Arquivo da categoria: UHTV News

UHTV News: Telhado desaba em temporal e causa morte de criança em Marília, SP


Um temporal de granizo que atingiu parte da cidade de Marília, interior de São Paulo, na tarde desta quinta-feira (29) provocou o desabamento da cobertura de uma quadra e matou uma criança.
As vigas de ferro que sustentavam o telhado não suportaram a força do vento e cederam. As placas de alumínio da cobertura foram parar na calçada, a dez metros de distância. Oito pessoas que tentavam se abrigar da chuva de granizo foram atingidas pelo desabamento. Dentre os feridos, um menino de 8 anos, chegou a ser retirado do local pelos bombeiros e levado ao Hospital Materno Infantil de Marília, mas não resistiu aos ferimentos.
“A vítima estava embaixo de um carrinho de reciclagem em que a estrutura caiu em cima. Nós a retiramos do local com a ajuda do Samu e apoio do médico e já iniciamos os procedimentos para o socorro”, conta a tenente dos Bombeiros Lurela Ferrini.
O jardineiro Rodolfo de Oliveira também ficou ferido com o desabamento e relata que mal deu para ver o que aconteceu. “Foi muito rápido e a gente quase nem chegou a ver cair. Só sentimos a pancada em cima da gente”.
De acordo com os moradores do bairro, o temporal durou apenas 10 minutos, mas foi o suficiente para levar abaixo toda a estrutura metálica que cobria a quadra.
Técnicos da Defesa Civil analisaram a estrutura e tentam saber por que ela desabou. A quadra fica em um bairro da região oeste de Marília e é frequentemente utilizada pela comunidade. Ao lado fica a Casa do Pequeno Cidadão, instituição de ensino que atende 150 crianças de manhã e à tarde. Mas como o período é de férias não havia ninguém no local.
Muitos moradores da Vila Coimbra, região oeste de Marília, interior de São Paulo, foram até o local da tragédia e passaram a manhã tentando entender como tudo aconteceu.
O corpo da vítima está sendo velado em Marília. Ele morreu prensado no desabamento da cobertura metálica, a um quarteirão da casa onde morava. Um temporal surpreendeu quem estava na rua. Outras pessoas também tentaram se proteger no local, mas a ventania botou tudo abaixo.
As outras duas pessoas que se feriram durante o desabamento foram atendidas em hospitais da cidade e liberadas.
Fonte: G1
Anúncios

UHTV News: Telhado desaba em temporal e causa morte de criança em Marília, SP


Um temporal de granizo que atingiu parte da cidade de Marília, interior de São Paulo, na tarde desta quinta-feira (29) provocou o desabamento da cobertura de uma quadra e matou uma criança.
As vigas de ferro que sustentavam o telhado não suportaram a força do vento e cederam. As placas de alumínio da cobertura foram parar na calçada, a dez metros de distância. Oito pessoas que tentavam se abrigar da chuva de granizo foram atingidas pelo desabamento. Dentre os feridos, um menino de 8 anos, chegou a ser retirado do local pelos bombeiros e levado ao Hospital Materno Infantil de Marília, mas não resistiu aos ferimentos.
“A vítima estava embaixo de um carrinho de reciclagem em que a estrutura caiu em cima. Nós a retiramos do local com a ajuda do Samu e apoio do médico e já iniciamos os procedimentos para o socorro”, conta a tenente dos Bombeiros Lurela Ferrini.
O jardineiro Rodolfo de Oliveira também ficou ferido com o desabamento e relata que mal deu para ver o que aconteceu. “Foi muito rápido e a gente quase nem chegou a ver cair. Só sentimos a pancada em cima da gente”.
De acordo com os moradores do bairro, o temporal durou apenas 10 minutos, mas foi o suficiente para levar abaixo toda a estrutura metálica que cobria a quadra.
Técnicos da Defesa Civil analisaram a estrutura e tentam saber por que ela desabou. A quadra fica em um bairro da região oeste de Marília e é frequentemente utilizada pela comunidade. Ao lado fica a Casa do Pequeno Cidadão, instituição de ensino que atende 150 crianças de manhã e à tarde. Mas como o período é de férias não havia ninguém no local.
Muitos moradores da Vila Coimbra, região oeste de Marília, interior de São Paulo, foram até o local da tragédia e passaram a manhã tentando entender como tudo aconteceu.
O corpo da vítima está sendo velado em Marília. Ele morreu prensado no desabamento da cobertura metálica, a um quarteirão da casa onde morava. Um temporal surpreendeu quem estava na rua. Outras pessoas também tentaram se proteger no local, mas a ventania botou tudo abaixo.
As outras duas pessoas que se feriram durante o desabamento foram atendidas em hospitais da cidade e liberadas.
Fonte: G1

Kadhafi Morreu?

Imagem feita por telefone celular e obtida pela France Presse mostra o que seria o momento da captura de Kadhafi próximo a Sirte (Foto: AFP)

A rede de TV Al Jazeera mostrou nesta quinta-feira (20) um vídeo do que seria o cadáver do ex-ditador da Líbia, Muammar Kadhafi, pouco depois de ele ter sido morto por combatentes nacionais ao Conselho Nacional de Transição (CNT), próximo a Sirte.

Até o fim desta manhã, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e os EUA ainda não confirmaram a morte. A Otan afirmou que ainda “levaria tempo” para checar a veracidade das imagens e dos relatos. Entretanto, a aliança admitiu ter bombardeado um comboio pró-Kadhafi próximo à cidade onde os ex-rebeldes dizem ter matado o ditador.

A rebelião contra Kadhafi começou em fevereiro deste ano na cidade de Benghazi e colocou a Líbia em uma violenta guerra civil e em crise humanitária. Desde o fim de agosto Kadhafi estava desaparecido: ele foi derrubado do poder após a tomada da capital, Trípoli. Ele estava no comando do país há 42 anos.

As imagens divulgadas pela TV Al Jazeera, feitas por um telefone celular, mostram o corpo sem vida de um homem sem camisa, com sangue e um buraco de bala na cabeça, e bastante parecido com Kadhafi. O corpo aparece cercado de pessoas que comemoravam e o arrastavam pela rua.

A Al Jazeera também afirmou que o corpo de Kadhafi teria sido levado a uma mesquita na cidade de Misrata. Já a TV Al Arabiya afirmou que o corpo estava em um centro comercial no bairro de Souq Tawansa.

Nesta quinta, os primeiros anúncios informavam que Kadhafi havia sido preso e estava gravemente ferido em ambas as pernas. A France Presse publicou uma foto que seria de Kadhafi logo após a captura, ferido ou morto. Fontes militares rebeldes confirmaram a veracidade da imagem. A TV Al Jazeera divulgou um vídeo do que seria o cadáver de Kadhafi.

“Ele foi morto em um ataque dos combatentes. Há filmagem disso”, disse Mahmoud Shammam, ministro da Informação do novo governo. Para Abdel Hafez Ghoga, porta-voz do Conselho Nacional de Transição (CNT), em Benghazi, o país vive um momento histórico. “É o fim da tirania e da ditadura. Kadhafi cumpriu seu destino.”

Logo após a divulgação da notícia, o portal do canal de TV Al Libya, pró-Kadhafi, desmentiu a “captura ou da morte” do coronel. Segundo a emissora, o ex-líder líbio goza de “boa saúde”.

Ataque em terra natal
Kadhafi foi atacado próximo à sua cidade-natal, Sirte, em um comboio que sofria ataque aéreo da Otan enquanto tentava fugir. A aliança confirmou que disparou, por volta das 10h30 de Brasília, contra veículos “que representava uma ameaça para os civis”, mas não precisou se Kadhafi se encontrava no local.

A cidade de Sirte, último foco de resistência dos combatentes kadhafistas, havia sido tomada definitivamente pelos rebeldes nesta quinta-feira, após semanas de cerco e resistência dos pró-Kadhafi.

Um combatente do novo governo líbio, ouvido pela Reuters, disse que Kadhafi estava escondido em uma tubulação e teria gritado “Não atire! Não atire!” ao ser descoberto.

Kadhafi Morreu?

Imagem feita por telefone celular e obtida pela France Presse mostra o que seria o momento da captura de Kadhafi próximo a Sirte (Foto: AFP)

A rede de TV Al Jazeera mostrou nesta quinta-feira (20) um vídeo do que seria o cadáver do ex-ditador da Líbia, Muammar Kadhafi, pouco depois de ele ter sido morto por combatentes nacionais ao Conselho Nacional de Transição (CNT), próximo a Sirte.

Até o fim desta manhã, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e os EUA ainda não confirmaram a morte. A Otan afirmou que ainda “levaria tempo” para checar a veracidade das imagens e dos relatos. Entretanto, a aliança admitiu ter bombardeado um comboio pró-Kadhafi próximo à cidade onde os ex-rebeldes dizem ter matado o ditador.

A rebelião contra Kadhafi começou em fevereiro deste ano na cidade de Benghazi e colocou a Líbia em uma violenta guerra civil e em crise humanitária. Desde o fim de agosto Kadhafi estava desaparecido: ele foi derrubado do poder após a tomada da capital, Trípoli. Ele estava no comando do país há 42 anos.

As imagens divulgadas pela TV Al Jazeera, feitas por um telefone celular, mostram o corpo sem vida de um homem sem camisa, com sangue e um buraco de bala na cabeça, e bastante parecido com Kadhafi. O corpo aparece cercado de pessoas que comemoravam e o arrastavam pela rua.

A Al Jazeera também afirmou que o corpo de Kadhafi teria sido levado a uma mesquita na cidade de Misrata. Já a TV Al Arabiya afirmou que o corpo estava em um centro comercial no bairro de Souq Tawansa.

Nesta quinta, os primeiros anúncios informavam que Kadhafi havia sido preso e estava gravemente ferido em ambas as pernas. A France Presse publicou uma foto que seria de Kadhafi logo após a captura, ferido ou morto. Fontes militares rebeldes confirmaram a veracidade da imagem. A TV Al Jazeera divulgou um vídeo do que seria o cadáver de Kadhafi.

“Ele foi morto em um ataque dos combatentes. Há filmagem disso”, disse Mahmoud Shammam, ministro da Informação do novo governo. Para Abdel Hafez Ghoga, porta-voz do Conselho Nacional de Transição (CNT), em Benghazi, o país vive um momento histórico. “É o fim da tirania e da ditadura. Kadhafi cumpriu seu destino.”

Logo após a divulgação da notícia, o portal do canal de TV Al Libya, pró-Kadhafi, desmentiu a “captura ou da morte” do coronel. Segundo a emissora, o ex-líder líbio goza de “boa saúde”.

Ataque em terra natal
Kadhafi foi atacado próximo à sua cidade-natal, Sirte, em um comboio que sofria ataque aéreo da Otan enquanto tentava fugir. A aliança confirmou que disparou, por volta das 10h30 de Brasília, contra veículos “que representava uma ameaça para os civis”, mas não precisou se Kadhafi se encontrava no local.

A cidade de Sirte, último foco de resistência dos combatentes kadhafistas, havia sido tomada definitivamente pelos rebeldes nesta quinta-feira, após semanas de cerco e resistência dos pró-Kadhafi.

Um combatente do novo governo líbio, ouvido pela Reuters, disse que Kadhafi estava escondido em uma tubulação e teria gritado “Não atire! Não atire!” ao ser descoberto.

Kadhafi Morreu?

Imagem feita por telefone celular e obtida pela France Presse mostra o que seria o momento da captura de Kadhafi próximo a Sirte (Foto: AFP)

A rede de TV Al Jazeera mostrou nesta quinta-feira (20) um vídeo do que seria o cadáver do ex-ditador da Líbia, Muammar Kadhafi, pouco depois de ele ter sido morto por combatentes nacionais ao Conselho Nacional de Transição (CNT), próximo a Sirte.

Até o fim desta manhã, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e os EUA ainda não confirmaram a morte. A Otan afirmou que ainda “levaria tempo” para checar a veracidade das imagens e dos relatos. Entretanto, a aliança admitiu ter bombardeado um comboio pró-Kadhafi próximo à cidade onde os ex-rebeldes dizem ter matado o ditador.

A rebelião contra Kadhafi começou em fevereiro deste ano na cidade de Benghazi e colocou a Líbia em uma violenta guerra civil e em crise humanitária. Desde o fim de agosto Kadhafi estava desaparecido: ele foi derrubado do poder após a tomada da capital, Trípoli. Ele estava no comando do país há 42 anos.

As imagens divulgadas pela TV Al Jazeera, feitas por um telefone celular, mostram o corpo sem vida de um homem sem camisa, com sangue e um buraco de bala na cabeça, e bastante parecido com Kadhafi. O corpo aparece cercado de pessoas que comemoravam e o arrastavam pela rua.

A Al Jazeera também afirmou que o corpo de Kadhafi teria sido levado a uma mesquita na cidade de Misrata. Já a TV Al Arabiya afirmou que o corpo estava em um centro comercial no bairro de Souq Tawansa.

Nesta quinta, os primeiros anúncios informavam que Kadhafi havia sido preso e estava gravemente ferido em ambas as pernas. A France Presse publicou uma foto que seria de Kadhafi logo após a captura, ferido ou morto. Fontes militares rebeldes confirmaram a veracidade da imagem. A TV Al Jazeera divulgou um vídeo do que seria o cadáver de Kadhafi.

“Ele foi morto em um ataque dos combatentes. Há filmagem disso”, disse Mahmoud Shammam, ministro da Informação do novo governo. Para Abdel Hafez Ghoga, porta-voz do Conselho Nacional de Transição (CNT), em Benghazi, o país vive um momento histórico. “É o fim da tirania e da ditadura. Kadhafi cumpriu seu destino.”

Logo após a divulgação da notícia, o portal do canal de TV Al Libya, pró-Kadhafi, desmentiu a “captura ou da morte” do coronel. Segundo a emissora, o ex-líder líbio goza de “boa saúde”.

Ataque em terra natal
Kadhafi foi atacado próximo à sua cidade-natal, Sirte, em um comboio que sofria ataque aéreo da Otan enquanto tentava fugir. A aliança confirmou que disparou, por volta das 10h30 de Brasília, contra veículos “que representava uma ameaça para os civis”, mas não precisou se Kadhafi se encontrava no local.

A cidade de Sirte, último foco de resistência dos combatentes kadhafistas, havia sido tomada definitivamente pelos rebeldes nesta quinta-feira, após semanas de cerco e resistência dos pró-Kadhafi.

Um combatente do novo governo líbio, ouvido pela Reuters, disse que Kadhafi estava escondido em uma tubulação e teria gritado “Não atire! Não atire!” ao ser descoberto.

Kadhafi Morreu?

Imagem feita por telefone celular e obtida pela France Presse mostra o que seria o momento da captura de Kadhafi próximo a Sirte (Foto: AFP)

A rede de TV Al Jazeera mostrou nesta quinta-feira (20) um vídeo do que seria o cadáver do ex-ditador da Líbia, Muammar Kadhafi, pouco depois de ele ter sido morto por combatentes nacionais ao Conselho Nacional de Transição (CNT), próximo a Sirte.

Até o fim desta manhã, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e os EUA ainda não confirmaram a morte. A Otan afirmou que ainda “levaria tempo” para checar a veracidade das imagens e dos relatos. Entretanto, a aliança admitiu ter bombardeado um comboio pró-Kadhafi próximo à cidade onde os ex-rebeldes dizem ter matado o ditador.

A rebelião contra Kadhafi começou em fevereiro deste ano na cidade de Benghazi e colocou a Líbia em uma violenta guerra civil e em crise humanitária. Desde o fim de agosto Kadhafi estava desaparecido: ele foi derrubado do poder após a tomada da capital, Trípoli. Ele estava no comando do país há 42 anos.

As imagens divulgadas pela TV Al Jazeera, feitas por um telefone celular, mostram o corpo sem vida de um homem sem camisa, com sangue e um buraco de bala na cabeça, e bastante parecido com Kadhafi. O corpo aparece cercado de pessoas que comemoravam e o arrastavam pela rua.

A Al Jazeera também afirmou que o corpo de Kadhafi teria sido levado a uma mesquita na cidade de Misrata. Já a TV Al Arabiya afirmou que o corpo estava em um centro comercial no bairro de Souq Tawansa.

Nesta quinta, os primeiros anúncios informavam que Kadhafi havia sido preso e estava gravemente ferido em ambas as pernas. A France Presse publicou uma foto que seria de Kadhafi logo após a captura, ferido ou morto. Fontes militares rebeldes confirmaram a veracidade da imagem. A TV Al Jazeera divulgou um vídeo do que seria o cadáver de Kadhafi.

“Ele foi morto em um ataque dos combatentes. Há filmagem disso”, disse Mahmoud Shammam, ministro da Informação do novo governo. Para Abdel Hafez Ghoga, porta-voz do Conselho Nacional de Transição (CNT), em Benghazi, o país vive um momento histórico. “É o fim da tirania e da ditadura. Kadhafi cumpriu seu destino.”

Logo após a divulgação da notícia, o portal do canal de TV Al Libya, pró-Kadhafi, desmentiu a “captura ou da morte” do coronel. Segundo a emissora, o ex-líder líbio goza de “boa saúde”.

Ataque em terra natal
Kadhafi foi atacado próximo à sua cidade-natal, Sirte, em um comboio que sofria ataque aéreo da Otan enquanto tentava fugir. A aliança confirmou que disparou, por volta das 10h30 de Brasília, contra veículos “que representava uma ameaça para os civis”, mas não precisou se Kadhafi se encontrava no local.

A cidade de Sirte, último foco de resistência dos combatentes kadhafistas, havia sido tomada definitivamente pelos rebeldes nesta quinta-feira, após semanas de cerco e resistência dos pró-Kadhafi.

Um combatente do novo governo líbio, ouvido pela Reuters, disse que Kadhafi estava escondido em uma tubulação e teria gritado “Não atire! Não atire!” ao ser descoberto.

Kadhafi Morreu?

Imagem feita por telefone celular e obtida pela France Presse mostra o que seria o momento da captura de Kadhafi próximo a Sirte (Foto: AFP)

A rede de TV Al Jazeera mostrou nesta quinta-feira (20) um vídeo do que seria o cadáver do ex-ditador da Líbia, Muammar Kadhafi, pouco depois de ele ter sido morto por combatentes nacionais ao Conselho Nacional de Transição (CNT), próximo a Sirte.

Até o fim desta manhã, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e os EUA ainda não confirmaram a morte. A Otan afirmou que ainda “levaria tempo” para checar a veracidade das imagens e dos relatos. Entretanto, a aliança admitiu ter bombardeado um comboio pró-Kadhafi próximo à cidade onde os ex-rebeldes dizem ter matado o ditador.

A rebelião contra Kadhafi começou em fevereiro deste ano na cidade de Benghazi e colocou a Líbia em uma violenta guerra civil e em crise humanitária. Desde o fim de agosto Kadhafi estava desaparecido: ele foi derrubado do poder após a tomada da capital, Trípoli. Ele estava no comando do país há 42 anos.

As imagens divulgadas pela TV Al Jazeera, feitas por um telefone celular, mostram o corpo sem vida de um homem sem camisa, com sangue e um buraco de bala na cabeça, e bastante parecido com Kadhafi. O corpo aparece cercado de pessoas que comemoravam e o arrastavam pela rua.

A Al Jazeera também afirmou que o corpo de Kadhafi teria sido levado a uma mesquita na cidade de Misrata. Já a TV Al Arabiya afirmou que o corpo estava em um centro comercial no bairro de Souq Tawansa.

Nesta quinta, os primeiros anúncios informavam que Kadhafi havia sido preso e estava gravemente ferido em ambas as pernas. A France Presse publicou uma foto que seria de Kadhafi logo após a captura, ferido ou morto. Fontes militares rebeldes confirmaram a veracidade da imagem. A TV Al Jazeera divulgou um vídeo do que seria o cadáver de Kadhafi.

“Ele foi morto em um ataque dos combatentes. Há filmagem disso”, disse Mahmoud Shammam, ministro da Informação do novo governo. Para Abdel Hafez Ghoga, porta-voz do Conselho Nacional de Transição (CNT), em Benghazi, o país vive um momento histórico. “É o fim da tirania e da ditadura. Kadhafi cumpriu seu destino.”

Logo após a divulgação da notícia, o portal do canal de TV Al Libya, pró-Kadhafi, desmentiu a “captura ou da morte” do coronel. Segundo a emissora, o ex-líder líbio goza de “boa saúde”.

Ataque em terra natal
Kadhafi foi atacado próximo à sua cidade-natal, Sirte, em um comboio que sofria ataque aéreo da Otan enquanto tentava fugir. A aliança confirmou que disparou, por volta das 10h30 de Brasília, contra veículos “que representava uma ameaça para os civis”, mas não precisou se Kadhafi se encontrava no local.

A cidade de Sirte, último foco de resistência dos combatentes kadhafistas, havia sido tomada definitivamente pelos rebeldes nesta quinta-feira, após semanas de cerco e resistência dos pró-Kadhafi.

Um combatente do novo governo líbio, ouvido pela Reuters, disse que Kadhafi estava escondido em uma tubulação e teria gritado “Não atire! Não atire!” ao ser descoberto.

Kadhafi Morreu?

Imagem feita por telefone celular e obtida pela France Presse mostra o que seria o momento da captura de Kadhafi próximo a Sirte (Foto: AFP)

A rede de TV Al Jazeera mostrou nesta quinta-feira (20) um vídeo do que seria o cadáver do ex-ditador da Líbia, Muammar Kadhafi, pouco depois de ele ter sido morto por combatentes nacionais ao Conselho Nacional de Transição (CNT), próximo a Sirte.

Até o fim desta manhã, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e os EUA ainda não confirmaram a morte. A Otan afirmou que ainda “levaria tempo” para checar a veracidade das imagens e dos relatos. Entretanto, a aliança admitiu ter bombardeado um comboio pró-Kadhafi próximo à cidade onde os ex-rebeldes dizem ter matado o ditador.

A rebelião contra Kadhafi começou em fevereiro deste ano na cidade de Benghazi e colocou a Líbia em uma violenta guerra civil e em crise humanitária. Desde o fim de agosto Kadhafi estava desaparecido: ele foi derrubado do poder após a tomada da capital, Trípoli. Ele estava no comando do país há 42 anos.

As imagens divulgadas pela TV Al Jazeera, feitas por um telefone celular, mostram o corpo sem vida de um homem sem camisa, com sangue e um buraco de bala na cabeça, e bastante parecido com Kadhafi. O corpo aparece cercado de pessoas que comemoravam e o arrastavam pela rua.

A Al Jazeera também afirmou que o corpo de Kadhafi teria sido levado a uma mesquita na cidade de Misrata. Já a TV Al Arabiya afirmou que o corpo estava em um centro comercial no bairro de Souq Tawansa.

Nesta quinta, os primeiros anúncios informavam que Kadhafi havia sido preso e estava gravemente ferido em ambas as pernas. A France Presse publicou uma foto que seria de Kadhafi logo após a captura, ferido ou morto. Fontes militares rebeldes confirmaram a veracidade da imagem. A TV Al Jazeera divulgou um vídeo do que seria o cadáver de Kadhafi.

“Ele foi morto em um ataque dos combatentes. Há filmagem disso”, disse Mahmoud Shammam, ministro da Informação do novo governo. Para Abdel Hafez Ghoga, porta-voz do Conselho Nacional de Transição (CNT), em Benghazi, o país vive um momento histórico. “É o fim da tirania e da ditadura. Kadhafi cumpriu seu destino.”

Logo após a divulgação da notícia, o portal do canal de TV Al Libya, pró-Kadhafi, desmentiu a “captura ou da morte” do coronel. Segundo a emissora, o ex-líder líbio goza de “boa saúde”.

Ataque em terra natal
Kadhafi foi atacado próximo à sua cidade-natal, Sirte, em um comboio que sofria ataque aéreo da Otan enquanto tentava fugir. A aliança confirmou que disparou, por volta das 10h30 de Brasília, contra veículos “que representava uma ameaça para os civis”, mas não precisou se Kadhafi se encontrava no local.

A cidade de Sirte, último foco de resistência dos combatentes kadhafistas, havia sido tomada definitivamente pelos rebeldes nesta quinta-feira, após semanas de cerco e resistência dos pró-Kadhafi.

Um combatente do novo governo líbio, ouvido pela Reuters, disse que Kadhafi estava escondido em uma tubulação e teria gritado “Não atire! Não atire!” ao ser descoberto.

Japoneses inventam motoca movida a cocô

Japoneses inventam motoca movida a cocô