Arquivo da categoria: Voz da Paixão

Voz da Paixão: Reapresentação do Último Capítulo!

Capítulo 19
A polícia invade o quarto, Matheus se lança pela janela, entra em um carro e começa a fugir. A polícia, que dessa vez estava mais alerta, conseguiu ir atrás de Matheus.
Após várias horas de perseguição, Matheus pega um caminho por onde nunca passou. Ele chega a um penhasco. Perdido, ele entra em desespero:
– Não cheguem perto de mim, não encostem em mim… Saiam daqui, eu tenho uma arma.
Matheus diz:
– Como pude me entregar a essa obsessão terrível? Amar um homem? Uma pessoa como eu? Francisco, nunca vou ter você para mim…
Matheus entra no carro e diz a seguinte frase:
– Ana Carmita, te odeio para sempre! Francisco, para sempre, o meu amor!
Ao dizer essas palavras, ele pisa no acelerador e se joga do penhasco e morre.
Chega o dia do velório.
Na sala em que Matheus foi velado, só havia o caixão. Ele havia arrumado brigas com todas as pessoas que passaram por sua vida. Ele, na sua adolescência, matou seu pai e sua mãe a pauladas. Em total descontrole, matou todas as namoradas dos rapazes que ele gostou. Uma força maior tomou conta da mente dele e o que era uma opção sexual se transformou em uma doença mortal.
Francisco, movido por extrema compaixão, foi ao velório:
– Matheus. Minhas lembranças. Pra mim você não significou nada, mas você me amou. Obrigado por me amar, mas o meu destino já está selado e não era para ser com você!
Francisco coloca seus óculos escuros e vai para o hospital visitar Carmita. Ao chegar lá, o doutor tem uma péssima notícia para entregar:
– Francisco? Você é o “quase” esposo da paciente Ana Carmita?
– Sim, sou eu!
O doutor prossegue:
– Hoje, Ana Carmita teve duas paradas cardíacas. Mas ela sobreviveu! Em breve ela poderá voltar para a casa!
Francisco dá pulos de alegria.
2 anos depois – Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Francisco e Carmita, junto com Otávio e Christina Maria, filha recém-nascida do casal, eles começam a ver um álbum de fotografias.
Nele continha uma foto de Ortência. Ortência havia morrido e Ewerton que a matou, foi preso e nunca mais foi visto pelas ruas da cidade.
Havia também uma foto de Eloísa e Yanka. Duas princesas, no mundo da alta sociedade, as duas viraram patricinhas e tinham todos os gatinhos aos seus pés.
Havia fotos de Pamella. Ela havia se casado com Gustavo, um rapaz que conheceu em uma viagem ao Piauí.
A última foto é tirada no momento em que a família Bustamantt fecha o álbum de fotografias. Nela continham Francisco, Ana Carmita, Otávio e Christina Maria, uma família que passou por diversas dificuldades, mas ouviram a “VOZ DA PAIXÃO” e viveram felizes por mais alguns anos!
FIM
Autores: Luís Henriq e Francisco Neto 

Daqui a pouco tem o “Balanço Total”, com o resultado da votação da enquete sobre “Voz da Paixão”. Não saia daí!
 
E dia 4 julho, às 6 da tarde, em substituição à esse grande sucesso, o UHTV! vem com tudo para estrear a inedita “Vidas Proibidas”. Criada e escrita por Luís Henriq, essa é mais uma grande história que vai mover os seus fins de tarde.
Não importa onde, como ou porque. Todos nós nascemos para ser feliz. Com o tempo criamos os nossos próprios caminhos e vamos dando rumos à nossas vidas. 
Mas…
Seria possível uma vida ser proibida de ser feliz?

É segunda, dia 4 de julho, às 6 da tarde. Só aqui, no UHTV!

UHTV! Web-Novelas de Qualidade pra Você! 
Anúncios

Voz da Paixão: Reapresentação do Último Capítulo!

Capítulo 19
A polícia invade o quarto, Matheus se lança pela janela, entra em um carro e começa a fugir. A polícia, que dessa vez estava mais alerta, conseguiu ir atrás de Matheus.
Após várias horas de perseguição, Matheus pega um caminho por onde nunca passou. Ele chega a um penhasco. Perdido, ele entra em desespero:
– Não cheguem perto de mim, não encostem em mim… Saiam daqui, eu tenho uma arma.
Matheus diz:
– Como pude me entregar a essa obsessão terrível? Amar um homem? Uma pessoa como eu? Francisco, nunca vou ter você para mim…
Matheus entra no carro e diz a seguinte frase:
– Ana Carmita, te odeio para sempre! Francisco, para sempre, o meu amor!
Ao dizer essas palavras, ele pisa no acelerador e se joga do penhasco e morre.
Chega o dia do velório.
Na sala em que Matheus foi velado, só havia o caixão. Ele havia arrumado brigas com todas as pessoas que passaram por sua vida. Ele, na sua adolescência, matou seu pai e sua mãe a pauladas. Em total descontrole, matou todas as namoradas dos rapazes que ele gostou. Uma força maior tomou conta da mente dele e o que era uma opção sexual se transformou em uma doença mortal.
Francisco, movido por extrema compaixão, foi ao velório:
– Matheus. Minhas lembranças. Pra mim você não significou nada, mas você me amou. Obrigado por me amar, mas o meu destino já está selado e não era para ser com você!
Francisco coloca seus óculos escuros e vai para o hospital visitar Carmita. Ao chegar lá, o doutor tem uma péssima notícia para entregar:
– Francisco? Você é o “quase” esposo da paciente Ana Carmita?
– Sim, sou eu!
O doutor prossegue:
– Hoje, Ana Carmita teve duas paradas cardíacas. Mas ela sobreviveu! Em breve ela poderá voltar para a casa!
Francisco dá pulos de alegria.
2 anos depois – Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Francisco e Carmita, junto com Otávio e Christina Maria, filha recém-nascida do casal, eles começam a ver um álbum de fotografias.
Nele continha uma foto de Ortência. Ortência havia morrido e Ewerton que a matou, foi preso e nunca mais foi visto pelas ruas da cidade.
Havia também uma foto de Eloísa e Yanka. Duas princesas, no mundo da alta sociedade, as duas viraram patricinhas e tinham todos os gatinhos aos seus pés.
Havia fotos de Pamella. Ela havia se casado com Gustavo, um rapaz que conheceu em uma viagem ao Piauí.
A última foto é tirada no momento em que a família Bustamantt fecha o álbum de fotografias. Nela continham Francisco, Ana Carmita, Otávio e Christina Maria, uma família que passou por diversas dificuldades, mas ouviram a “VOZ DA PAIXÃO” e viveram felizes por mais alguns anos!
FIM
Autores: Luís Henriq e Francisco Neto 

Daqui a pouco tem o “Balanço Total”, com o resultado da votação da enquete sobre “Voz da Paixão”. Não saia daí!
 
E dia 4 julho, às 6 da tarde, em substituição à esse grande sucesso, o UHTV! vem com tudo para estrear a inedita “Vidas Proibidas”. Criada e escrita por Luís Henriq, essa é mais uma grande história que vai mover os seus fins de tarde.
Não importa onde, como ou porque. Todos nós nascemos para ser feliz. Com o tempo criamos os nossos próprios caminhos e vamos dando rumos à nossas vidas. 
Mas…
Seria possível uma vida ser proibida de ser feliz?

É segunda, dia 4 de julho, às 6 da tarde. Só aqui, no UHTV!

UHTV! Web-Novelas de Qualidade pra Você! 

Voz da Paixão: Reapresentação do Último Capítulo!

Capítulo 19
A polícia invade o quarto, Matheus se lança pela janela, entra em um carro e começa a fugir. A polícia, que dessa vez estava mais alerta, conseguiu ir atrás de Matheus.
Após várias horas de perseguição, Matheus pega um caminho por onde nunca passou. Ele chega a um penhasco. Perdido, ele entra em desespero:
– Não cheguem perto de mim, não encostem em mim… Saiam daqui, eu tenho uma arma.
Matheus diz:
– Como pude me entregar a essa obsessão terrível? Amar um homem? Uma pessoa como eu? Francisco, nunca vou ter você para mim…
Matheus entra no carro e diz a seguinte frase:
– Ana Carmita, te odeio para sempre! Francisco, para sempre, o meu amor!
Ao dizer essas palavras, ele pisa no acelerador e se joga do penhasco e morre.
Chega o dia do velório.
Na sala em que Matheus foi velado, só havia o caixão. Ele havia arrumado brigas com todas as pessoas que passaram por sua vida. Ele, na sua adolescência, matou seu pai e sua mãe a pauladas. Em total descontrole, matou todas as namoradas dos rapazes que ele gostou. Uma força maior tomou conta da mente dele e o que era uma opção sexual se transformou em uma doença mortal.
Francisco, movido por extrema compaixão, foi ao velório:
– Matheus. Minhas lembranças. Pra mim você não significou nada, mas você me amou. Obrigado por me amar, mas o meu destino já está selado e não era para ser com você!
Francisco coloca seus óculos escuros e vai para o hospital visitar Carmita. Ao chegar lá, o doutor tem uma péssima notícia para entregar:
– Francisco? Você é o “quase” esposo da paciente Ana Carmita?
– Sim, sou eu!
O doutor prossegue:
– Hoje, Ana Carmita teve duas paradas cardíacas. Mas ela sobreviveu! Em breve ela poderá voltar para a casa!
Francisco dá pulos de alegria.
2 anos depois – Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Francisco e Carmita, junto com Otávio e Christina Maria, filha recém-nascida do casal, eles começam a ver um álbum de fotografias.
Nele continha uma foto de Ortência. Ortência havia morrido e Ewerton que a matou, foi preso e nunca mais foi visto pelas ruas da cidade.
Havia também uma foto de Eloísa e Yanka. Duas princesas, no mundo da alta sociedade, as duas viraram patricinhas e tinham todos os gatinhos aos seus pés.
Havia fotos de Pamella. Ela havia se casado com Gustavo, um rapaz que conheceu em uma viagem ao Piauí.
A última foto é tirada no momento em que a família Bustamantt fecha o álbum de fotografias. Nela continham Francisco, Ana Carmita, Otávio e Christina Maria, uma família que passou por diversas dificuldades, mas ouviram a “VOZ DA PAIXÃO” e viveram felizes por mais alguns anos!
FIM
Autores: Luís Henriq e Francisco Neto 

Daqui a pouco tem o “Balanço Total”, com o resultado da votação da enquete sobre “Voz da Paixão”. Não saia daí!
 
E dia 4 julho, às 6 da tarde, em substituição à esse grande sucesso, o UHTV! vem com tudo para estrear a inedita “Vidas Proibidas”. Criada e escrita por Luís Henriq, essa é mais uma grande história que vai mover os seus fins de tarde.
Não importa onde, como ou porque. Todos nós nascemos para ser feliz. Com o tempo criamos os nossos próprios caminhos e vamos dando rumos à nossas vidas. 
Mas…
Seria possível uma vida ser proibida de ser feliz?

É segunda, dia 4 de julho, às 6 da tarde. Só aqui, no UHTV!

UHTV! Web-Novelas de Qualidade pra Você! 

Voz da Paixão: Reapresentação do Último Capítulo!

Capítulo 19
A polícia invade o quarto, Matheus se lança pela janela, entra em um carro e começa a fugir. A polícia, que dessa vez estava mais alerta, conseguiu ir atrás de Matheus.
Após várias horas de perseguição, Matheus pega um caminho por onde nunca passou. Ele chega a um penhasco. Perdido, ele entra em desespero:
– Não cheguem perto de mim, não encostem em mim… Saiam daqui, eu tenho uma arma.
Matheus diz:
– Como pude me entregar a essa obsessão terrível? Amar um homem? Uma pessoa como eu? Francisco, nunca vou ter você para mim…
Matheus entra no carro e diz a seguinte frase:
– Ana Carmita, te odeio para sempre! Francisco, para sempre, o meu amor!
Ao dizer essas palavras, ele pisa no acelerador e se joga do penhasco e morre.
Chega o dia do velório.
Na sala em que Matheus foi velado, só havia o caixão. Ele havia arrumado brigas com todas as pessoas que passaram por sua vida. Ele, na sua adolescência, matou seu pai e sua mãe a pauladas. Em total descontrole, matou todas as namoradas dos rapazes que ele gostou. Uma força maior tomou conta da mente dele e o que era uma opção sexual se transformou em uma doença mortal.
Francisco, movido por extrema compaixão, foi ao velório:
– Matheus. Minhas lembranças. Pra mim você não significou nada, mas você me amou. Obrigado por me amar, mas o meu destino já está selado e não era para ser com você!
Francisco coloca seus óculos escuros e vai para o hospital visitar Carmita. Ao chegar lá, o doutor tem uma péssima notícia para entregar:
– Francisco? Você é o “quase” esposo da paciente Ana Carmita?
– Sim, sou eu!
O doutor prossegue:
– Hoje, Ana Carmita teve duas paradas cardíacas. Mas ela sobreviveu! Em breve ela poderá voltar para a casa!
Francisco dá pulos de alegria.
2 anos depois – Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Francisco e Carmita, junto com Otávio e Christina Maria, filha recém-nascida do casal, eles começam a ver um álbum de fotografias.
Nele continha uma foto de Ortência. Ortência havia morrido e Ewerton que a matou, foi preso e nunca mais foi visto pelas ruas da cidade.
Havia também uma foto de Eloísa e Yanka. Duas princesas, no mundo da alta sociedade, as duas viraram patricinhas e tinham todos os gatinhos aos seus pés.
Havia fotos de Pamella. Ela havia se casado com Gustavo, um rapaz que conheceu em uma viagem ao Piauí.
A última foto é tirada no momento em que a família Bustamantt fecha o álbum de fotografias. Nela continham Francisco, Ana Carmita, Otávio e Christina Maria, uma família que passou por diversas dificuldades, mas ouviram a “VOZ DA PAIXÃO” e viveram felizes por mais alguns anos!
FIM
Autores: Luís Henriq e Francisco Neto 

Daqui a pouco tem o “Balanço Total”, com o resultado da votação da enquete sobre “Voz da Paixão”. Não saia daí!
 
E dia 4 julho, às 6 da tarde, em substituição à esse grande sucesso, o UHTV! vem com tudo para estrear a inedita “Vidas Proibidas”. Criada e escrita por Luís Henriq, essa é mais uma grande história que vai mover os seus fins de tarde.
Não importa onde, como ou porque. Todos nós nascemos para ser feliz. Com o tempo criamos os nossos próprios caminhos e vamos dando rumos à nossas vidas. 
Mas…
Seria possível uma vida ser proibida de ser feliz?

É segunda, dia 4 de julho, às 6 da tarde. Só aqui, no UHTV!

UHTV! Web-Novelas de Qualidade pra Você! 

Reapresentação do Último Capítulo!

DAQUI A POUCO, às 6 da tarde, vamos reapresentar o último capítulo de “Voz da Paixão”.
Escrita por Luís Henriq e Francisco Netto, a web trouxe muita expectativa, emoção e suspense para você, leitor. Com uma história cheia de acontecimentos, que começou com juramento de amizade, teve grandes tragédias e terá um fim encantador. A trama nos envolveu nos fins de tarde do UHTV!.
A web-novela demonstrou ser uma boa escolha, provando isso em sua audiência que foi muito boa.
E dia 4 julho, às 6 da tarde, em substituição à esse grande sucesso, o UHTV! vem com tudo para estrear a inedita “Vidas Proibidas”. Criada e escrita por Luís Henriq, essa é mais uma grande história que vai mover os seus fins de tarde.
Não importa onde, como ou porque. Todos nós nascemos para ser feliz. Com o tempo criamos os nossos próprios caminhos e vamos dando rumos à nossas vidas. 
Mas…
Seria possível uma vida ser proibida de ser feliz?

É segunda, dia 4 de julho, às 6 da tarde. Só aqui, no UHTV!

Reapresentação do Último Capítulo!

DAQUI A POUCO, às 6 da tarde, vamos reapresentar o último capítulo de “Voz da Paixão”.
Escrita por Luís Henriq e Francisco Netto, a web trouxe muita expectativa, emoção e suspense para você, leitor. Com uma história cheia de acontecimentos, que começou com juramento de amizade, teve grandes tragédias e terá um fim encantador. A trama nos envolveu nos fins de tarde do UHTV!.
A web-novela demonstrou ser uma boa escolha, provando isso em sua audiência que foi muito boa.
E dia 4 julho, às 6 da tarde, em substituição à esse grande sucesso, o UHTV! vem com tudo para estrear a inedita “Vidas Proibidas”. Criada e escrita por Luís Henriq, essa é mais uma grande história que vai mover os seus fins de tarde.
Não importa onde, como ou porque. Todos nós nascemos para ser feliz. Com o tempo criamos os nossos próprios caminhos e vamos dando rumos à nossas vidas. 
Mas…
Seria possível uma vida ser proibida de ser feliz?

É segunda, dia 4 de julho, às 6 da tarde. Só aqui, no UHTV!

Reapresentação do Último Capítulo!

DAQUI A POUCO, às 6 da tarde, vamos reapresentar o último capítulo de “Voz da Paixão”.
Escrita por Luís Henriq e Francisco Netto, a web trouxe muita expectativa, emoção e suspense para você, leitor. Com uma história cheia de acontecimentos, que começou com juramento de amizade, teve grandes tragédias e terá um fim encantador. A trama nos envolveu nos fins de tarde do UHTV!.
A web-novela demonstrou ser uma boa escolha, provando isso em sua audiência que foi muito boa.
E dia 4 julho, às 6 da tarde, em substituição à esse grande sucesso, o UHTV! vem com tudo para estrear a inedita “Vidas Proibidas”. Criada e escrita por Luís Henriq, essa é mais uma grande história que vai mover os seus fins de tarde.
Não importa onde, como ou porque. Todos nós nascemos para ser feliz. Com o tempo criamos os nossos próprios caminhos e vamos dando rumos à nossas vidas. 
Mas…
Seria possível uma vida ser proibida de ser feliz?

É segunda, dia 4 de julho, às 6 da tarde. Só aqui, no UHTV!

Voz da Paixão: O último capítulo da trama reserva fortes e lindas emoções!

Capítulo 19
A polícia invade o quarto, Matheus se lança pela janela, entra em um carro e começa a fugir. A polícia, que dessa vez estava mais alerta, conseguiu ir atrás de Matheus.
Após várias horas de perseguição, Matheus pega um caminho por onde nunca passou. Ele chega a um penhasco. Perdido, ele entra em desespero:
– Não cheguem perto de mim, não encostem em mim… Saiam daqui, eu tenho uma arma.
Matheus diz:
– Como pude me entregar a essa obsessão terrível? Amar um homem? Uma pessoa como eu? Francisco, nunca vou ter você para mim…
Matheus entra no carro e diz a seguinte frase:
– Ana Carmita, te odeio para sempre! Francisco, para sempre, o meu amor!
Ao dizer essas palavras, ele pisa no acelerador e se joga do penhasco e morre.
Chega o dia do velório.
Na sala em que Matheus foi velado, só havia o caixão. Ele havia arrumado brigas com todas as pessoas que passaram por sua vida. Ele, na sua adolescência, matou seu pai e sua mãe a pauladas. Em total descontrole, matou todas as namoradas dos rapazes que ele gostou. Uma força maior tomou conta da mente dele e o que era uma opção sexual se transformou em uma doença mortal.
Francisco, movido por extrema compaixão, foi ao velório:
– Matheus. Minhas lembranças. Pra mim você não significou nada, mas você me amou. Obrigado por me amar, mas o meu destino já está selado e não era para ser com você!
Francisco coloca seus óculos escuros e vai para o hospital visitar Carmita. Ao chegar lá, o doutor tem uma péssima notícia para entregar:
– Francisco? Você é o “quase” esposo da paciente Ana Carmita?
– Sim, sou eu!
O doutor prossegue:
– Hoje, Ana Carmita teve duas paradas cardíacas. Mas ela sobreviveu! Em breve ela poderá voltar para a casa!
Francisco dá pulos de alegria.
2 anos depois – Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Francisco e Carmita, junto com Otávio e Christina Maria, filha recém-nascida do casal, eles começam a ver um álbum de fotografias.
Nele continha uma foto de Ortência. Ortência havia morrido e Ewerton que a matou, foi preso e nunca mais foi visto pelas ruas da cidade.
Havia também uma foto de Eloísa e Yanka. Duas princesas, no mundo da alta sociedade, as duas viraram patricinhas e tinham todos os gatinhos aos seus pés.
Havia fotos de Pamella. Ela havia se casado com Gustavo, um rapaz que conheceu em uma viagem ao Piauí.
A última foto é tirada no momento em que a família Bustamantt fecha o álbum de fotografias. Nela continham Francisco, Ana Carmita, Otávio e Christina Maria, uma família que passou por diversas dificuldades, mas ouviram a “VOZ DA PAIXÃO” e viveram felizes por mais alguns anos!
FIM
Autores: Luís Henriq e Francisco Neto   

Nessa segunda, no lugar de “Voz da Paixão”, estreia:
UHTV! Web-Novelas de Qualidade pra Você!

Voz da Paixão: O último capítulo da trama reserva fortes e lindas emoções!

Capítulo 19
A polícia invade o quarto, Matheus se lança pela janela, entra em um carro e começa a fugir. A polícia, que dessa vez estava mais alerta, conseguiu ir atrás de Matheus.
Após várias horas de perseguição, Matheus pega um caminho por onde nunca passou. Ele chega a um penhasco. Perdido, ele entra em desespero:
– Não cheguem perto de mim, não encostem em mim… Saiam daqui, eu tenho uma arma.
Matheus diz:
– Como pude me entregar a essa obsessão terrível? Amar um homem? Uma pessoa como eu? Francisco, nunca vou ter você para mim…
Matheus entra no carro e diz a seguinte frase:
– Ana Carmita, te odeio para sempre! Francisco, para sempre, o meu amor!
Ao dizer essas palavras, ele pisa no acelerador e se joga do penhasco e morre.
Chega o dia do velório.
Na sala em que Matheus foi velado, só havia o caixão. Ele havia arrumado brigas com todas as pessoas que passaram por sua vida. Ele, na sua adolescência, matou seu pai e sua mãe a pauladas. Em total descontrole, matou todas as namoradas dos rapazes que ele gostou. Uma força maior tomou conta da mente dele e o que era uma opção sexual se transformou em uma doença mortal.
Francisco, movido por extrema compaixão, foi ao velório:
– Matheus. Minhas lembranças. Pra mim você não significou nada, mas você me amou. Obrigado por me amar, mas o meu destino já está selado e não era para ser com você!
Francisco coloca seus óculos escuros e vai para o hospital visitar Carmita. Ao chegar lá, o doutor tem uma péssima notícia para entregar:
– Francisco? Você é o “quase” esposo da paciente Ana Carmita?
– Sim, sou eu!
O doutor prossegue:
– Hoje, Ana Carmita teve duas paradas cardíacas. Mas ela sobreviveu! Em breve ela poderá voltar para a casa!
Francisco dá pulos de alegria.
2 anos depois – Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Francisco e Carmita, junto com Otávio e Christina Maria, filha recém-nascida do casal, eles começam a ver um álbum de fotografias.
Nele continha uma foto de Ortência. Ortência havia morrido e Ewerton que a matou, foi preso e nunca mais foi visto pelas ruas da cidade.
Havia também uma foto de Eloísa e Yanka. Duas princesas, no mundo da alta sociedade, as duas viraram patricinhas e tinham todos os gatinhos aos seus pés.
Havia fotos de Pamella. Ela havia se casado com Gustavo, um rapaz que conheceu em uma viagem ao Piauí.
A última foto é tirada no momento em que a família Bustamantt fecha o álbum de fotografias. Nela continham Francisco, Ana Carmita, Otávio e Christina Maria, uma família que passou por diversas dificuldades, mas ouviram a “VOZ DA PAIXÃO” e viveram felizes por mais alguns anos!
FIM
Autores: Luís Henriq e Francisco Neto   

Nessa segunda, no lugar de “Voz da Paixão”, estreia:
UHTV! Web-Novelas de Qualidade pra Você!

Voz da Paixão: Pamella ouve a voz da amizade e tenta se acertar com Carmitta!

Capítulo 18
A perseguição começa, mas Matheus consegue escapar. A polícia fracassou.

Matheus, em uma mata deserta, diz:
– Carmita, minha flor. Aguarde-me, em breve você morrerá.

No hospital, Carmita estava em agonia, na UTI, a moça esboçava seus últimos momentos de vida. Em pensamentos, ela lembrava:
– Francisco, amor da minha vida, traição, não não não. Pamella, amizade? Por quê? Por quê? Ortência, traição, Otávio, meu bebê, meu bebê!

Ela estava em constante pesadelo. Pamella resolveu fazer uma visita à amiga. Esse poderia ser o último encontro das inseparáveis amigas:
– Carmita! Contigo Amei, Ri Muito, Imaginamos Tantas Armadilhas… CARMITA, cada letra do seu nome me lembra uma emoção…

Pamella começa a chorar:
– E pensar que um dia juramos amizade. Deixamos de ser amigas por causa de homens, por causa de pessoas. Por quê? Essas pessoas vem e vão. Você está indo. Tenha forças amiga, tenho certeza de que mesmo salvando o seu casamento, foi o mínimo que poderia ter feito por tantos anos de amizade.

Carmita ia abraçando cada uma dessas palavras e os pesadelos se tornaram em lindos e belos sonhos de amor e paz.

Matheus não se conforma e logo começa a arquitetar outro plano pra matá-la e conseguir viver com Francisco. Matheus se disfarça, e consegue entrar no hospital sem que ninguém perceba a sua verdadeira identidade.

Ele entra no quarto de Ana Carmita, que está inconsciente:
– Carmita, Carmita. É hora de dar tchau. Quantos anos você tem? 24? Idade boa… 24 anos tentando achar o amor de sua vida, mas tinha que ser justo o meu homem? Pena, quem mandou cruzar o meu caminho?

Matheus pega o travesseiro e começa a sufocá-la, mas Francisco, que estava no horário de visitas, pegou Matheus no quarto:
– Matheus? Será que não se cansa de fazer mal às pessoas, deixe-nos em paz. POLÍCIA, POLÍCIA… SOCORRO!

Matheus diz:
– Matheus, me dá mais uma chance. Quero te fazer feliz… Mulher nenhuma te merece, mas sim, eu, um homem. Eu vou te satisfazer como mulher nenhuma te satisfez.
Francisco fica indignado:
– Cala essa sua boca. Vai caçar quem te queira, ou melhor, a polícia é quem te quer!

Amanhã, o último capítulo desse grande sucesso!