Arquivo da categoria: Reality-Show

Val Marchiori diz que "defeito de homem é ser pobre"!

Val Marchiori

“Cada personagem tem o seu tempo, o da Narcisa (Tamborindeguy) já passou. Agora é tempo de Val”, declarou a empresária Val Marchiori no episódio de ontem do reality “Mulheres Ricas” (Band).

A socialite carioca Narcisa Tamborindeguy, que convidara Val para um desarmonioso passeio de helicóptero, retrucou: “eu sou autêntica, eu sou única e original –sou exclusiva!” e abriu o seu sempre imenso e enigmático sorriso. Quanto ao passeio?

“Não gostei do helicóptero ser pequeno, não gostei do piloto, não gostei!”, enfatizou Val. “Mas quando cheguei do lado do Cristo (Redentor)… ufa… (suspiro profundo) eu sou muito católica”, concluiu Marchiori.

Narcisa pintou e bordou durante o passeio. Foi ela que pediu ao piloto para fazer um ‘badalo’, uma manobra delicada que faz o helicóptero subir e descer balançando em queda livre. Narcisa gritava “ai, que delícia!”, enquanto Val descia do salto e ordenava “pára essa m…”, furiosa e assustada. “Eu preservo a minha vida. Eu tenho dois filhos pequenos. A Narcisa é louca!”.

“Eu me acho uma pessoa coerente”, declarou com serenidade a socialite carioca. “Eu sei que aquelas coisas de ‘badalo’ é só no helicóptero do meu amigo –é só pra dar um friozinho na barriga”, e abre o ‘sorriso do lagarto’. Narcisa ofereceu o que há de melhor em matéria de champanhe para a sua convidada, mas absteve-se. “Eu já tomei o rio Amazonas de champanhe, agora eu deixo pra Val”, confessou Tamborindeguy. “O que eu tenho em comum com a Narcisa é só a alegria de viver”, objetou Val Marchiori.

Enquanto isso, Brunete Fraccaroli arrumava-se para ir a um ‘blind date’ com um conhecido da onipresente Val. “Como ele é?”, perguntou demonstrando ansiedade a famosa arquiteta. “Ele é francês, culto e rico –hello!”, esclareceu Marchiori. Sem nunca esquecer-se de sua persona ‘Barbie Girl’, Brunete vai ao encontro toda trabalhada no rosa boneca. O senhor ‘francês, culto e rico’ a impressiona bem, mas no final do jantar ambos são unânimes: não rolou química!

“Os grandes assaltos, os grandes sequestros, contam sempre com o fator surpresa. E é pra isso que eu quero estar preparada”, comenta a joalheira Lydia Leão Sayeg enquanto se encaminha para a sua aula de defesa pessoal urbana. “Quem mora no Canadá tem que estar preparado para enfrentar menos trinta graus (no inverno), quem mora em São Paulo tem que estar preparado para a violência urbana”, argumenta a joalheira que tem obsessão por segurança.

Num outro momento, Lydia posou em sua casa para a revista Hola e depois fez uma visita para Brunete Fraccaroli. Era tarde da noite, pois ambas tinham marcada uma aula de tango à meia noite. “É o único horário que eu posso”, declarou Brunete. Lydia concordou com a colega, pois também só lhe resta horário livre em sua agenda entre meia noite e seis da manhã.

“No tango é o homem quem conduz”, foi a primeira dica recebida pela joalheira. “Por isso que o meu psiquiatra me mandou dançar tango”, refletiu Sayeg, “porque eu é que sempre quero dominar tudo!”. “Não sei quem foi que inventou o ‘feminismo’. É tão bom ser ‘feminina’ e se deixar levar, mesmo que, no fundo, a gente é que leve”, concluiu a rica joalheira.

Débora Rodrigues foi ao estádio na companhia da sempre exuberante Val Marchiori. Podem torcer o nariz, mas que a moça sabe se vestir, isso é incontestável. A piloto de Fórmula Truck foi bem simplesinha para o jogo de futebol do seu time, o Palmeiras. “Com certeza a Débora combina mais com estádio de futebol do que eu”, declarou a mais efervescente das “Mulheres Ricas”. “Ela tem um jeito meio macho de ser”, completou Marchiori. “Eu e a Val? Bem, nós duas somos do Paraná, nós duas somos palmeirenses”, comentou Débora Rodrigues. “Semelhança entre nós duas? Acho que não tem, tem?!”, conjeturou Val Marchiori, que antes de iniciar a partida perguntou com a sua habitual desfaçatez: “no estádio tem champanhe?!”

Val Marchiori diz que "defeito de homem é ser pobre"!

Val Marchiori

“Cada personagem tem o seu tempo, o da Narcisa (Tamborindeguy) já passou. Agora é tempo de Val”, declarou a empresária Val Marchiori no episódio de ontem do reality “Mulheres Ricas” (Band).

A socialite carioca Narcisa Tamborindeguy, que convidara Val para um desarmonioso passeio de helicóptero, retrucou: “eu sou autêntica, eu sou única e original –sou exclusiva!” e abriu o seu sempre imenso e enigmático sorriso. Quanto ao passeio?

“Não gostei do helicóptero ser pequeno, não gostei do piloto, não gostei!”, enfatizou Val. “Mas quando cheguei do lado do Cristo (Redentor)… ufa… (suspiro profundo) eu sou muito católica”, concluiu Marchiori.

Narcisa pintou e bordou durante o passeio. Foi ela que pediu ao piloto para fazer um ‘badalo’, uma manobra delicada que faz o helicóptero subir e descer balançando em queda livre. Narcisa gritava “ai, que delícia!”, enquanto Val descia do salto e ordenava “pára essa m…”, furiosa e assustada. “Eu preservo a minha vida. Eu tenho dois filhos pequenos. A Narcisa é louca!”.

“Eu me acho uma pessoa coerente”, declarou com serenidade a socialite carioca. “Eu sei que aquelas coisas de ‘badalo’ é só no helicóptero do meu amigo –é só pra dar um friozinho na barriga”, e abre o ‘sorriso do lagarto’. Narcisa ofereceu o que há de melhor em matéria de champanhe para a sua convidada, mas absteve-se. “Eu já tomei o rio Amazonas de champanhe, agora eu deixo pra Val”, confessou Tamborindeguy. “O que eu tenho em comum com a Narcisa é só a alegria de viver”, objetou Val Marchiori.

Enquanto isso, Brunete Fraccaroli arrumava-se para ir a um ‘blind date’ com um conhecido da onipresente Val. “Como ele é?”, perguntou demonstrando ansiedade a famosa arquiteta. “Ele é francês, culto e rico –hello!”, esclareceu Marchiori. Sem nunca esquecer-se de sua persona ‘Barbie Girl’, Brunete vai ao encontro toda trabalhada no rosa boneca. O senhor ‘francês, culto e rico’ a impressiona bem, mas no final do jantar ambos são unânimes: não rolou química!

“Os grandes assaltos, os grandes sequestros, contam sempre com o fator surpresa. E é pra isso que eu quero estar preparada”, comenta a joalheira Lydia Leão Sayeg enquanto se encaminha para a sua aula de defesa pessoal urbana. “Quem mora no Canadá tem que estar preparado para enfrentar menos trinta graus (no inverno), quem mora em São Paulo tem que estar preparado para a violência urbana”, argumenta a joalheira que tem obsessão por segurança.

Num outro momento, Lydia posou em sua casa para a revista Hola e depois fez uma visita para Brunete Fraccaroli. Era tarde da noite, pois ambas tinham marcada uma aula de tango à meia noite. “É o único horário que eu posso”, declarou Brunete. Lydia concordou com a colega, pois também só lhe resta horário livre em sua agenda entre meia noite e seis da manhã.

“No tango é o homem quem conduz”, foi a primeira dica recebida pela joalheira. “Por isso que o meu psiquiatra me mandou dançar tango”, refletiu Sayeg, “porque eu é que sempre quero dominar tudo!”. “Não sei quem foi que inventou o ‘feminismo’. É tão bom ser ‘feminina’ e se deixar levar, mesmo que, no fundo, a gente é que leve”, concluiu a rica joalheira.

Débora Rodrigues foi ao estádio na companhia da sempre exuberante Val Marchiori. Podem torcer o nariz, mas que a moça sabe se vestir, isso é incontestável. A piloto de Fórmula Truck foi bem simplesinha para o jogo de futebol do seu time, o Palmeiras. “Com certeza a Débora combina mais com estádio de futebol do que eu”, declarou a mais efervescente das “Mulheres Ricas”. “Ela tem um jeito meio macho de ser”, completou Marchiori. “Eu e a Val? Bem, nós duas somos do Paraná, nós duas somos palmeirenses”, comentou Débora Rodrigues. “Semelhança entre nós duas? Acho que não tem, tem?!”, conjeturou Val Marchiori, que antes de iniciar a partida perguntou com a sua habitual desfaçatez: “no estádio tem champanhe?!”

Val Marchiori diz que "defeito de homem é ser pobre"!

Val Marchiori

“Cada personagem tem o seu tempo, o da Narcisa (Tamborindeguy) já passou. Agora é tempo de Val”, declarou a empresária Val Marchiori no episódio de ontem do reality “Mulheres Ricas” (Band).

A socialite carioca Narcisa Tamborindeguy, que convidara Val para um desarmonioso passeio de helicóptero, retrucou: “eu sou autêntica, eu sou única e original –sou exclusiva!” e abriu o seu sempre imenso e enigmático sorriso. Quanto ao passeio?

“Não gostei do helicóptero ser pequeno, não gostei do piloto, não gostei!”, enfatizou Val. “Mas quando cheguei do lado do Cristo (Redentor)… ufa… (suspiro profundo) eu sou muito católica”, concluiu Marchiori.

Narcisa pintou e bordou durante o passeio. Foi ela que pediu ao piloto para fazer um ‘badalo’, uma manobra delicada que faz o helicóptero subir e descer balançando em queda livre. Narcisa gritava “ai, que delícia!”, enquanto Val descia do salto e ordenava “pára essa m…”, furiosa e assustada. “Eu preservo a minha vida. Eu tenho dois filhos pequenos. A Narcisa é louca!”.

“Eu me acho uma pessoa coerente”, declarou com serenidade a socialite carioca. “Eu sei que aquelas coisas de ‘badalo’ é só no helicóptero do meu amigo –é só pra dar um friozinho na barriga”, e abre o ‘sorriso do lagarto’. Narcisa ofereceu o que há de melhor em matéria de champanhe para a sua convidada, mas absteve-se. “Eu já tomei o rio Amazonas de champanhe, agora eu deixo pra Val”, confessou Tamborindeguy. “O que eu tenho em comum com a Narcisa é só a alegria de viver”, objetou Val Marchiori.

Enquanto isso, Brunete Fraccaroli arrumava-se para ir a um ‘blind date’ com um conhecido da onipresente Val. “Como ele é?”, perguntou demonstrando ansiedade a famosa arquiteta. “Ele é francês, culto e rico –hello!”, esclareceu Marchiori. Sem nunca esquecer-se de sua persona ‘Barbie Girl’, Brunete vai ao encontro toda trabalhada no rosa boneca. O senhor ‘francês, culto e rico’ a impressiona bem, mas no final do jantar ambos são unânimes: não rolou química!

“Os grandes assaltos, os grandes sequestros, contam sempre com o fator surpresa. E é pra isso que eu quero estar preparada”, comenta a joalheira Lydia Leão Sayeg enquanto se encaminha para a sua aula de defesa pessoal urbana. “Quem mora no Canadá tem que estar preparado para enfrentar menos trinta graus (no inverno), quem mora em São Paulo tem que estar preparado para a violência urbana”, argumenta a joalheira que tem obsessão por segurança.

Num outro momento, Lydia posou em sua casa para a revista Hola e depois fez uma visita para Brunete Fraccaroli. Era tarde da noite, pois ambas tinham marcada uma aula de tango à meia noite. “É o único horário que eu posso”, declarou Brunete. Lydia concordou com a colega, pois também só lhe resta horário livre em sua agenda entre meia noite e seis da manhã.

“No tango é o homem quem conduz”, foi a primeira dica recebida pela joalheira. “Por isso que o meu psiquiatra me mandou dançar tango”, refletiu Sayeg, “porque eu é que sempre quero dominar tudo!”. “Não sei quem foi que inventou o ‘feminismo’. É tão bom ser ‘feminina’ e se deixar levar, mesmo que, no fundo, a gente é que leve”, concluiu a rica joalheira.

Débora Rodrigues foi ao estádio na companhia da sempre exuberante Val Marchiori. Podem torcer o nariz, mas que a moça sabe se vestir, isso é incontestável. A piloto de Fórmula Truck foi bem simplesinha para o jogo de futebol do seu time, o Palmeiras. “Com certeza a Débora combina mais com estádio de futebol do que eu”, declarou a mais efervescente das “Mulheres Ricas”. “Ela tem um jeito meio macho de ser”, completou Marchiori. “Eu e a Val? Bem, nós duas somos do Paraná, nós duas somos palmeirenses”, comentou Débora Rodrigues. “Semelhança entre nós duas? Acho que não tem, tem?!”, conjeturou Val Marchiori, que antes de iniciar a partida perguntou com a sua habitual desfaçatez: “no estádio tem champanhe?!”

Será? BBB 12 poderá ser cancelado devido estupro

Apesar de todos os esforços para negar a versão de que o modelo paulista Daniel estuprou a administradora gaúcha Monique na madrugada deste domingo, após a festa, a direção do BBB 12 também não tem certeza sobre o que aconteceu debaixo do edredon. E isso ficou claro quando Monique foi chamada ao confessionário, ainda nesta manhã, para esclarecer os fatos.
“Me chamaram para perguntar se tínhamos feito alguma coisa. Eu sei que não fiz, mas começo a pirar.. Será que eu fiz? Será que não? Estou muito mal com isso”, disse Monique, atormentada, para a sister Analice. Monique havia bebido bastante durante a festa e nas imagens que geraram a boataria na internet, ela parece estar desacordada enquanto Daniel a toca.
Preocupada, Monique foi tentar esclarecer com Daniel o que havia acontecido. “Não teve momento de sacanagem nossa juntos. Nos beijamos no quarto e nos agarramos no edredom com a cabeça pra fora”, disse Daniel. Segundo ele, a única coisa que eles fizeram foi dar dois beijos e passar a mão um no outro. “Será que eu estava tão louca que não lembro de alguma coisa?”, disse Monique.

https://i0.wp.com/papofeminino.uol.com.br/2011/wp-content/uploads/2012/01/DanielBBB_mat2.jpg


O episódio deixa claro que Monique não sabe se fez sexo com Daniel, embora acredite que não. Isso corrobora a tese dos internautas que enxergaram nas cenas um abuso por parte do modelo. Se estivesse consciente, bastaria a Monique admitir o fato.

A Globo, por sua vez, corre para tentar conter os danos enquanto decide que atitude tomar. A resposta oficial da CGCOM é: “A produção chamou a participante ao confessionário e Monique confirmou que todas as carícias foram consentidas por ela”. As cenas não foram publicadas no site oficial. Uma acusação formal de estupro dentro da casa colocaria em risco a continuidade do programa. Por outro lado, a simples exclusão de Daniel do reality, sem maiores explicações aos participantes, criaria um clima de insegurança e praticamente acabaria com futuras investidas sexuais – justamente o que traz mais audiência.
Aparentemente, o único que sabe o que de fato aconteceu sob o edredon é o modelo Daniel. E esse não parece disposto a revelar nada a ninguém. Nem à própria Monique.

Fonte: ADTV
Planeta Vip

Será? BBB 12 poderá ser cancelado devido estupro

Apesar de todos os esforços para negar a versão de que o modelo paulista Daniel estuprou a administradora gaúcha Monique na madrugada deste domingo, após a festa, a direção do BBB 12 também não tem certeza sobre o que aconteceu debaixo do edredon. E isso ficou claro quando Monique foi chamada ao confessionário, ainda nesta manhã, para esclarecer os fatos.
“Me chamaram para perguntar se tínhamos feito alguma coisa. Eu sei que não fiz, mas começo a pirar.. Será que eu fiz? Será que não? Estou muito mal com isso”, disse Monique, atormentada, para a sister Analice. Monique havia bebido bastante durante a festa e nas imagens que geraram a boataria na internet, ela parece estar desacordada enquanto Daniel a toca.
Preocupada, Monique foi tentar esclarecer com Daniel o que havia acontecido. “Não teve momento de sacanagem nossa juntos. Nos beijamos no quarto e nos agarramos no edredom com a cabeça pra fora”, disse Daniel. Segundo ele, a única coisa que eles fizeram foi dar dois beijos e passar a mão um no outro. “Será que eu estava tão louca que não lembro de alguma coisa?”, disse Monique.

https://i0.wp.com/papofeminino.uol.com.br/2011/wp-content/uploads/2012/01/DanielBBB_mat2.jpg


O episódio deixa claro que Monique não sabe se fez sexo com Daniel, embora acredite que não. Isso corrobora a tese dos internautas que enxergaram nas cenas um abuso por parte do modelo. Se estivesse consciente, bastaria a Monique admitir o fato.

A Globo, por sua vez, corre para tentar conter os danos enquanto decide que atitude tomar. A resposta oficial da CGCOM é: “A produção chamou a participante ao confessionário e Monique confirmou que todas as carícias foram consentidas por ela”. As cenas não foram publicadas no site oficial. Uma acusação formal de estupro dentro da casa colocaria em risco a continuidade do programa. Por outro lado, a simples exclusão de Daniel do reality, sem maiores explicações aos participantes, criaria um clima de insegurança e praticamente acabaria com futuras investidas sexuais – justamente o que traz mais audiência.
Aparentemente, o único que sabe o que de fato aconteceu sob o edredon é o modelo Daniel. E esse não parece disposto a revelar nada a ninguém. Nem à própria Monique.

Fonte: ADTV
Planeta Vip

Será? BBB 12 poderá ser cancelado devido estupro

Apesar de todos os esforços para negar a versão de que o modelo paulista Daniel estuprou a administradora gaúcha Monique na madrugada deste domingo, após a festa, a direção do BBB 12 também não tem certeza sobre o que aconteceu debaixo do edredon. E isso ficou claro quando Monique foi chamada ao confessionário, ainda nesta manhã, para esclarecer os fatos.
“Me chamaram para perguntar se tínhamos feito alguma coisa. Eu sei que não fiz, mas começo a pirar.. Será que eu fiz? Será que não? Estou muito mal com isso”, disse Monique, atormentada, para a sister Analice. Monique havia bebido bastante durante a festa e nas imagens que geraram a boataria na internet, ela parece estar desacordada enquanto Daniel a toca.
Preocupada, Monique foi tentar esclarecer com Daniel o que havia acontecido. “Não teve momento de sacanagem nossa juntos. Nos beijamos no quarto e nos agarramos no edredom com a cabeça pra fora”, disse Daniel. Segundo ele, a única coisa que eles fizeram foi dar dois beijos e passar a mão um no outro. “Será que eu estava tão louca que não lembro de alguma coisa?”, disse Monique.

https://i0.wp.com/papofeminino.uol.com.br/2011/wp-content/uploads/2012/01/DanielBBB_mat2.jpg


O episódio deixa claro que Monique não sabe se fez sexo com Daniel, embora acredite que não. Isso corrobora a tese dos internautas que enxergaram nas cenas um abuso por parte do modelo. Se estivesse consciente, bastaria a Monique admitir o fato.

A Globo, por sua vez, corre para tentar conter os danos enquanto decide que atitude tomar. A resposta oficial da CGCOM é: “A produção chamou a participante ao confessionário e Monique confirmou que todas as carícias foram consentidas por ela”. As cenas não foram publicadas no site oficial. Uma acusação formal de estupro dentro da casa colocaria em risco a continuidade do programa. Por outro lado, a simples exclusão de Daniel do reality, sem maiores explicações aos participantes, criaria um clima de insegurança e praticamente acabaria com futuras investidas sexuais – justamente o que traz mais audiência.
Aparentemente, o único que sabe o que de fato aconteceu sob o edredon é o modelo Daniel. E esse não parece disposto a revelar nada a ninguém. Nem à própria Monique.

Fonte: ADTV
Planeta Vip

Volta de "SuperNanny" no SBT é incerta!

Cris Poli, a educadora e apresentadora do "Supernanny", reality so SBT
A volta do programa “Supernanny”, comandado por Cris Polli, ao SBT ainda não pode ser confirmada. Tem um impasse por lá. As gravações deveriam ser retomadas neste mês, só que estranhamente o toque de reunir a equipe continua suspenso.
De acordo com profissionais ligados ao programa, o departamento comercial é a favor de uma nova temporada de “Supernanny”, mas esbarra na forte resistência de outros setores, o artístico entre eles, que entendem que a fórmula se desgastou.
Cris Polli renovou contrato com o SBT em julho do ano passado, porém por tempo indeterminado, que pode ser encerrado a qualquer momento, sem pagamento de multa.

Volta de "SuperNanny" no SBT é incerta!

Cris Poli, a educadora e apresentadora do "Supernanny", reality so SBT
A volta do programa “Supernanny”, comandado por Cris Polli, ao SBT ainda não pode ser confirmada. Tem um impasse por lá. As gravações deveriam ser retomadas neste mês, só que estranhamente o toque de reunir a equipe continua suspenso.
De acordo com profissionais ligados ao programa, o departamento comercial é a favor de uma nova temporada de “Supernanny”, mas esbarra na forte resistência de outros setores, o artístico entre eles, que entendem que a fórmula se desgastou.
Cris Polli renovou contrato com o SBT em julho do ano passado, porém por tempo indeterminado, que pode ser encerrado a qualquer momento, sem pagamento de multa.

Participantes do "Mulheres Ricas" reclamam do nome do programa!

Mulheres Ricas TV
E vem mais reclamação por aí! Além de brigarem entre si e criticarem tudo e todos, as participantes do programaMulheres Ricas (Band) encontraram mais um detalhe que não agrada o grupo: o nome da atração.
Val Marchiori, Narcisa Tamborindeguy, Débora Rodrigues, Lydia Sayeg e Brunete Fraccaroli acham que o show vai muito além do assunto dinheiro, segundo informou a coluna Zapping, do jornal Agora São Paulo.
Narcisa acredita que o luxo na vida das ricaças é que deveria estar em foco.
– Queria que fosse “Mulheres Glamourosas”. Falei na Band, mas acham que vende mais assim.
O próximo episódio do programa vai mostrar o passeio de helicóptero de Narcisa e Val pelo Rio de Janeiro.

Participantes do "Mulheres Ricas" reclamam do nome do programa!

Mulheres Ricas TV
E vem mais reclamação por aí! Além de brigarem entre si e criticarem tudo e todos, as participantes do programaMulheres Ricas (Band) encontraram mais um detalhe que não agrada o grupo: o nome da atração.
Val Marchiori, Narcisa Tamborindeguy, Débora Rodrigues, Lydia Sayeg e Brunete Fraccaroli acham que o show vai muito além do assunto dinheiro, segundo informou a coluna Zapping, do jornal Agora São Paulo.
Narcisa acredita que o luxo na vida das ricaças é que deveria estar em foco.
– Queria que fosse “Mulheres Glamourosas”. Falei na Band, mas acham que vende mais assim.
O próximo episódio do programa vai mostrar o passeio de helicóptero de Narcisa e Val pelo Rio de Janeiro.