votos (3%)
A MTV surpreendeu ficando com o 4º lugar. É uma emissora jovem e que faz de tudo para dar à seu telespectador o melhor conteúdo. Todo jovem curte MTV e tem razão, pois essa emissora trata deles com exclusividade.
5. Band – 9 votos (2%)

A Band traça um caminho muito errado. Ela tem uma ótima programação à noite, mas não investe em suas manhãs e tardes. Quando algum de seus programas atinge o 3º lugar, eles comemoram, mas se for feita uma somatória geral, em qualidade, a Band fica atrás de muita emissora pequena que tem por aí.
6. Cultura – 8 votos (1%)
CNT – 7 votos (1%)
RedeTV! – 6 votos (1%)
  

Essas 3 emissoras empataram. Sei que a Cultura investe nas crianças, com muito entretenimento. A RedeTV! tem poucas atrações próprias e não se preocupa com seus telespectadores. A CNT eu não tenho oportunidade de ver, mas pelo que ouço, é uma emissora que tenta crescer a cada dia.

7. TV Brasil – 2 votos (0%)

Mix TV – 2 votos (0%)

Outras emissoras somaram 1%
Total de votos: 409
Enquete encerrada

UHTV! Interatividade com Qualidade pra Você! 

Chaves Especial – Ano Novo na Vila